Substantivo epiceno – O que é? Regras, Exemplos e Exercícios

O substantivo epiceno é aquele que nomeia determinados animais e possui apenas um gênero gramatical, ou seja, que não varia gramaticalmente em feminino e masculino.

Pode parecer fácil, mas, para compreender bem o assunto, é preciso atentar-se a alguns detalhes, como: todos os substantivos que nomeiam animais são epicenos? Como especificar o sexo da espécie no caso dos substantivos epicenos?

Essas e outras perguntas serão respondidas neste artigo completo do Gestão Educacional! Confira!

Substantivo epiceno: o que é?

São chamados substantivos epicenos aqueles que nomeiam animais e possuem apenas uma forma, que serve para ambos os gêneros, não variando, portanto, em feminino e masculino. Veja os exemplos:

  • O rinoceronte;
  • O tatu;
  • A mariposa;
  • A cobra.

Perceba que os substantivos acima possuem apenas um gênero gramatical. Portanto, não há “o mariposa” ou “mariposo”.  Isso, obviamente, no âmbito da língua.

Por mais que eles possuam apenas um gênero gramatical, há, obviamente, seres de ambos os gêneros. Para se referir ao animal especificando-se o sexo, é preciso fazer uso das palavras “macho” e “fêmea”, como “o macho da mosca” ou “tigre fêmea”.

Vale ressaltar que nem todo substantivo que nomeia animais é um substantivo epiceno. Por exemplo, “gato” não é um substantivo epiceno, pois possui a forma flexionada no gênero feminino: “gata”.

É o mesmo que substantivo sobrecomum e comum de dois gêneros?

A reposta é não. Como vimos, os substantivos epicenos são aqueles que possuem apenas um gênero gramatical e são usados para nomear essencialmente animais.

Já os substantivos sobrecomuns são aqueles que também possuem apenas um gênero gramatical, mas que são usados para nomear indivíduos, como “a pessoa”, que pode estar se referindo tanto a um homem quanto a uma mulher, ou “o carrasco”, que também pode indicar alguém de ambos os sexos.

Os substantivos comuns de dois gêneros, por sua vez, são aqueles que, por mais que possuam apenas uma forma para ambos os sexos, variam quanto ao gênero, por conta de seus determinantes (artigos, adjetivos etc.). Como: “colega”, que pode ser tanto “o colega” quanto “a colega”, mudando-se o determinante, mas mantendo-se a estrutura da palavra intacta.

Exemplos de substantivos epicenos

  • O besouro;
  • O gavião;
  • O Jaguar;
  • O condor;
  • A borboleta;
  • A cobra;
  • A formiga;
  • A tartaruga.

Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres, formado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), gosta de arte, literatura, língua portuguesa, poesia e do seu gato.

Conheça Mais Sobre o Autor

Teste seus conhecimentos sobre Substantivo epiceno – O que é? Regras, Exemplos e Exercícios

1) Leia as afirmações abaixo a respeito dos substantivos epicenos, atentando-se se são verdadeiras ou falsas, e depois faça o que se pede.

I. Os substantivos epicenos são aqueles que possuem apenas um gênero gramatical e que são usados para nomear animais ou indivíduos.
II. Os substantivos epicenos são aqueles que possuem apenas um gênero gramatical e que são usados para nomear apenas animais.
III. Todos os substantivos que nomeiam animais são epicenos.
IV. O sexo da espécie nomeada por substantivo epiceno pode ser especificado por meio de determinantes como artigos.
V. Para se especificar o sexo de uma espécie nomeada por substantivo epiceno é preciso fazer uso dos termos “macho” e “fêmea”.

São afirmações verdadeiras:

  • a) I e IV.
  • b) II e IV.
  • c) I e V.
  • d) II e V.

2) Assinale a alternativa que só possui substantivos epicenos:

  • a) A lontra, a leoa, a baleia
  • b) A onça, a pulga, a lesma.
  • c) A capivara, a girafa, a coelha.
  • d) A pulga, o cachorro, a girafa.

Deixe seu Comentário

WebGo Content