Substantivo sobrecomum – O que é? Exemplos e Exercícios

Os substantivos sobrecomuns são aqueles que possuem apenas um gênero gramatical, servindo para designar indivíduos de ambos os sexos. Para determinar o gênero, é preciso realizar algumas alterações na frase, como veremos.

Caso queira se aprofundar no assunto, continue lendo este artigo que nós, do Gestão Educacional, preparamos para você! Ao final, há um exercício para você testar o seu entendimento sobre o assunto. Não deixe de fazê-lo!

Substantivo sobrecomum: o que é?

São chamados substantivos sobrecomuns aqueles que só possuem um gênero gramatical e designam pessoas de ambos os sexos. Confira os exemplos para compreender melhor:

  • O apóstolo;
  • O cônjuge;
  • A pessoa;
  • A criança.

Perceba que os substantivos em questão designam os indivíduos de ambos os sexos. Nesse caso, não há “crianço”, por exemplo, uma vez que o substantivo “a criança” pode se referir tanto a um indivíduo do sexo masculino quanto do sexo feminino.

Celso Cunha (2017, p. 209) observa que, para se especificar o sexo do indivíduo, é preciso complementar a frase, como: “a criança do sexo masculino” ou “o cônjuge feminino”.

Hoje em dia, há toda uma discussão em relação ao fato de a língua portuguesa ser um pouco machista por sempre colocar em primeiro lugar o sexo masculino. Essa discussão também se aplica aos substantivos sobrecomuns. Tanto é que, especialmente na literatura e na poesia, alguns autores já fazem uso de termos como “a apóstola”, por mais que ele ainda não esteja presente em dicionários e listas de vocabulários.

É o mesmo que substantivo comum de dois gêneros e substantivo epiceno?

A resposta é não. Não se deve confundir substantivo sobrecomum com substantivo comum de dois gêneros nem substantivo epiceno, apesar de eles terem uma similaridade quanto ao gênero.

Como vimos, o substantivo sobrecomum tem apenas um gênero, servindo para designar pessoas de ambos os sexos.

Já os substantivos comuns de dois gêneros são aqueles que possuem uma única forma para ambos os gêneros, não havendo, portanto, alteração na estrutura da palavra, mas ela varia de gênero por meio de seus determinantes. Por exemplo: “jornalista”, que não possui “Jornalisto”, mas possui: “o jornalista e a jornalista”.

Os substantivos epicenos, por sua vez, são aqueles que nomeiam animais que só possuem um gênero gramatical, ou seja, servem para ambos os sexos, como “o crocodilo” ou “a pulga”.

Exemplos de substantivos sobrecomuns

  • O algoz;
  • O apóstolo;
  • O carrasco;
  • O verdugo;
  • A criança;
  • A criatura;
  • A pessoa;
  • A testemunha.

Referências utilizadas neste conteúdo: CUNHA, Celso. Nova gramática do português contemporâneo. Rio de Janeiro: Lekixon, 2017.ROCHA LIMA, Carlos Henrique da. Gramática Normativa da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: José Olympio, 1996.
Alexandre Garcia Peres, formado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), gosta de arte, literatura, língua portuguesa, poesia e do seu gato.

Quizz

Teste seus conhecimentos sobre Substantivo sobrecomum – O que é? Exemplos e Exercícios

1) Leia as afirmações abaixo a respeito dos substantivos sobrecomuns, atentando-se se são verdadeiras ou falsas, e depois faça o que se pede.

I. Os substantivos sobrecomuns são aqueles que só possuem um gênero gramatical. Isso significa que as pessoas as quais eles nomeiam são sempre do gênero correspondente ao substantivo.
II. Os substantivos sobrecomuns são aqueles que só possuem um gênero gramatical. Isso significa que eles servem para designar indivíduos de ambos os sexos, sem sofrer alterações em sua estrutura nem variar nos determinantes.
III. Para especificar o gênero do indivíduo nos substantivos sobrecomuns, é preciso reformular a frase, como em “a testemunha do sexo feminino”.
IV. Substantivos sobrecomuns não devem ser confundidos com substantivos comuns de dois gêneros nem com substantivos epicenos, pois cada um deles representa um tipo diferente de substantivo.
V. Substantivo sobrecomum é sinônimo de substantivo comum de dois gêneros e de substantivo epiceno, pois os três representam o mesmo tipo de substantivo.

São afirmações verdadeiras:

  • a) II e IV
  • b) I, III e IV
  • c) II, III e IV
  • d) I, III e V

Deixe seu comentário