Arranjo simples – O que é? Como resolver? Diferença de combinação e Exercícios resolvidos!

Utilizamos o arranjo simples quando queremos saber quantos agrupamentos ordenados diferentes podemos formar com p dos n elementos dados, sendo sempre p ≤ n. Ou seja, nesse caso, a ordem em que os elementos se encontram no agrupamento é importante.

Um dos métodos mais antigos de criptografia, utilizado desde a antiguidade, é alterar a posição dos elementos, tornando a mensagem ilegível. Atualmente, com a tecnologia da análise combinatória, o uso da criptografia ficou mais sofisticado. Hoje, informações codificadas expandiram-se: estão presentes em cartões de crédito, na internet e até mesmo em ligações telefônicas.

O que é um arranjo simples?

Por exemplo: usando os algarismos 2, 3, 5, 7 e 9, quantos números naturais de 3 algarismos distintos podemos formar? Para isso, podemos utilizar o seguinte raciocínio:Arranjo simplesA primeira posição será utilizada para os números da centena; a segunda para os números da dezena; e, por último, para os números das unidades. Ao todo, temos 5 números que podem ser usados para preencher as posições.

Como não podemos repetir, há 5 possibilidades para o 1º algarismo, 4 para o 2º e 3 para o 1º. No total, podemos formar 5 . 4 . 3 = 60 números.

Podemos também obter esse mesmo resultado utilizando a fórmula do arranjo:Sendo:

  • n = número total de elementos;
  • p = números de elementos que queremos que estejam no agrupamento ordenado.

Resolvendo o exemplo acima, utilizando a fórmula, teremos n = 5 e p = 3:Arranjo simplesVeja: sempre teremos n ≥ p. Ou seja, o número de elementos ao todo deve ser maior ou igual ao número de elementos dos agrupamentos que queremos fazer.

Diferença entre arranjo e combinação

Quando realizamos a combinação de n elementos em grupos de p elementos, sem se importar com a ordem dos elementos nesse grupo, estamos fazendo a combinação desses elementos. Porém, quando a ordem é importante, precisamos utilizar o arranjo.

Podemos visualizar isso melhor imaginando a seguinte situação:

(1) Anna, Elisa, Rosana, Diego, Fabrício e João estão disputando uma corrida. Quais são as possibilidades de formação do pódio de primeiro, segundo e terceiro lugar?

Nesse caso, a posição em que cada pessoa fica faz diferença: se eles ficam em primeiro, segundo ou terceiro é diferente.

Porém, se essas mesmas pessoas estiverem se organizando em duplas para treinar para esse campeonato, tanto faz se a dupla for (Anna, Elisa) ou (Elisa, Anna). Portanto, a ordem não importa. Nesse caso, usaremos, então, a combinação.

Como resolver exercícios de arranjo?

Todos os exercícios que envolvem arranjo simples podem ser resolvidos de duas formas: utilizando a fórmula e usando um raciocínio de multiplicar os números usados em cada posição. Essas duas maneiras foram empregadas na resolução do primeiro exemplo. Veja outros exemplos, a seguir, nos exercícios resolvidos.

Exercícios resolvidos

1) Quantos números de dois algarismos diferentes podemos escrever com algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9?

RESPOSTA:

1ª maneira: utilizando a fórmula.

Procuramos agrupamentos de 2 elementos em que a ordem é importante, pois, por exemplo, 12 ≠ 21. Temos 9 elementos para serem arranjados 2 a 2. Assim, temos que calcular:Arranjo simplesPortanto, existem 72 números de dois algarismos diferentes que podem ser escritos com os algarismos de 1 a 9.

2ª maneira: sem usar a fórmula.

Para o algarismo das dezenas, temos 9 opções e, para algarismo das unidades, apenas 8 opções, pois não podemos repetir algarismos.Arranjo simples

Assim, temos 9 . 8 = 72 possibilidades.

Portanto, são 72 números.

2) Quantos números de 2 algarismos diferentes podemos escrever com os algarismos 1, 2, 3 e 4?

RESPOSTA:

1ª maneira: sem usar a fórmula.

Para o algarismo das dezenas, temos 4 opções e, para o algarismo das unidades, apenas 3, pois não podemos repetir algarismos. Assim, temos 4 . 3 = 12 possibilidades, portanto, 12 números.

2ª maneira: utilizando a fórmula.

Nesse caso, temos quatro dígitos, 1, 2, 3 e 4, e queremos saber quantos números de 2 algarismos diferentes podemos escrever com eles. Precisamos calcular A4,2.Arranjo simplesPortanto, podemos escrever 12 números com 2 algarismos diferentes com os dígitos 1, 2, 3 e 4.

3) Um estudante tem 5 lápis de cores diferentes. Quantas maneiras diferentes ele poderá pintar os estados da região Sul do Brasil, cada um de uma cor?

RESPOSTA:

1ª maneira: sem usar a fórmula.

São 3 estados: Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Para pintar o Rio Grande do Sul, há 5 possibilidades, para o Paraná, 4 possibilidades, e, para Santa Catarina, 3 possibilidades.

Logo, 5 . 4 . 3 = 60 possibilidades.

2ª maneira: usando a fórmula.

Os estados do sul do Brasil são 3: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Logo, devemos calcular A5,3.Arranjo simplesPortanto, há 60 maneiras diferentes de pintar os estados do Sul usando 5 cores.

Natália Alves

Graduanda em licenciatura e bacharelado em Matemática pela Universidade Estadual Paulista (UNESP).

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content