Coruja – O que é? Significado, Sinônimos, Antônimos, Rimas e Exemplos

O significado de coruja faz referência a um nome comum às aves de rapina estrigiformes, das famílias dos titonídeos e dos estrigídeos.

Informações sobre a palavra

  • Classe gramatical: adjetivo e substantivo de dois gêneros;
  • Separação silábica: co-ru-já;
  • Plural: corujas;
  • Número de letras: 6;
  • Número de vogais: 3 (o, u, á);
  • Número de consoantes: 3 (c, r, j);
  • Origem da palavra: coruja tem uma origem controversa, mas acredita-se que venha do som que essas aves realizam, sendo, portanto, uma origem onomatopeica.

Definição de Coruja e Significados

O termo “coruja” se encaixa na área da Zoologia, denominando as espécies de aves de rapina que possuem hábitos noturnos – período no qual ocorrem suas caças (roedores e insetos, principalmente) –, pois essas já não possuem a proteção fornecida pela luz do sol.

Sua plumagem tem cores variadas, conforme a espécie, mas é macia. Seu aspecto físico é bastante lembrado pelos grandes olhos, pela cabeça grande e pelo bico curto e curvo.

As corujas são capazes de voar em silêncio. Embora tenham olhos grandes, elas enxergam pouco à curta distância – sua visão é binocular, como os seres humanos. Já em longas distâncias, a visão das corujas é muito melhor, especialmente com pouca luz.

Uma das maiores curiosidades acerca das corujas é o giro de 180 graus que elas podem realizar com suas cabeças quando há algum perigo. Assim, elas podem ver melhor e preparar suas defesas.

No sentido figurado e informal, coruja significa uma mulher velha ou de má aparência; o mesmo que bruaca.

Coruja, como adjetivo, é uma palavra que indica uma pessoa, como uma mãe ou pai, que expressa um cuidado exagerado por um filho ou por alguém que criou, podendo enaltecer suas qualidades e mostrar extrema consideração.

Além disso, coruja é um adjetivo para uma pessoa notívaga, isto é, uma pessoa que possui hábitos noturnos, que tem um comportamento mais dinâmico no período da noite.

Exemplos com a palavra coruja

“O clique do fotógrafo Alan Murphy deu o que falar nas redes sociais. O motivo? Uma coruja tão camuflada que em uma olhada rápida é difícil identifica-la” (Revista Galileu, 03/07/2019).

“Se você já acompanhou a Inglaterra nessa Copa do Mundo feminina você certamente já deve ter visto a seguinte cena: gol de Ellen White e a comemoração no estilo ‘óculos’ ou ‘coruja’. Ela faz um círculo com os dedos e coloca sob os olhos na hora de festejar seus gols” (ESPN, 02/07/2019).

“Assim que achou as corujas, o homem acionou a polícia ambiental, para que fosse feito o resgate” (G1, 20/06/2019).

Simbologia da Coruja

A coruja, por ser uma ave noturna, é associada aos mistérios da noite, ao que é oculto e à alta percepção – por vagar pela noite, o animal utiliza a claridade da Lua para se guiar, se alimentar e controlar seus movimentos para não deixar nada escapar de seus atentos olhos.

A simbologia da coruja está muito relacionada com a sabedoria, e isso tem influência direta da mitologia grega, pois a deusa da guerra e da sabedoria, Atena, tinha justamente uma coruja como mascote.

Para os gregos, a noite era o momento ideal para os pensamentos filosóficos e das revelações intelectuais e a coruja, por ser um animal notívago, se tornou a representante da busca pelo conhecimento.

Em diversas culturas, a coruja tem simbologias distintas:

  • Austrália: representa o espírito da mulher, de acordo com a crença dos aborígenes;
  • China: é associada ao relâmpago;
  • Estados Unidos: para os nativos norte-americanos, é um animal de muito poder, percebendo com clareza o que os seres humanos não enxergam;
  • França: símbolo de uma cidade francesa, a coruja representa a sabedoria e a felicidade;
  • Roma Antiga: era símbolo da morte – um presságio de morte iminente era quando se ouvia o seu som característico.

Curiosamente, para os romanos, as mortes de notórias pessoas (como Júlio César) foram anunciadas por corujas.

No Ocultismo e para alquimistas medievais, a coruja era um símbolo das ciências ocultas e das práticas de magia.

No Xamanismo, o animal também era símbolo da morte, mas relacionado com a transcendência e transformação.

Sinônimos de Coruja

Os sinônimos de coruja são:

  • Xaveco;
  • Bruxa;
  • Canhão;
  • Feiura;
  • Horror;
  • Bagulho;
  • Bruaca.

Antônimos de Coruja

Não existem antônimos de coruja, muito embora se considera qualquer pássaro diurno como o oposto desse animal.

Rimas com a Palavra Coruja

Certas palavras possuem terminações de mesmo som, por isso são consideradas rimas. Essas são as palavras que podem rimar com o termo “coruja”:

  • Água suja,
  • Cesto de roupa suja,
  • Com cara de coruja,
  • Cuja,
  • Dar de lambuja,
  • Filhote de coruja,
  • Maracujá,
  • Mente suja.

Rafaela Mustefaga

Graduada em Letras Português/Inglês, pela PUCPR, é revisora e editora de textos informativos, apaixonada por línguas e literatura e professora nas horas vagas.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content