Animais Onívoros – O que são? Classificação, Características e Exemplos

Como os seres vivos possuem diferentes estratégias para conseguir alimento e, portanto, a energia necessária para sobreviver, podemos classifica-los em dois grupos distintos: os autótrofos, que são aqueles que conseguem produzir seu alimento a partir de substâncias inorgânicas, e os heterótrofos, que precisam buscar o alimento no meio externo.

Entre os heterótrofos, no entanto, há diferentes adaptações biológicas que os permite explorar fontes diferenciadas. Assim, os animais podem ser classificados genericamente como herbívoros, onívoros e carnívoros.

Comparado com os outros dois grupos, os onívoros são os que possuem maiores chances de sobrevivência perante alterações ambientais, pois têm uma variedade maior de itens que podem consumir, incluindo alimentos cultivados para o consumo humano, ou mesmo alimentos processados, que eles encontram no lixo. Você certamente já viu cachorros, pombos e ratos fuçando lixo na rua, não é? Isso significa que são espécies oportunistas.

Onívoros

O que são Animais Onívoros?

Animais onívoros são aqueles que obtêm seu alimento de fontes variadas. Eles podem consumir plantas, animais, algas e até fungos.

Muitos deles apresentam adaptações biológicas que os auxiliam a ter uma dieta variada, contando com características adaptadas de herbívoros e carnívoros. Em geral, animais onívoros apresentam:

  • Músculos faciais reduzidos;
  • Dentição:
    • incisivos curtos;
    • caninos longos e curvos, que ajudam a cortar presas;
    • molares agudos ou chatos, para mastigar as plantas;
  • pH do estomago menor ou igual a 1;
  • Intestino delgado curto;
  • Unhas afiadas;
  • Patas maleáveis para auxiliar no manuseio do alimento.

Exemplos de Animais Onívoros

A maioria das aves são onívoras, alimentando-se de frutos, folhas, mas também de pequenos animais, como insetos e lagartixas. Muitos mamíferos e répteis também se enquadram nesta classificação, como gambás, ursos, jabutis e tartarugas. Além disso, algumas espécies de peixes podem se alimentar tanto de algas como de plânctons.

Confira, abaixo, as características biológicas de duas espécies onívoras.

Guaxinin (ou mão-pelada) (Procyon lotor)

Onívoros

Os guaxinins são mamíferos de médio porte, possuem pelagem preta ou cinza, mas o interior da barriga e dos membros, bem como a face, conta com pelagem branca. Na face, há uma mancha preta, como uma máscara, ao redor dos olhos. Seu focinho é pontudo e suas orelhas pequenas, bem como suas pernas. A cauda é comprida e peluda, com anéis escuros e brancas.

Estes animais se distribuem pelo continente americano e são onívoros, podendo se adaptar às alterações ambientais causadas por humanos e sobrevivendo em áreas rurais e urbanas, consumindo restos de alimentos que encontram nos lixos.

Eles também comem caranguejos, sapos, frutas e, até mesmo, plantações. Dentre as adaptações para a onivoria, guaxinins possuem dentes molares grandes que os ajudam a mascar plantas, assim como os herbívoros; ao mesmo tempo em que possuem incisos afiados para rasgar presas, como os carnívoros. Suas patas possuem dedos longos que usam para segurar presas e para alcançar frutos.

Tilápia (Tilapia rendalli)

Onívoros

Peixes onívoros possuem boca de tamanho mediano, com dentes molariformes, capazes de triturar e moer os alimentos. Dentre as espécies, podemos citar a tilápias, que consomem insetos, microcustráceos, raízes, frutos, algas e, até mesmo, outros peixes menores. Quando há escassez de alimento, elas podem filtrar e ingerir organismos planctônicos.

É uma espécie comumente encontrada no Brasil em lagoas e represas, mas também pode sobreviver em água salgada. Possui escamas de coloração verde-oliva e pode chegar a 2,5kg, sendo uma espécie bastante explorada economicamente no nosso país.

E você, é um onívoro?

A maioria dos humanos são onívoros, alimentam-se tanto de animais quanto de plantas. Uma dieta convencional, geralmente, conta com uma fonte de proteína animal (carne de peixe, vaca, porco ou outro), uma fonte de carboidrato vegetal (batata, mandioca, arroz, trigo) e uma porção de fibras de fonte também vegetal (como a cenoura, alface, repolho etc.). Porém, é comum encontramos, atualmente, pessoas que consomem apenas recursos de fonte vegetal, sendo chamados de veganos.

Onívoros

Como estão classificados na cadeia alimentar

Na cadeia alimentar, as espécies onívoras ocupam a maior parte, pois podem consumir uma grande variedade de outros seres. De maneira geral, há três níveis em uma cadeia alimentar:

  • Basais, aqueles que produzem alimento, ou seja, são autótrofos. Neste nível, encontram-se as plantas;
  • Herbívoros, que consumem apenas seres autótrofos, estão no segundo nível;
  • Onívoros e carnívoros, terceiro nível, que consomem herbívoros e plantas.

Bruna Manuele Campos

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP (2016 e 2018), tem 25 anos e é apaixonada pela natureza e por explorar o mundo. Quando não está se aventurando por aí, gosta de aquietar as pernas com livros e séries.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content