Animais carnívoros – O que são? Características, Exemplos e Classificação

Na natureza, os animais possuem diferentes técnicas alimentares que foram desenvolvidas juntamente com suas adaptações biológicas, tornando-os mais aptos para consumir determinados tipos de alimentos.

Assim, há herbívoros, onívoros, carnívoros, e subtipos em cada um destes níveis. A maioria dos carnívoros são amais, mas existem também plantas e fungos que se enquadram nesta categoria.

Animais carnívoros são conhecidos por suas adaptações para a predação, que é caracterizada pelo consumo de um organismo, chamado de presa, por outro animal, chamado de predador.

Os predadores atacam as presas e podem influenciar em sua distribuição e abundância, e vice-versa. As presas podem ser espécies diferentes ou da mesma espécie, chamado a prática de canibalismo.

O que são animais carnívoros?

Animais carnívoros, como sugerido pelo nome, são aqueles que se alimentam apenas de carne, ou seja, de outros animais, que podem ser herbívoros, onívoros ou mesmo outros carnívoros.

Quando um animal come outro animal carnívoro, ele é chamado de consumidor terciário, como é o caso da baleia orca que consome focas e leões marinhos, e estes consomem peixes, polvos e lulas.

Animais carnívoros obrigatórios são os que dependem apenas de carne para sobreviver, pois seu corpo não digere plantas muito bem e estas não fornecem os nutrientes necessários para seu metabolismo. Um exemplo é o de gatos domésticos e felinos selvagens.

Porém, a maioria dos animais carnívoros não são carnívoros obrigatórios, sendo então denominados de hypercarnívoros. Nestes casos, 70% de sua dieta deve ser de carne.

Já animais que dependem da 50% de carne em sua dieta são denominados mesocarnívoros, podendo também consumir frutas e vegetais.

Eles estão presentes em praticamente todos os grupos animais, mas são confundidos como sendo apenas mamíferos, com frequência. Isto ocorre por dois motivos: primeiro porque é o grupo animal que mais nos chama a atenção e, por serem maiores, conseguimos vê-los com facilidade.

O segundo é porque existe uma ordem dentro de mamíferos chamada de Carnivora. No Brasil, há cerca de 27 espécies que pertencem a esta ordem.

Características dos animais carnívoros

Os carnívoros desenvolveram adaptações que os permitiram serem grandes predadores, como:

  • Garras e estruturas na boca capazes de rasgar a presa (como dentes afiados ou bicos serriados);
  • Músculos inferiores desenvolvidos;
  • Sentidos aguçados (visão, olfato ou audição);
  • Camuflagem.

Exemplos

Tubarão-branco (Carcharodon carcharias)

Este tubarão possui o corpo em formato de torpedo, com um focinho pontudo e o peitoral grande. Sua coloração varia entre o cinza e o acobreado no dorso, e a parte interna da barriga é branca. Possui olhos negros e dentes extremamente afiados.

Este animal está presente em águas costais do mundo todo. Por ser carnívoro e um exímio predador, enquanto jovens, suas presas são principalmente peixes, lulas e outros tubarões. Quando adulto, alimenta-se de focas, leões marinhos, golfinhos e baleias mortas.

Jacaré-do-papo-amarelo (Caiman latirostris)

Este réptil pertence à família Alligatoridade e à ordem Crocodylia. Ocorre na América do Sul, em áreas alagáveis.

Em geral, mede aproximadamente 2 metros, mas já foram registrados indivíduos de 3,5 metros. Sua coloração varia entre o verde-oliva e marrom escuro. Possuem pernas curtas, garras, focinhos curtos e largos, com uma mordida forte.

Como predador, alimenta-se de peixes, mamíferos, crustáceos, moluscos, aves e outros répteis. Esta espécie bota ninhadas com 15 a 50 ovos, que podem ser predados por lagartos, quatis e aves.

Gavião-real (Harpia harpyja)

O Gavião-real, ou Harpia, é a maior águia das Américas e uma das maiores do mundo. Habita as florestas Amazônica e Mata Atlântica.

Chega a ter entre 90 e 105cm de comprimento e as fêmeas, geralmente mais pesadas que os machos, chegam a ter 9 quilos. Suas asas podem atingir 2 metros de envergadura, com coloração cinza escuro ou negro, e penas do peito brancas.

Como é uma ave carnívora, alimenta-se de macacos, preguiças e outros animais que podem ter o mesmo tamanho que ela. Ela também pode se alimentar de outras aves, como seriemas e mutuns, além de répteis.

Sua reprodução é do tipo monogâmica, botando até 2 ovos por vez, mas somente um dos filhotes sobrevive.

Animais carnívoros

Classificação na cadeia alimentar

Os carnívoros são classificados na cadeia alimentar como consumidores, já que não conseguem produzir seu próprio alimento como as plantas.

Por serem caçadores e predadores, eles são geralmente consumidores secundários, terciários ou predadores de topo, ou seja, não possuem um predador natural.

Bruna Manuele Campos

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP (2016 e 2018), tem 25 anos e é apaixonada pela natureza e por explorar o mundo. Quando não está se aventurando por aí, gosta de aquietar as pernas com livros e séries.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content