Friedrich Engels – Quem foi? Biografia e Principais Obras

Friedrich Engels foi um industrial, filósofo e teórico nascido na Prússia, (atualmente Alemanha). Junto com Karl Marx, Engels elaborou várias teorias no campo da política e da economia, que deram origem ao que ficou conhecido historicamente como Marxismo.

Sua importância se dá não só pela participação efetiva na criação teórica, mas também por defender e divulgar o Marxismo após a morte de Marx, em 1883.

Friederich Engels.

Juventude de Friedrich Engels

Engels nasceu em 28 de novembro de 1820, na cidade de Barmen (atualmente Wuppertal), então Reino da Prússia. Era o filho mais velho de um rico industrial, o que lhe permitiu ter um estudo de qualidade.

Aos 22 anos, foi enviado para a Inglaterra para trabalhar na empresa que tinha seu pai como proprietário. Durante sua estada na Inglaterra, Engels viu de perto a dura realidade dos trabalhadores ingleses, expostos a duras jornadas de trabalho e recebendo baixos salários.

Esse fato mudaria drasticamente seu modo de pensar.

A carreira e a parceria com Marx

Friederich Engels.Após alguns anos, Engels resolve voltar para a Alemanha, fazendo uma parada em Paris para encontrar Karl Marx, um filósofo alemão com quem mantinha correspondência a algum tempo, após um breve encontro nos escritórios da Gazeta Renana, um periódico para o qual ambos escreviam.

Se o contato inicial não foi dos melhores, após o encontro a Paris, a amizade entre os dois cresceu e, não só isso, descobriram que tinham em comum a mesma visão do objetivo da história e dos meios para sua realização, e que seus trabalhos até ali eram complementares.

A partir daí, passaram a trabalhar em parceria, escrevendo juntos várias obras, entre elas o Manifesto Comunista. Apesar do trabalho conjunto com Marx, Engels também escreveu vários livros sozinho, muitos dos quais foram fundamentais para o surgimento do Marxismo.

[ENTENDA MAIS O QUE É COMUNISMO, AQUI]

Principais obras de Friedrich Engels

A sagrada família (em parceria com Marx)

Escrito em 1844, esse livro é uma forma de crítica ao pensamento dos Jovens Hegelianos, um grupo de intelectuais seguidores do filósofo Hegel, e cujo pensamento era dominante no meio acadêmico da época. Esse livro contém a bases do que viria a ser chamado de Socialismo Científico.

O manifesto comunista (em parceria com marx)

Publicado em 1848, o Manifesto Comunista serviu como plataforma para a Liga dos Comunistas, a primeira organização internacional comunista. Trata-se de um panfleto político, no qual as bases dessa doutrina são apresentadas.

A situação da classe trabalhadora na Inglaterra

Essa obra foi resultado da observação prática de Engels sobre a situação da classe trabalhadora na Inglaterra no século XIX.

Trabalhando nas empresas da família em Manchester, Engels viu de perto a miséria na qual viviam os trabalhadores e as péssimas condições de trabalho a que eram submetidos. Foi a partir dessa experiência que Engels se engajou de vez na luta contra as desigualdades.

[ENTENDA MAIS SOBRE A DIFERENÇA DE CAPITALISMO E SOCIALISMO, AQUI

Do Socialismo utópico ao científico

Publicado em 1880, esse livro traz uma distinção, de forma detalhada por Engels, entre o Socialismo Utópico, defendido por Saint-Simon, Charles Fourier e Robert Owen, e o Socialismo Científico, elaborado e defendido por ele e por Karl Marx.

A origem da família, da propriedade e do estado

Nessa obra, publicada em 1884, Engels faz uma relação entre as estruturas familiares ao longo do tempo e o Capitalismo, expondo uma visão histórica da família em relação a questões de classe, subjugação feminina, patriarcado e propriedade privada.

Ludwig Feuerbach e o fim da filosofia clássica alemã

Publicado em 1886, traz uma crítica ao ressurgimento do idealismo de Hegel dentro da classe dominante alemã da época, estendendo sua análise ao materialismo e à filosofia da religião defendidos por Feuerbach.

[ENTENDA MAIS SOBRE A DIFERENÇA DE SOCIALISMO E COMUNISMO, AQUI]

Friederich Engels.

Legado e morte de Friedrich Engels

A carreira de Engels foi ofuscada pela amizade e por seu trabalho conjunto com Marx, que, de certa forma, o reduziu à figura de seguidor das ideias de Marx. Mas, de fato, Engels foi muito mais o que isso.

Sua importância – e sua colaboração – na obra de Marx não pode ser negada, muito menos no papel de divulgador do Marxismo após a morte do amigo.

Coube a Engels a responsabilidade de publicar parte da obra de Marx, a começar pelos capítulos dois e três de O Capital. Não fosse pela atuação de Engels, o Marxismo, tal qual conhecemos hoje, talvez não existisse.

Engels faleceu no dia 5 de agosto de 1985, em Londres, vítima de um câncer na garganta.


Referências utilizadas neste conteúdo:

https://medium.com/@Marighella/sem-engels-n%C3%A3o-haveria-marxismo-7c3e1347b23b
Marx, Karl; Engels, Friedrich. O Manifesto Comunista. Editora Paz & Terra. 2008.
Bottomore, Tom (editor). Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.


Umberto Oliveira

Umberto Oliveira

Bacharel em História pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Conheça Mais Sobre o Autor

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply