Ego – O que é? Significado, Sinônimos, Antônimos, Rimas e Exemplos

O significado de ego define a parte central da personalidade de uma pessoa.

Informações sobre a palavra

  • Classe gramatical: substantivo masculino;
  • Separação silábica: e-go;
  • Plural: egos;
  • Número de letras: 3;
  • Número de vogais: 2 (e, o);
  • Número de consoantes: 1 (g);
  • Origem da palavra: ego é uma palavra com origem no grego egôn, do sânscrito aham, que seria o primeiro termo utilizado para a 1ª pessoa do singular.

Definição de Ego e Significados

Ego é um termo que se relaciona à área da Psicologia, justamente por ser aquela parte central da personalidade de um indivíduo, isto é, é a experiência que uma pessoa possui de si mesma – é a concepção que faz de sua personalidade.

Basicamente, o ego é o que caracteriza a personalidade de cada indivíduo.

Além disso, a Psicologia define o ego como a parte do aparelho psíquico que está em contato direto com a realidade e que, entre suas funções, se incluem a comprovação e a aceitação dessa realidade, bem como:

  • Na aprendizagem da distinção entre o próprio indivíduo e o meio ambiente;
  • Na sua capacidade de reação;
  • Na habilidade motora;
  • Na tolerância e frustração;
  • Na mediação entre as exigências do id e do superego.

No sentido figurado, ego significa o apreço excessivo pela própria pessoa, por si mesmo, sendo geralmente associado com uma imagem de extremo favoritismo por si, o mesmo que egotismo.

“Massagear o ego” de alguém é uma expressão popular que significa a tomada de alguma atitude que faça com que uma pessoa se sinta importante, de modo a elogiá-la, bajulá-la e mostrar-lhe deferência, entre outras ações.

Ego, id e superego

Sigmund Freud é o criado da Psicanálise e o responsável pelo desenvolvimento de um estudo cujo objetivo é encontrar respostas para os problemas psicológicos.

Freud foi capaz de descobrir que muitos comportamentos humanos são condicionados pelo inconsciente e, acessando tais áreas, é possível encontrar as fontes de determinados distúrbios. Sua proposição foi a de interpretar sonhos e procurar acessar as camadas cada vez mais profundas da mente humana.

A partir da década de 1920, Freud construiu um modelo estrutural – o formador da psique –, dividindo-o em três partes:

  • Ego;
  • Id;
  • Superego.

Cada estrutura tem responsabilidades acerca de uma parte da personalidade do indivíduo e conduz como a pessoa irá se relacionar com os demais indivíduos.

O id é a parte inconsciente e está associada com os instintos. Sua estrutura é composta pelos instintos, desejos e impulsos, o que demonstra a constante busca pelo prazer.

Essa parte da psique não lida direito com as frustrações e tende a procurar uma solução imediata para qualquer coisa, desconhecendo, assim, a razão e quaisquer valores morais.

O ego é caracterizado pela racionalidade e pelo controle dos instintos, funcionando como um intermediário e buscando facilitar a interação do id com as situações externas que ocorrem no cotidiano.

Ao contrário do id, o ego é capaz de barrar ímpetos que estão em busca do prazer. Afinal, a principal finalidade do ego é encontrar um equilíbrio entre os impulsos do id e a repressão proveniente do superego.

O superego, portanto, se encarrega pela moral e os valores do ser humano, com os objetivos de reprimir por meio da culpa, barrar também os impulsos que se tornam contrários às regras sociais e forçar para que o ego tenha um comportamento moral.

A formação do superego vem depois do ego, ou seja, sua assimilação é realizada depois, quando uma criança começa a entender os valores que foram herdados dos pais.

Exemplos com a palavra Ego

“Sem atenção ao outro, você não pode cuidar dele – do contrário, vai achar que está ajudando, praticando caridade, mas na verdade estará somente abastecendo o próprio ego, defende Castro” (Jornal Estadão, 01/04/2019).

“O pano de fundo da exposição é a relação entre a moralidade e o ego, descrita por Sigmund Freud” (G1, 24/06/2019).

“Os desafios de Moro não se relacionam aos questionamentos retóricos, mas sim à obrigação de lidar com a oposição, com o ego dos colegas de governo e também de conciliar o programa (…)” (Jornal Folha de S. Paulo, 11/11/2018).

Sinônimos de Ego

Os sinônimos de ego são:

  • Egolatria;
  • Egomania;
  • Egotismo;
  • Eu;
  • Individualidade;
  • Personalidade.

Antônimos de Ego

Os antônimos de ego são:

  • Alo;
  • Coletividade;
  • Comedimento;
  • Conjunto;
  • Despretensão;
  • Grupo;
  • Humildade;
  • Modéstia;
  • Nós;
  • Outro;
  • Simplicidade.

Rimas com a palavra Ego

Alguns exemplos de palavras que rimam com ego, ou seja, que possuem sonoridade parecida ou igual, são as citadas abaixo:

  • Aconchego;
  • Apego;
  • Assossego;
  • Cego;
  • Desapego;
  • Desemprego;
  • Despego;
  • Emprego;
  • Galego;
  • Grego;
  • Lego;
  • Morcego;
  • Pego;
  • Pêssego;
  • Prego;
  • Relego;
  • Reprego;
  • Sossego;
  • Superego.

Rafaela Mustefaga

Graduada em Letras Português/Inglês, pela PUCPR, é revisora e editora de textos informativos, apaixonada por línguas e literatura e professora nas horas vagas.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content