Ligações iônicas – O que são? Para que servem? Exemplos e Exercícios

Os átomos estão constantemente em busca de estabilidade, para isso estabelecem ligações entre si. Uma destas possibilidades é a ligação iônica.

Neste tipo de ligação, tem-se a transferência de elétrons dentre os participantes, com consequente ligação eletrostática entre eles.

A seguir, saiba tudo a respeito do assunto, bem como teste os seus conhecimentos nos exercícios, ao final, só aqui no Gestão Educacional!

LIGAÇÕES IÔNICAS

O que são ligações iônicas?

A ligação iônica ocorre entre dois elementos distintos, que são:

  • Metal: elemento que tem tendência a doar um elétron, e, consequentemente, tornar-se um cátion (com carga positiva);
  • Não metal: pode ser ametal, semi-metal ou hidrogênio, visto que estes têm a propriedade de doar elétrons e tornarem-se ânions (com carga negativa).

Como resultado, tem-se uma ligação eletrostática unindo os átomos e resultando em estabilidade.

Função das ligações iônicas

Por falar em estabilidade, este é o principal motivo de ocorrerem as ligações dentre os átomos. A Teoria do Octeto foi proposta no início do século passado, por Kossel e Lewis, determinando que os átomos buscam assemelhar-se à configuração dos gases nobres.

Mas, por que os gases nobres? Os pertencentes da família 8A possuem 8 elétrons na última camada (exceto o Hélio, que tem 2), sendo estáveis.

Então, os demais elementos buscariam doar ou receber elétrons em sua última camada de valência, com o objetivo de preenchê-la, e, assim, conseguir estabilidade.

Composição

Para entender melhor como as ligações iônicas ocorrem, vamos retomar os conceitos de cátion e anion.

Primeiramente, devemos considerar que a ligação só irá ocorrer se houver equilíbrio entre as cargas, e se cada átomo tiver 8 elétrons na camada de valência.

Tomando como exemplo o cloreto de sódio (sal de cozinha), expresso pela fórmula NaCl, temos que:

  • O sódio (Na) pertence à família 1A, portanto, tem um elétron na sua camada de valência. Para adquirir estabilidade, é mais fácil que ele perca um elétron ao invés de receber 7. Concorda? Tal propriedade é chamada de eletropositividade (tendência a doar elétrons);
  • O cloro (Cl) pertence à família 7A, portanto, tem 7 elétrons na camada de valência. Seguindo a teoria do octeto, para que ele adquira estabilidade, precisa apenas receber um elétron. Tal propriedade é chamada de

Sendo assim, há uma relação de 1:1, na qual ocorre a transferência de elétrons. Como resultado, tem-se a união de um cátion (Na+) com um ânion (Cl).

LIGAÇÕES IÔNICAS2

Características

As ligações iônicas devem ser facilmente reconhecidas pelas características que possuem. Dentre elas, destacam-se:

  • Altos pontos de fusão e ebulição;
  • Compostos sólidos e cristalinos;
  • Incapazes de conduzir corrente elétrica, quando puros no estado sólido, apenas quando fundidos ou em solução aquosa são capazes de tal.

Exemplos

Os principais exemplos de ligações iônicas, muito utilizadas no dia a dia, são:

1) Sal de cozinha, mencionado anteriormente, formado por NaCl;

2) Cloreto de magnésio, MgCl2, utilizado como suplemento mineral;

3) Óxido de alumínio, expresso por Al2O3.

Agora que você já sabe um pouco mais a respeito das ligações iônicas, que tal testar os seus conhecimentos nos exercícios que preparamos para você? Basta rolar até o final da página e se divertir! Ah, e não deixe de compartilhar com os seus amigos, desafiando eles também.

Nicole Alessi

Sou Nicole Alessi, tenho 20 anos, estou cursando o 4º ano de medicina nas Faculdades Pequeno Príncipe e sou apaixonada pelo que faço! Nas horas vagas, gosto de transformar em palavras todo o conhecimento que adquiro na graduação, com o intuito de promover a educação em saúde e, consequentemente, gerar bem-estar e qualidade de vida!

Conheça Mais Sobre o Autor

Teste seus conhecimentos sobre Ligações iônicas – O que são? Para que servem? Exemplos e Exercícios

1) (Adaptado PUCCAMP-SP) Dentre as seguintes propriedades das substâncias, quais caracterizam compostos iônicos? I - elevada temperatura de fusão; II - boa condutividade elétrica no estado sólido; III - formação de solução aquosa condutora de corrente elétrica; IV - elevada solubilidade em líquidos apolares.

  • a) I e II
  • b) I e III
  • c) II e III
  • d) II e IV     

2) (Adaptado UFOP-MG) Alto ponto de fusão, boa condutividade elétrica quando fundidos, alta solubilidade em solventes polares (H2O) e alta dureza, são propriedades dos:

  • a) Metais.
  • b) Sólidos covalentes.
  • c) Sólidos de Vander Waals.
  • d) Sólidos iônicos.

3) (Adaptado PUC-RJ) Escolha, entre as substâncias abaixo, aquela que tem as seguintes propriedades: não conduz a corrente elétrica no estado sólido, mas conduz em solução e é solúvel em solventes polares.

  • a) NaCℓ
  • b) Na
  • c) HCℓ
  • d) Cℓ2

Deixe seu Comentário

WebGo Content