Júlio César – Quem foi? Biografia, Importância e Obras

Júlio César (100-44 a.C.) é um dos principais nomes da história romana. A seguir, esclarecemos sua importância no cenário da época na qual viveu, especialmente o político. Não deixe de conferir tudo, só aqui no Gestão Educacional!

Quem foi Júlio César?

Julio Cesar

Caius Julius Caesar (ou somente Júlio César) foi o mais conhecido e importante político romano e líder militar. Sua alta relevância se deve ao fato de que ele teve uma grande participação na passagem da República Romana para o Império Romano.

Era um patrício (classe formada pela aristocracia da Roma Antiga) e sua família exercia uma influência pouco representativa na vida pública romana, o que mudou com o passar do tempo e a ascensão de Júlio César, o que ocorreu em 60 a.C.

Manteve-se no poder adotando medidas populistas, o que lhe fazia entrar em choque com os patrícios/classe aristocrata romana. Além disso, conquistou fama e sólida reputação militar, devido ao seu desempenho em guerras e na expansão do domínio romano.

[LEIA TAMBÉM: O QUE É POPULISMO?]

Justamente por esses feitos, Júlio César alcançou grande respeito entre a população e o poder militar, o que incomodou a aristocracia e os senadores, especialmente Pompeu Magno, que antes era seu companheiro político mas mudou de lado e passou a integrar a ala dos conservadores.

No ano de 49 a.C., Júlio Cesar atingiu o ápice de sua carreira, assumindo o título de ditador absoluto de Roma, realizando diversas reformas políticas e sociais, sempre de forma centralizada em si, a autoridade máxima.

A importância de Júlio César reside justamente na transformação que promoveu em estruturas políticas e sociais, bem como na expansão do território de Roma, chegando a anexar a Gália (França) e atingir o norte do Canal da Mancha.

No entanto, todos esses feitos não impediram que a oposição, os políticos contrários ao seu poder, conspirassem para derrubá-lo, tanto que, em 44 a.C., Júlio César é assassinado, gerando uma guerra civil, o fim da República e o nascimento do Império Romano.

Biografia de Júlio César

Nascimento, infância e adolescênciaJulio Cesar quem foi

Júlio César nasceu em 13 de julho de 100 a.C., em Roma. Filho de família patrícia, teve uma infância marcada pela educação esmerada, assim como a tradição mandava e acontecia com os aristocratas da época.

No ano de 85 a.C., seu pai faleceu repentinamente e Júlio César passou ao cargo de chefe da família quando tinha apenas 15 anos. A partir de então, uma série de reviravoltas ocorreram em sua vida.

Júlio Cesar casou-se com Cornélia (filha de Cina). Ao fim de uma guerra civil entre seu tio Caio Maio e o general Sula, foi perseguido politicamente, tendo sua herança despojada e sendo obrigado a fugir com a esposa, ficando assim afastado de Roma. Anos depois, o general Sula (que ganhou a guerra civil) concedeu o perdão a Júlio César.

Vida adulta e política

Júlio César juntou-se ao exército e serviu durante um período na Ásia. Por esse trabalho, ganhou uma coroa cívica (honraria dada a soldados que preservaram a vida de seus companheiros).

Quando o general Sula morre em 78 a.C, Júlio César retorna à Roma e se torna advogado. Anos depois, especificamente em 69 a.C., é eleito Questor (cargo inicial da hierarquia política de Roma).

Julio Cesar biografiaNo ano de 60 a.C., vence eleições para cônsul e une-se a outros dois políticos da época, Crasso e Pompeu Magno, formando uma aliança informal chamada Primeiro Triunvirato.

A partir daí, Júlio César começa a se consagrar. Como primeira medida, propôs a redistribuição das terras consideradas públicas. Depois, iniciou atividades de expansão territorial e conquistou glória em campos de batalha, além de respeito do povo.

Após seu mandato (finalizado em 50 a.C), perde sua imunidade processual e ficou afastado de Roma junto ao seu exército. A partir daí, decide, então, entrar armado e com o exército na cidade, o que era legalmente proibido, iniciando uma guerra civil. Tal disputa foi vencida por Júlio César, que se tornou ditador absoluto, realizando reformas políticas significativas que desagradaram a oposição.

Morte

O constante crescimento do ditador aborrecia a oposição, que temia que Júlio César estivesse preparando o terreno para implantar a monarquia e se declarar rei. Para evitar isso, um grupo de senadores planejou o assassinato de César, que ocorreu em 15 de março de 44 a.C., quando o ditador foi esfaqueado 23 vezes, sendo que, aproximadamente, 60 pessoas participaram do crime.

Principais obras

Durante sua vida, Júlio César foi autor de prosas (geralmente comentários sobre guerras) e poesias. Entre as obras que chegaram a encantar Cícero e ganhar elogios estão Comentários da Guerra Gálica e Sobre a Guerra Civil.

Marcela Mazetto

Jornalista formada pela PUCPR, tem 21 anos e é viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content