Guerreiros vikings – Veja a lista com os 5 principais guerreiros e curiosidades!

Os vikings eram povos nórdicos que exploraram e colonizaram terras. Embora em diversos países esses processos tenham sido pacíficos, somente com negociação, na maioria das vezes, eles partiam para a batalha e a guerra.

[LEIA TAMBÉM: VIKINGS – COMO ERAM?]

Foi justamente por essa atitude de combate que os vikings ficaram conhecidos. Inclusive, diversos guerreiros que realmente existiram são retratados atualmente em filmes e seriados, devido às suas habilidades diferenciadas.

Não sabe quais são os guerreiros vikings? Preparamos uma lista com os principais e mais conhecidos atualmente. Conheça-os e aprenda mais a respeito desse povo, aqui no Gestão Educacional!

Principais guerreiros vikings

Guerreiros vikings

Egil Skallagrimsson

Egil Skallagrimsson era conhecido como guerreiro poeta, porque além de participar de batalhas também escrevia poemas. Reza a lenda que criou seu primeiro poema quando tinha três anos e fez sua primeira morte quando chegou aos sete (tirou a vida de um garoto utilizando um machado).

O guerreiro saqueava cidades, e numa dessas ocasiões chegou a matar onze homens sem contar com a ajuda de uma pessoa sequer, utilizando como armas apenas seus dentes para rasgar a garganta dos adversários.

Antes morrer, matou mais uma pessoa. A vítima foi o seu escravo, que havia lhe ajudado a enterrar seu tesouro. Egil Skallagrimsson morreu naturalmente quando tinha 80 anos de idade.

Ivar The Boneless (sem ossos)

Ivar nasceu com um problema nos ossos das pernas, que se quebravam facilmente. Embora doenças do tipo Guerreiros vikingsfossem vistas com maus olhos na época (porque se acreditava que a pessoa não viveria muito), o guerreiro foi um dos mais exitosos da era viking.

Prova disso é que Ivar foi a batalhas e lutava muito bem com escudo, arco e flecha. No ano de 856, tomou o trono de Dublin, e nove anos depois matou o rei Aelle, responsável por executar seu pai, outro grande guerreiro da época.

Ivar não teve piedade com o algoz de seu progenitor: ordenou que Aelle recebesse um dos sacrifícios mais difíceis de serem suportados na época, a “águia de sangue”, que consiste em esculpir uma águia nas costas, quebrar as costelas e arrancar os pulmões do condenado.

Depois de conquistar mais terras e vencer batalhas, foi em Dublin (primeira área conquistada) que Ivar, o sem ossos, fixou-se e permaneceu até o fim de sua vida.

Ragnar Lodbrok

Ragnar Lodbrok também era conhecido como “calça peluda”, porque, durante sua adolescência, matou um ninho de cobras venenosas usando uma calça improvisada com pele de animal, resina e areia. Por esse feito, conseguiu a mão de uma princesa.

O guerreiro é um nome importante já que foi um dos principais responsáveis pela expansão do domínio dos vikings por terras da Europa. Sob seu comando, a navegação foi aprimorada, possibilitando explorar terras além do território viking.

Ragnar Lodbrok chegou, até mesmo, a invadir a França na época do reinado de Carlos II (o Calvo), que lhe pagou milhares de libras de prata para que não saqueasse Paris.

O fim de Lodbrok (que era pai de Ivar, o sem ossos) foi trágico: capturado pelo rei Aelle, jogado em um poço de cobras venenosas. Como não estava com sua calça especial, foi morto pelos animais.

Bjorn Ironside (braço de ferro)

Bjorn foi um dos responsáveis por conquistar diversos territórios, como Espanha, França, Itália e norte da África. Tornou-se especialmente famoso por uma façanha na Itália, quando seu grupo não conseguiu ultrapassar os muros de uma cidade.

Diante dessa dificuldade, Bjorn fingiu estar morto e seus homens solicitaram ao sacerdote que seu corpo fosse enterrado em solo consagrado, ou seja, dentro da cidade. Quando o caixão chegou à igreja, o guerreiro mostrou-se vivo e, com a ajuda de sua tropa, invadiu e saqueou a cidade.

Bjorn permaneceu ativo durante um longo período, até que foi derrotado no Estreito de Gibraltar. Então, fixou residência na Escandinávia, onde ficou o até o final de seus dias vivendo em riqueza.

Freydis Eriksdottir

Guerreiros vikings biografia

Freydis era mulher guerreira, o que era comum na época, já que a força não era medida pelo sexo da pessoa. Curiosamente, ela conquistou seu manto de princesa guerreira ao perseguir, sozinha, nativos de Vinland, estando grávida e armada somente com uma espada.

Depois disso, chegou a liderar expedições e tinha ganância de querer mais do que lhe fora prometido ao obter sucesso em uma empreitada. Freydis chegou a matar esposas e filhos dos parceiros do marido para garantir maior parte de riquezas obtidas em expedições.

Gostou? Então, continue descobrindo mais sobre os vikings no conteúdo sobre o povoado de Oslo! 

Rafaela Cortes

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Revoltada por natureza, vê na comunicação uma oportunidade de extravasar a sua paixão por curiosidades, arte e conhecimento.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content