Luiz Gonzaga – Quem foi? Biografia e Obras

Também conhecido como o “Rei do Baião”, Luiz Gonzaga foi um músico brasileiro, sanfoneiro, cantor e compositor. Durante toda a sua carreira, ganhou fama e destaque no nordeste brasileiro, sendo reconhecido em todo o país. Uma de suas músicas, “Asa Branca” fez tanto sucesso que tornou-se hino do nordeste.

Desde menino novo, ajudava na roça, mas sua paixão era música. Logo que aprendeu a tocar, começou a animar as festas da região. Toda a sua vida foi cheia de reviravoltas. Viajou por boa parte do Brasil com o exército e lutou bravamente durante 6 anos contra o câncer de próstata.

Em junho de 1989, já de volta à sua terra natal, acabou sendo internado. O Rei do Baião ficou mais de 40 dias no hospital e faleceu em 2 de agosto do mesmo ano, vítima de uma parada cardíaca. Ele estava com 76 anos de idade nesse período.

Conheça Luiz Gonzaga

Luiz Gonzaga

Luiz Gonzaga nasceu em 13 de dezembro de 1912, na Fazenda Caiçara, em Exu, no Sertão de Pernambuco, filho de Januário José dos Santos e de Ana Batista de Jesus. Seu pai era conhecido como o mestre Januário, “sanfoneiro de 8 baixos”. Ele era músico, o que despertou a paixão pelo instrumento em seu filho. Ao todo, o casal teve 8 filhos.

A infância de Luiz foi batalhadora, ajudando os pais e os irmãos a trabalhar na roça para ter o que comer em casa. Também, trabalhava para outros fazendeiros da região, um deles era o Coronel Manuel Aires de Alencar – logo, Luiz Gonzaga tornou-se protegido de Manuel.

Aos 13 anos de idade, conseguiu juntar dinheiro suficiente para comprar sua própria sanfona. Aprendeu a tocar e começou a animar algumas festas. A primeira foi um casamento, momento em que ele percebeu que ganharia a vida com a música.

Aos 17 anos de idade, em 1929, por conta de um amor proibido, acabou fugindo de casa e logo estava morando em Crato, no Ceará. Pouco tempo depois, Luiz vende o seu maior bem para mudar-se para Fortaleza: sua sanfona.

Lá, alista-se no Exército e atua como corneteiro da tropa. Durante esse período, viajou por boa parte do país, instalando-se por um longo tempo em Minas Gerais. Em 1933, não entrou na orquestra do quartel, o que o fez voltar para sua carreira de sanfoneiro. Mandou fazer uma nova sanfona e foi ter aulas com Domingos Ambrósio, tocando pela primeira vez em um clube em Ouro Fino.

Em 1945, o Rei do Baião casa-se com uma cantora chamada Odaléia Guedes dos Santos. No entanto, ela estava grávida de outro homem, mas Luiz assume a responsabilidade, registrando o menino como seu filho, e chamando-o de Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior, o Gonzaguinha. Após a morte de sua esposa, 3 anos depois, casou-se com a professora Helena Cavalcanti.

Carreira musical de Luiz Gonzaga

Após sair do Exército, em 1939, começou a tocar nos bares do Mangue, no Rio de Janeiro. Logo, estava encantando a noite nos cabarés da Lapa. Já era conhecido nessa região, mas tocava outros ritmos como tango e foxtrote. Nesse mesmo ano, tentou participar, pela primeira vez, de um programa de calouros no rádio, mas não teve sucesso.

No ano seguinte, em 1940, participou novamente em um programa chamado “Vira e Mexe”, usando suas raízes nordestinas, o que lhe garante o primeiro lugar. A partir daí, o seu sucesso decolou. Gravou os seus dois primeiros discos em março de 1941, pela gravadora RCA.

Seu sonho era gravar suas músicas nordestinas, pois durante os 5 anos, gravou cerca de 70 músicas, mas apenas 10 era consideradas seus “chamegos”. O primeiro disco do artista como sanfoneiro veio apenas em 1945, quando gravou “Dança Mariquinha”.

Luiz Gonzaga2

Teve uma parceria que durou 5 anos com Humberto Teixeira, um advogado. Durante essa fase, a dupla gravou várias músicas tipicamente nordestinas, com versos simples e cheios de modismos. Além da sanfona, suas canções possuíam triângulo e zabumba. A música “Asa Branca” foi uma das primeiras a fazer sucesso em todo o país, sendo lançada em 1947.

Entre idas e vindas de Recife para o Rio de Janeiro, conheceu o médico Zé Dantas, com o qual também teve uma boa parceria na música. Entre os anos de 1948 e 1954, morou em São Paulo e passou a viajar por todo o país, chegando a ir para o exterior, em Paris.

Músicas de Luiz Gonzaga

  • Asa Branca;
  • Luar do Sertão;
  • Súplica Cearense;
  • A Feira de Caruaru;
  • No Meu pé de Serra;
  • A Triste Partida;
  • Assum Preto;
  • Olha Pró Céu;
  • Balance Eu;
  • Paraíba;
  • Pau de Arara;
  • Cintura Fina;
  • Danado de Bom;
  • Riacho do Navio;
  • Xote das Meninas;
  • No Ceará Não Tem Disso Não;
  • Numa Sala de Reboco;
  • Respeita Januário;
  • Pagode Russo;
  • Último Pau de Arara;
  • O Fole Roncou;
  • Zé Matuto;
  • Dezessete e Setecentos;
  • Dança Mariquinha;
  • Baião de Dois;
  • ABC do Sertão.

Marcela Mazetto

Marcela Mazetto

Jornalista formada pela PUCPR, tem 21 anos e é viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Conheça Mais Sobre o Autor

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply