Período simples e composto – O que é? Qual a diferença? Exemplos

Dá-se o nome “período” a toda frase constituída de uma ou mais orações. Quando o período possui apenas uma oração, ele é chamado “período simples”. Quando recebe duas ou mais orações, sejam elas quantas forem, o período é chamado “período composto”.

Caso você queira saber a diferença entre frase, oração e período, recomendamos este outro artigo do Gestão Educacional, em que exploramos a diferença entre os termos.

Período simples

O período simples é o nome que se dá à frase constituída apenas por uma oração. Lembrando que a oração, por sua vez, é necessariamente constituída de um verbo (ou de uma locução verbal) e de um predicado (geralmente também possui sujeito, mas há orações sem ele).

Além disso, outra característica determinante do período é o fato de ele sempre terminar com uma pausa bem definida. Na língua escrita, essa pausa é marcada com algum ponto, como o ponto final, o ponto de exclamação, o ponto de interrogação etc.

Confira alguns exemplos de períodos simples, ou seja, de frases que possuem apenas uma oração:

  • Flávia comprou o ingresso para o show;
  • Hoje, choveu o dia inteiro;
  • Recebi a sua encomenda;
  • Quem cortou o seu cabelo?

Perceba que todas as frases a seguir atendem aos requisitos para serem consideradas períodos simples: possuem apenas uma oração e são terminadas com pausas definidas.

Quando o período é simples, ou seja, tem apenas uma oração, esta oração recebe o nome de “oração absoluta”.

Período composto

Por outro lado, o período composto é sempre formado de duas ou mais orações. Não há limites de orações que podem compor um período composto. Isso porque toda língua natural é dotada da chamada recursividade, ou seja, a ação de se encaixar frases atrás de frases, de maneira ilimitada, construindo períodos cada vez maiores.

Da mesma forma que no período simples, o período composto possui uma pausa bem definida, marcada por ponto, ponto de interrogação, reticências etc.

Veja alguns exemplos de períodos compostos, ou seja, de frases que possuem duas ou mais orações:

  • Aline acordou, escovou os dentes e foi para a faculdade;
  • Eu viajei para o nordeste para conhecer a família de minha noiva;
  • Se eu for embora, jamais voltarei.

Nos exemplos acima, cada uma das frases possui mais de um verbo. Tratam-se, portanto, de períodos compostos.

O período composto pode ser formado por coordenação ou subordinação.

Período composto por coordenação

Quando formado pelo processo da coordenação, as orações do período composto são conectadas pelas chamadas conjunções coordenativas, podendo estas serem aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas ou explicativas.

Confira abaixo um exemplo de período composto formado por coordenação. Os verbos estão em negrito e a conjunção coordenativa, que nesse caso é do tipo adversativa, está sublinhada.

  • Até gosto de cães, mas prefiro gatos.

Quando o período composto é formado por coordenação, cada uma das orações recebe um nome. A oração não iniciada por uma conjunção coordenativa é chamada oração coordenada assindética. Já a oração coordenada, ou seja, a oração introduzida por uma conjunção coordenativa, é chamada oração coordenada sindética (ela também pode receber o nome de acordo com o tipo de oração; no exemplo acima, temos, portanto, uma oração coordenada alternativa).

Em períodos compostos, pode-se haver inúmeras orações coordenadas sindéticas, mas apenas uma oração coordenada assindética. No exemplo utilizado, temos uma oração coordenada assindética (“até gosto de cães”) e uma oração coordenada sindética, ou oração coordenada alternativa (“mas prefiro gatos”).

Período composto por subordinação

Quando formado pelo processo de subordinação, as orações do período composto são conectadas pelas chamadas conjunções subordinativas, podendo estas serem causais, concessivas, condicionais, finais, temporais, consecutivas, comparativas ou integrantes.

Confira abaixo um exemplo de período composto formado por subordinação, com os verbos em negrito e a conjunção subordinativa, nesse caso do tipo causal, sublinhada:

  • Eu voltei para casa mais cedo porque estou doente.

Quando o período composto é formado por subordinação, cada uma das orações dele recebe um nome. A oração não iniciada por uma conjunção é chamada de oração principal. Já a oração iniciada por uma conjunção subordinativa é chamada de oração subordinada, sendo esta dependente do sentido da oração principal. A oração subordinada recebe o nome a partir do tipo da conjunção subordinativa: no exemplo acima, temos uma oração subordinada causal.

Cada período composto formado por subordinação terá apenas uma oração principal. No exemplo acima, a oração principal é “eu voltei para casa mais cedo”. Por outro lado, elas poderão ter inúmeras orações subordinadas. No exemplo acima, há apenas uma: a oração subordinada causal “porque estou doente”.

Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres, formado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), gosta de arte, literatura, língua portuguesa, poesia e do seu gato.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content