De mais ou demais? Significado e Exemplos

As duas palavras existem na língua portuguesa. “De mais” é uma locução adverbial que indica “quantidade”, enquanto que “demais” é um advérbio de intensidade que “imprime  algo em demasia”.

Talvez, ambas as palavras sejam as que mais causam confusão na hora escrever, todavia, é importante compreender que elas possuem significados diferentes.

Quando usar “de mais”?

” De mais” é uma locução adverbial, usada quando a pretensão é se referir a uma noção de “quantidade”. No geral, ela intensifica a quantidade dos substantivos e também dos pronomes. “De mais”, é sinônimo de “a mais”.

Exemplos usando a palavra “de mais”:

  • Eu fui no consultório médico, tinha gente de mais;
  • Hoje, o dia está intenso, tenho serviço de mais para fazer;
  • Fiz comida de mais para o churrasco;
  • O suco tem açúcar de mais para o meu gosto.

De mais ou demais

Quando usar “demais”?

Nesse caso, a palavra “demais” é usada como advérbio de muita intensidade, ou seja, quando algo está em excesso. “Demais” é sinônimo de exagero, surreal.

Exemplos usando a palavra “demais”:

  • O chá estava quente demais, eu queimei a minha língua;
  • Nas férias eu engordei, pois comi demais;
  • Ana dorme demais.

A palavra, os “outros” também pode ser substituída por “demais”:

  • João e Maria preferiram ficar em casa, não quiserem ir com os demais.

“Demais” também pode ser usada para referir-se a alguém muito legal:

  • Você é demais, cara! Te adoro.

Como visto, o uso equivocado do “de mais” e ” demais” pode mudar o sentido da sentença, portanto, é importante lembrar que:

“De mais” expressa quantidade (a mais, ou algo anormal) e “demais” demonstra exagero, demasiadamente, e pode ser usada para substituir “os outros” e “restante”.

Que tal testar um pouco os conhecimentos adquiridos acima?

  1. a) A cozinheira colocou pimenta ________________ na comida.
  2. b) O bebê gritou ___________.
  3. c) Apenas 5 candidatos compareçam à entrevista, os _____________ perderam a oportunidade.

Rafaela Mustefaga

Graduada em Letras Português/Inglês, pela PUCPR, é revisora e editora de textos informativos, apaixonada por línguas e literatura e professora nas horas vagas.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content