Homônimo e parônimo – O que são? Exemplos e Exercícios

Homônimos e parônimos, apesar de estarem muito relacionados e sempre aparecerem juntos em manuais e gramáticas, não são necessariamente a mesma coisa. Vejamos cada um deles a seguir, só aqui, no Gestão Educacional!

O que são homônimos?

Homônimos e parônimos

Homônimos são palavras escritas e pronunciadas da mesma forma, mas com significados diferentes. É o caso de real, por exemplo, que pode significar tanto “verdadeiro” quanto “relativo ao Rei” ou, ainda, indicar o nome da moeda brasileira. Confira:

  • “Correu à sala dos retratos, abriu o piano, sentou-se e espalmou as mãos no teclado. Começou a tocar alguma cousa própria, uma inspiração real e pronta, uma polca, uma polca buliçosa, como dizem os anúncios” (ASSIS, Machado de., 2011, p.314);
  • “A população, cordialmente alegre, não regateou demonstrações de afeto à real família” (ASSIS, Machado de., 2017, p. 78);
  • “Incerteza sobre Previdência faz real ser ‘vice’ mundial em perda de valor” (EXAME, 2019).

Os homônimos ainda podem ser divididos em três categorias:

  • Homônimos perfeitos: quando a grafia e a pronúncia são iguais – são (saudável) e são (verbo ser);
  • Homônimos homófonos: quando a pronúncia é igual, mas a grafia diferente – cela (de prisão) e sela (de cavalo);
  • Homônimos homógrafos: quando a grafia é igual, mas a pronúncia diferente – apoio (suporte) e apoio (verbo apoiar);

O que parônimos?

Parônimos, por sua vez, são palavras que, embora pareçam-se na escrita e na pronúncia, também têm significados diferentes. Diferem-se por não serem totalmente iguais na escrita e/ou na pronúncia como os homônimos são, sendo apenas levemente parecidas, causando uma certa confusão.

É o caso de descrição e discrição, por exemplo. Confira:

  • “Se falasse, por exemplo, no botão de ouro que trazia ao peito, e na qualidade do couro das botas, iniciaria uma descrição, que omito por brevidade” (ASSIS, Machado de., 2017, p. 199);
  • “Entramos, e o Quincas Borba, com a discrição própria de um filósofo, foi ler a lombada dos livros de uma estante, enquanto eu lia a carta, que era de Virgília […].” (ASSIS, Machado de., 2017, p. 228).

Apesar de levemente semelhantes na pronúncia e na escrita, diferenciando-se apenas por uma vogal, possuem significados muito diferentes. Confira os significados de cada um, segundo o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (2015, p. 309):

  1. Descrição: 1. Relato das características (de algo) <d. de uma doença> 2. Exposição oral ou escrita <d. do encontro>.
  2. Discrição: 1. Qualidade ou característica de discreto <comporta-se com d.> Capacidade de distinguir o certo do errado; discernimento.

Resumo das diferenças entre homônimos e parônimos

A principal diferença, como vimos, é que homônimos possuem ou a grafia, ou a pronúncia ou ambas idênticas, enquanto parônimos não possuem nenhuma delas, sendo apenas confundidos por determinada semelhança.

Exemplos de homônimos e parônimos

São homônimos:

A) Cabo (extremidade pela qual se segura algo, como cabo de panela);

B) Cabo (feixe de fios);

C) Cabo (patente militar);

D) Cabo (ponta de terra que entra pelo mar, como Cabo da Boa Esperança);

E) Cabo (cabo eleitoral, que faz campanha para algum candidato).

Dentre outros significados.

São parônimos (definições do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa):

A) Eminente: adj. Acima do que está em volta; proeminente, alto <torre e.> 2 Superior aos demais <um mestre e.>;

B) Iminente: adj. 1. Que está prestes a ocorrer; próximo <desabamento i.>.


Referências utilizadas neste conteúdo:

ASSIS, Machado de. Memórias póstumas de Brás Cubas. Porto Alegre: L&PM, 2017.
________________. Seus trinta melhores contos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2011.
Instituto Antônio Houaiss de Lexicografia [organizador]. Pequeno dicionário Houaiss da língua portuguesa. 1.ed. São Paulo: Moderna, 2015.
ROCHA LIMA, Carlos Henrique da. Gramática normativa da língua portuguesa: prefácio de Serafim da Silva Neto. 33. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1996.


Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres, formado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), gosta de literatura, língua portuguesa e do seu gato.

Conheça Mais Sobre o Autor

Teste seus conhecimentos sobre Homônimo e parônimo – O que são? Exemplos e Exercícios

1) As palavras concerto (como concerto musical) e conserto (do verbo consertar) são homônimos:

  • a) Perfeitos.
  • b) Homófonos.
  • c) Homógrafos.
  • d) Onomatopeias.

2) As palavras morro (do verbo morrer) e morro (colina, colina, cerro) são homônimos:

  • a) Perfeitos.
  • b) Homófonos.
  • c) Homógrafos.
  • d) Imperfeitos.

3) As palavras molho (como molho de tomate) e molho (do verbo molhar) são homônimos:

  • a) Perfeitos.
  • b) Homófonos.
  • c) Homógrafos.
  • d) Ortodoxos.

4) Assinale a alternativa que contém parônimos:

  • a) Hábito (costume) e habito (do verbo habitar).
  • b) Houve (do verbo haver) e ouve (do verbo ouvir).
  • c) Caminho (trajeto) e caminho (verbo caminhar).
  • d) Tráfego (fluxo de carros) e tráfico (negócio clandestino/ilegal).

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply