Célula Vegetal – O que é? Partes, Importância e Diferença da animal

O Reino Vegetal é composto pelos organismos autótrofos, ou seja, que produzem seu próprio alimento, e são clorofilados. A clorofila é a substância que dá a coloração verde às plantas, estando localizada em uma organela conhecida como cloroplasto.

Esses organismos se caracterizam, também, por serem pluricelulares e eucariontes, pois suas células contam com um centro denominado núcleo celular. É por meio da ação da luz solar e da presença de água e gás carbônico que tais seres realizam a fotossíntese, produzindo glicose e oxigênio.

Apesar de ser um grupo bastante diverso, classificado em briófitas, pteridófitas gimnospermas e angiospermas, possui uma unidade estrutural comum chamada de célula vegetal.

O que é uma célula vegetal?

Vegetal célula

A célula vegetal é a unidade microscópica estrutural dos organismos que compõem o reino vegetal. Sua função, assim como as células animais, é manter a estrutura dos organismos, sendo os centros controladores das reações metabólicas.

Além disso, são as células que contêm as informações genéticas dos seres vivos.

Diferença de célula animal e vegetal

As células são constituídas de muitas partes especializadas em diferentes funções. Apesar de ser uma célula eucarionte e possuir diversas organelas em comum com a célula animal, a célula vegetal conta com certas particularidades, que são: parede celular, vacúolo e cloroplastos.

[CONFIRA TAMBÉM: CÉLULA ANIMAL – O QUE É?]

Partes da célula vegetal

Célula vegetal

As partes de uma célula são chamadas de organelas. Abaixo, estão descritas suas estruturas básicas, bem como suas funções.

Núcleo

O núcleo se localiza no centro da célula, circundado por uma membrana. Suas funções são controlar as reações químicas e armazenar o material genético do organismo, o DNA.

Membrana Plasmática

A membrana plasmática é uma camada bilipídica, que reveste a célula. É responsável pela proteção e pelo controle de trocas de compostos entre as células.

Mitocôndrias

As mitocôndrias podem ter formatos variados e possuem seu próprio DNA. É responsabilidade dessa organela fazer a respiração celular, produzindo a energia que será utilizada nos processos metabólicos dos vegetais.

Retículo Endoplasmático

São organelas de formato achatado, que podem ser de dois tipos: liso e rugoso. O Retículo Endoplasmático Rugoso é associado aos ribossomos e realiza a síntese e o transporte de proteínas. Já o Retículo Endoplasmático Liso é responsável pela produção de lipídios.

Ribossomos

São organelas circulares que atuam na síntese de proteínas.

Complexo de Golgi

Essa organela é constituída por discos achados empilhados sobre os outros. Suas funções são modificar, armazenar e exportar as proteínas sintetizadas no retículo.

Lisossomos

A função dos lisossomos é fazer a digestão intracelular de moléculas orgânicas, como lipídios, proteínas e ácidos nucleicos.

Peroxissomos

São organelas responsáveis pela oxidação da água oxigenada e do álcool.

As organelas, a seguir, são as que diferenciam células vegetais de células animais.

Parede Celular

Essa estrutura é composta por celulose e se localiza externamente da membrana plasmática, envolvendo a célula. Sua principal função é a de sustentação.

Além disso, ela apresenta poros por onde pontes de citoplasmas, conhecidas como plasmodesmos, posicionam-se para realizar a comunicação com as células vizinhas.

Vacúolo

Essa organela é caracterizada por uma cavidade delimitada por uma membrana. Sua função é realizar a regulação osmótica da célula, expulsando água, e controlar o pH.

Cloroplastos

São as organelas mais notáveis da célula vegetal, pois são responsáveis pela fotossíntese. Essas estruturas são membranosas, contam com DNA próprio, e apresentam um pigmento chamado clorofila, que resulta na cor verde das plantas e absorve luz solar.

Importância da célula vegetal

tubérculos

As células vegetais são as unidades estruturais das plantas, e, por si só, representam grande importância. Elas permitem que os vegetais sejam capazes de produzir oxigênio por meio da fotossíntese.

Além disso, estudos têm demonstrado o importante papel das plantas na regulação do clima. Ou seja, elas liberam certos gases que resfriam o planeta, como resultado do seu metabolismo.

Com o desmatamento de florestas, perdemos esse serviço ambiental gratuito realizado pelas plantas.

Outra função importante dos vegetais é que eles são a base da cadeia alimentar. Por produzirem seu próprio alimento, são considerados seres produtores. Também, alimentam muitos organismos consumidores, e representam grande parte da dieta humana, por exemplo.

[CONFIRA TAMBÉM: O QUE É CADEIA ALIMENTAR?]

Outra propriedade das plantas derivadas de suas células especializadas é a capacidade de sintetizar substâncias químicas secundárias. Como elas não podem se locomover, muitas plantas produzem metabólitos secundários, que agem para protegê-las do ambiente, como fungicidas e inseticidas naturais.

Bruna Manuele Campos

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP (2016 e 2018), tem 25 anos e é apaixonada pela natureza e por explorar o mundo. Quando não está se aventurando por aí, gosta de aquietar as pernas com livros e séries.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content