Karl Marx – Quem foi? Biografia, Obras e Importância

Karl Marx foi um filósofo e escritor alemão, criador de um conjunto de ideias e teorias conhecido como Marxismo e, ao lado de Max Weber e Émile Durkheim, considerado o tripé da sociologia moderna.

Ele foi, sem dúvida, uma das figuras mais importantes e influentes entre os séculos XIX e XX, e suas ideias deram base ao surgimento de teorias políticas que se apresentaram como  alternativas ao capitalismo.

Marx nasceu em 5 de maio de 1818, na cidade de Trier, então Reino da Prússia (atualmente Alemanha). De origem judaica, iniciou seus estudos em Direito na Universidade de Bonn, aos 17 anos, transferindo-se anos depois para a Universidade de Berlim.

Karl Marx

Em 1843, Marx se casa com Jenny Von Westphalen, filha de um importante barão prussiano, e logo em seguida se muda para Paris para trabalhar em um jornal local. Foi nesse período que Marx conheceu Friedrich Engels, seu grande amigo e colaborador em suas obras.

Entre suas influências, podemos citar a economia política de David Ricardo e Adam Smith, o socialismo utópico de Saint-Simon e Robert Owen (embora tenha tecido críticas posteriores a essa corrente) e a filosofia de Hegel.

É importante entender o contexto em que o pensamento de Marx se desenvolve. A sua origem judaica e as dificuldades que tal condição implicava, a perseguição política que sofreu na Alemanha e na França e o conturbado momento político da Europa com as revoltas de 1848 contribuíram bastante nesse processo.

O Encontro com Engels leva Marx a deixar um pouco de lado a filosofia para se dedicar mais aos estudos políticos, sociais e econômicos. Vamos conhecer um pouco mais a respeito das teorias que fizeram de Marx um dos grandes pensadores da contemporaneidade, a seguir.

Marxismo

O Marxismo pode ser definido como o conjunto de ideais e teorias desenvolvidas por Marx e Engels nas diversas obras escritas pelos dois. Essas teorias versam sobre diversos temas, tais como sociedade, filosofia, economia e política, e abrangem diversos conceitos amplamente utilizados e discutidos nos dias de hoje, tais como Socialismo e Comunismo.

Socialismo científico

O Socialismo é uma corrente ideológica originada entre o final do século XVIII e o início do século XIX, tendo como característica a transformação da sociedade, de forma lenta e gradual, em uma sociedade igualitária e harmoniosa. Na concepção de Marx, a sociedade só seria igualitária se houvesse uma luta de classes.

O Socialismo de Marx, chamado de Científico, difere-se do Socialismo original (também chamado de Utópico), por propor uma ação consistente no sentido de estudar criticamente a sociedade e suas relações com as classes e os meios de produção, por meio de abordagens metodológicas definidas, como o Materialismo Histórico.

Comunismo

Para Marx, o comunismo seria a fase final da evolução humana, em que haveria uma sociedade igualitária, sem propriedades privadas, classes ou Estado, e com os meios de produção à disposição de todos. Segundo Marx e Engels, o Socialismo Científico seria uma fase de transição entre o Capitalismo e o Comunismo.

Principais obras

Karl Marx2

A obra de Karl Marx é enorme, mas podemos citar como seus livros mais conhecidos:

  • Manifesto Comunista: publicado em 1848, serviu como plataforma para a Liga dos Comunistas, a primeira organização internacional comunista. Trata-se de um panfleto político, em que as bases dessa doutrina são apresentadas;
  • O Capital: essa é considerada a obra prima de Karl Marx. Escrita em 1867, após 16 anos de trabalho, traz um estudo profundo acerca do capitalismo, no qual o autor analisa seu processo de produção e circulação, e aborda conceitos como a mais-valia e a acumulação primitiva. Quando Marx morreu, somente o primeiro volume (de um total de quatro) havia sido publicado. Coube a Engels organizar e publicar o segundo e terceiro volumes. O quarto volume só seria publicado em 1905, por Karl Kautsky;
  • Legado: as ideias de Marx tornaram-se muito controversa no século XX. Embora seja tachado como um “teórico da revolução”, não há qualquer definição a respeito desse termo. Sua obra gerou inúmeros estudos, e suas teorias deram origem a outras vertentes marxistas.

Marx morreu em 1883, na cidade de Londres. Apesar de toda sua influência histórica, sua vida foi muito difícil. Ele teve vários problemas de saúde ao longo da vida, conviveu com problemas financeiros e conjugais, e ainda presenciou a morte de dois filhos. Sua obra só ganhou relevância após sua morte. Assim, o autor morreu sem imaginar o prestígio e a importância que seus estudos alcançariam, nem a posição histórica que seu nome atingiu.

Umberto Oliveira

Bacharel em História pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content