Hiena – Características físicas, Comportamento, Habitat, Alimentação e Reprodução

A hiena é um mamífero que pertence à ordem Carnivora e à família Hyanidae. Existem três espécies de hienas: a malhada (Crocuta crocuta), a riscada ou raiada (Hyaena hyaena) e a castanha (Parahyaena brunnea). Esses animais são originários da África e da Ásia. Fisicamente, são parecidas com o cachorro, no entanto, não possuindo parentesco evolutivo com este.

A hiena-castanha é nativa da África do Sul e é a espécie mais rara. Já a hiena manchada é encontrada no leste e sul da África, sendo uma espécie monogâmica e que se alimenta de insetos. Em contrapartida, a hiena-riscada é a menor espécie dentre as três e é a menos estudada. Ela vive em populações fragmentadas ao longo da Ásia e ao norte da África.

Confira, abaixo, mais detalhes sobre esses animais que possuem uma fama não muito boa, em função de sua “risadinha” debochada e de seus hábitos alimentares.

Características físicas da hiena

As hienas têm um porte parecido com os cachorros. A listrada é a maior espécie e pode medir até 1,8 metros de comprimento e pesar entre 55 e 80 quilos.a raiada pode variar entre 25 e 45 quilos.

Em geral, as fêmeas da hiena listrada são maiores que os machos, enquanto hienas-raiadas não demonstram dimorfismo sexual. Sua pelagem pode ser cinza, marrom ou amarelada e ainda pode apresentar listras ou manchas.

As pernas dianteiras são mais compridas do que as posteriores. A cabeça é grande em relação ao corpo e a boca possui dentes fortes o suficiente para esmagar ossos.

Comportamento

Podem ser sociáveis ou solitárias de acordo com a espécie, e possuem hábitos noturnos. Os grupos variam entre 10 e 120 indivíduos e caçam juntos.

As hienas-castanhas e as hienas-malhadas vivem em grupos liderados por um animal alfa, que geralmente é uma fêmea. Os grupos são compostos por fêmeas de menor hierarquia social, machos e jovens.

As hienas vocalizam para recrutar outros indivíduos durante uma briga com leões, como sinal da aptidão física de um macho ou apenas para informar sua localização a outras hienas. Essa vocalização foi considerada por muitos como uma risada debochada dos seres humanos. No entanto, ela possui uma função muito importante dentro do grupo desses animais.

Além disso, para manter a ordem social, quando duas hienas, machos ou fêmeas, se encontram, o animal de maior status social cheira os genitais do animal de menor hierarquia. Esse comportamento fortalece elos sociais e reduz o estresse do encontro.

Habitat

Elas habitam savanas com poucas árvores e se protegem em cavernas ou túneis e tocas vazias.

Alimentação

São animais carnívoros, considerados espécies de topo de cadeia. As hienas-malhadas, por exemplo, conseguem caçar e consumir um búfalo e filhotes de elefantes. Elas usam principalmente a audição e o olfato para localizar suas presas.

As hienas se alimentam também dos restos de cadáveres de animais, como zebras e gazelas que os leões deixam para trás, sendo consideradas oportunistas. Elas possuem maxilares que conseguem esmagar ossos, e seu estômago é extremamente ácido, capaz de desintegrar os fragmentos. Assim, esses animais têm papel fundamental no topo da cadeia alimentar para controlar populações de presas e prevenir a proliferação de doenças.

Reprodução

As hienas fêmeas possuem um pseudopenis, que é na verdade o clitóris maior que o comum. Isso faz com que sejam confundidas com machos ou que pessoas a considerem hermafroditas. É por meio desse órgão que as elas urinam, copulam e dão à luz aos filhotes. Ou seja, são os únicos mamíferos que não possuem uma abertura vaginal externa.

A reprodução não é sazonal e ocorre a cada dois ou três anos. As fêmeas e os machos atingem a maturidade sexual com cerca de dois anos de idade. Já o período de gestação dura entre 3 e 4 meses e nascem entre 1 e 3 filhotes por vez.

Elas realizam cuidado parental por cerca de dois anos e ensinam comportamentos sofisticados aos filhotes. Até o momento, não há dados mais detalhados sobre o sistema reprodutivo da espécie na natureza. Em cativeiro, foi observado que a fêmea é copulada diversas vezes a cada 15 e 25 minutos.

Também, esses animais podem viver até os 20 anos de idade.

Curiosidades

Nenhuma das espécies de hienas está considerada como ameaçada de extinção.

Bruna Manuele Campos

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP (2016 e 2018), tem 25 anos e é apaixonada pela natureza e por explorar o mundo. Quando não está se aventurando por aí, gosta de aquietar as pernas com livros e séries.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content