Consciência Negra – O que é? Qual a História?

A Consciência Negra tornou-se conhecida após a morte de um dos líderes negros no Brasil, que lutou para a libertação do povo do sistema escravo. Conheça mais sobre esse fato histórico para a história do nosso país:

Consciência Negra

Dia da Consciência Negra

O dia 20 de novembro é quando se comemora o Dia Nacional da Consciência Negra. A data foi adicionada ao calendário em 2003, mas só tornou-se oficial em 2011, por meio da Lei 12.519, pelas mãos da ex-presidente Dilma Rousseff.

A data escolhida faz referência à morte de um dos grandes líderes quilombolas, denominado Zumbi dos Palmares. Dentre os principais assuntos abordados na data estão o racismo, a discriminação e a inclusão do negro na sociedade.

Neste dia, são realizadas diversas atividades que incentivem a conscientização das pessoas quanto à integração do negro na sociedade. No entanto, não é considerado um feriado obrigatório.

História da Consciência Negra

O Brasil passou por diversas lutas para que as pessoas atingissem os seus direitos e os negros foram alguns dos que mais lutaram para o reconhecimento e a valorização da sua cultura e história no país.

Diversos movimentos aconteceram no decorrer dos anos, que marcaram a história nacional, podendo-se citar dentre eles a Revolta dos Malês, que ocorreu na cidade de Salvador, por intermédio dos negros muçulmanos que queriam o fim do catolicismo e da escravidão.

Outro protesto importante foi a Revolta da Chibata, em 1910, liderada por João Candido, que não admitia os maus tratos, como chibatadas e açoites realizados pela marinha.

Zumbi dos Palmares

Zumbi dos Palmares

Zumbi nasceu em um Quilombo, local onde moravam os escravos que fugiam dos engenhos, no estado de Alagoas, sendo conhecido por liderar o seu povo até a morte.

Mesmo tendo nascido livre, foi capturado com 7 anos e entregue para ser educado por um padre, tendo recebido o ensino de língua portuguesa e de religião pelo sacerdote. Mas, aos 15 anos, retornou ao quilombo, onde lutou até a sua morte, em 1695.

Hoje, ele é considerado um símbolo da luta escravista e em prol da liberdade religiosa.

Frases sobre a Consciência Negra

“Eu tenho um sonho. O sonho de ver meus filhos julgados por sua personalidade, não pela cor de sua pele” – Martin Luther King.

“A diferença não está na cor, mas no coração” – Autor Desconhecido.

“Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor de sua pele, ou de suas origens, ou de sua religião. As pessoas são ensinadas a odiar, e se não são ensinadas assim, elas podem aprender a amar, porque o amor chega mais naturalmente ao coração do homem que o seu oposto” – Nelson Mandela.

“Não importa a cor quando duas mãos estão juntas projetando a mesma sombra” – Martin Luther King.

“Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, sempre vai existir guerra” – Bob Marley.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply