Floriano Peixoto – Quem foi e Qual a sua Importância para o Brasil

Floriano Vieira Peixoto foi nomeado Presidente do Brasil em 23 de Novembro de 1891, mesma data em que Marechal Deodoro da Fonseca renunciou ao cargo. Ambos ficaram conhecidos como “República Espada”, pelo fato de serem os primeiros presidentes militares.

Floriano Peixoto foi o segundo Presidente da República no regime republicano, sendo justamente nessa época que o Brasil passou um momento muito difícil, uma vez que os problemas entre o poder legislativo, executivo e a crise econômica eram os grandes destaques do momento.Floriano Peixoto

A fim de fortalecer a república do Brasil, entre em cena Floriano Peixoto, Alagoano, vindo de família humilde e estudante de escola militar do Rio de Janeiro. Ele participou da Guerra no Paraguai e, depois que voltou ao Brasil, quando já estava instaurada a República, iniciou sua carreira política como Ministro de Guerra, sendo posteriormente eleito vice-presidente de Marechal Deodoro da Fonseca.

Com a renúncia do então presidente, Floriano Peixoto assume a direção do Brasil, com fama de ser bastante enérgico, atuando até o ano de 1894. Depois disso, abandonou completamente a política e veio a falecer aos 56 anos, em 1895, decorrente de cirrose.

Qual foi a importância de Floriano Peixoto para a política brasileira?

De acordo com a história, o governo de Marechal Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto foi extremamente importante para consolidar, aos poucos, a República brasileira.

Na época, o poder foi dado aos militares, porque os republicanos acreditavam que a única saída para o Brasil continuar mantendo a ordem era assegurar a República. Eles tinham motivos para acreditar que haveria uma espécie de reviravolta monarquista, uma vez que a república ainda não estava consolidada na sociedade.

O regime de Floriano Peixoto ficou conhecido como “mãos de ferro”, pois foi em seu mandato que o período foi tido como conturbado, por movimentos rebeldes, pois o povo se sentiu traído, já que a posse de ambos foi um golpe de estado e não teve a participação da maioria.

No entanto, esses confrontos foram vencidos e sua principal missão foi realmente estabelecer um governo estável.

Como funcionou o governo de Floriano Peixoto?

Algumas ações realizadas por ele, para a população, marcaram a época, dando a Peixoto a fama de bom governante, como construção de casas, isenção de impostos dos alimentos e redução dos preços e aluguéis

Floriano Peixoto presidenteEntretanto, o regime ditador, seguido de autoritarismo, determinava que uma política de lealdade só existia com a troca de favores. No geral, o governo de Floriano Peixoto foi violento, a fim de conseguir resolver os problemas da nação, pois grupos que não aceitavam o seu mandato lutaram fortemente para destituí-lo.

As principais revoltas foram: Revolução Federalista no Rio Grande Do Sul e Revolta Armada, liderada pela Marinha. Na época, existia uma lei que se o presidente da república não ficasse mais de 2 anos no poder, novas eleições deveriam ser feitas. No entanto, não foi o que ocorreu, pois Marechal Deodoro da Fonseca governou por apenas 9 meses e o povo cobrava Floriano Peixoto para convocar novas eleições.

No entanto, conforme citado acima, a elite republicana não o fez, por isso, os rebeldes se posicionaram, sendo combatidas com violência e força.

Apesar do governo de Floriano Peixoto ser considerado ilegal, sua gestão é até hoje venerada como sendo o defensor do Espírito Republicano, tendo, inclusive, rompido relações com Portugal.

O ex-presidente possui diversas homenagens espalhadas pelo Brasil. A mais importante é o nome da capital catarinense: a antiga cidade de Desterro passou a se chamar Florianópolis, em homenagem a Floriano Peixoto. Na opinião de muitos, ele não merecia essa homenagem, devido à sua forma enérgica de governar, que incitou muita violência.

Se o Brasil não tivesse sua proclamação da República definida em 1889, ainda hoje, poderia ser uma monarquia comandada por um Imperador, bisneto da Princesa Isabel e do conde D’Eu – tataraneto de d. Pedro I -, Dom Luiz de Orleans e Bragança.

República x Monarquia é um assunto polêmico até hoje entre os especialistas. No entanto, o que se sabe é que Marechal Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto foram grandes marcos do movimento republicano, regimento que nosso país vive até hoje.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply