O que é mito? Veja a Definição da Palavra Aqui

As palavras podem ser confundidas e mal utilizadas, por isso é bom conhecê-las antes de utilizá-las e não causar nenhuma duplicidade ou erro de interpretação ao interlocutor. Veja, abaixo, o significado da palavra mito e conheça mais sobre ela.

Origem

A etimologia da palavra surgiu na Grécia, ou seja, vem do grego μυθος, mithós.

Significado

Mito representa histórias imaginativas que tentam explicar o surgimento da vida e os acontecimentos da natureza. São quase como hipóteses e histórias inventadas para dar sentido à existência das coisas presentes no universo, bem como o comportamento das pessoas e muito mais. As teorias criadas abrangem pensamentos sobre o mundo, os homens, os animais, as doenças e as práticas de medicina, pesca, caça, ódio e amor entre homens, mulheres e até animais.

Essas histórias passaram a existir com um propósito comum de compreender coisas que não poderiam ser explicadas pelas civilizações antigas, devido à falta de recursos, equipamentos e própria cultura e sociedade. Para isso, as antigas civilizações utilizavam como ferramentas para a construção dos mitos as histórias de heróis, as simbologias, os deuses e personagens sobrenaturais superiores aos humanos.

pra que serve os mitos?

Um mito é sempre baseado em crenças e em tempo e espaço delimitados, refletindo costumes de uma época. Eles buscam perpetuar o conhecimento e trazer respostas para as suas perguntas, além de também estarem associados a rituais. Exemplos disso são sacrifícios, danças, orações e cerimônias realizadas.

Os mitos, geralmente, são designados para retratar civilizações antigas e suas explicações para o que se acontecia, porém vale ressaltar que muitos povos da sociedade contemporânea ainda utilizam mitos em suas culturas, como é o caso da mitologia grega.

Como Funciona?

Um mito pode ser simbólico ou mesmo explicativo. O explicativo é aquele que busca respostas, conhecimentos e explicações de fatos para os quais não se têm respostas. Já o de caráter simbólico é aquele que está, normalmente, associado a datas e religiões.

Usado de Forma Errada

Muitas vezes, a palavra mito é usada de uma forma ofensiva, para designar pensamentos e teorias que não fazem sentido ou não têm comprovação científica, considerando-a apenas como histórias que não possuem fundamentos.

Outras vezes, ainda, mito é utilizado erroneamente para referir-se a histórias que se transformaram em lendas após se unificarem à cultura de um povo. No entanto, lendas podem ser baseadas em casos reais, como Joana d’Arc. As histórias reais, no entanto, também podem transformar-se em mitos, caso tenham uma simbologia muito grande para determinada sociedade.

A Caixa de Pandora

o que é mito?

A caixa de pandora é um exemplo de mito grego, que trata da primeira mulher que chegou à Terra, trazendo ao mundo, que antes era um lugar pacífico, tudo o que há de ruim. Antes de sua vinda, os homens teriam sido criados por Prometeu, a partir do barro, que entregaria fogo a toda população. No entanto, Zeus não deixou que Prometeu entregasse o elemento, considerando-o sagrado. Mas, desobedecendo ordens superiores, o criador dos homens não acatou a tais exigências, sendo, posteriormente castigado por toda a eternidade, amarrado em uma pedra, na qual, todos os dias, uma águia vira comer-lhe o fígado.

Como se não bastasse, Zeus ainda castigou os homens por aceitarem o item proibido e criou a primeira mulher – Pandora. Junto com ela, havia uma caixa a qual foi ordenado que jamais fosse aberta. O que a mulher não sabia é que lá dentro havia todo o mal da humanidade, a discórdia, o ódio e as doenças, mas também um presente, a esperança no fundo da caixa.

Pandora não aguentou de curiosidade e abriu a caixa, liberando diversos males, mas resguardando a esperança, antes que essa pudesse sair.

Esse mito tem como objetivo mostrar a sensualidade, a beleza, o poder e a dissimulação feminina.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply