Cleópatra – Quem foi? Biografia e Feitos

Cleópatra foi a última rainha do Egito, viveu relacionamentos amorosos com Júlio César e Marco Antônio e tornou-se uma das mulheres mais famosas e intrigantes da história.

Quem foi?

Embora rainha do Egito, Cleópatra era de origem grega. O Império Macedônico, que compreendia o vasto território conquistado por Alexandre, o Grande, foi dividido por seus generais após a morte do grande líder, em 323 a.C. O Egito coube a Ptolomeu, que governou como Ptolomeu I. O pai de Cleópatra, Ptolomeu XII, pertencia a essa dinastia.

Cleópatra nasceu em 69 a.C., na cidade Alexandria, norte do Egito, e desde criança conviveu com traições e intrigas. Antes de morrer, em 51 a.C., Ptolomeu XII nomeou como regentes os filhos mais velhos, Cleópatra e Ptolomeu XIII. Os dois se casaram, de acordo com o costume adotado pela família. O reinado conjunto durou apenas 3 anos, e em 48 a.C., o irmão, manipulado por homens influentes dentro da corte, expulsa Cleópatra.

O encontro com César

Nesse momento, do outro lado do Mediterrâneo, Roma vivia uma Guerra Civil. Júlio César e Pompeu, dois dos maiores generais da república romana, disputavam o poder em uma luta violenta. Após ser derrotado na batalha de Farsalos, Pompeu busca refúgio no Egito, onde acaba sendo assassinado por Ptolomeu XIII.

O assassinato de Pompeu deixou César furioso, pois, apesar de inimigos, Pompeu era um grande general de Roma, e tinha sido casado com a filha de César. Esse fato acaba levando César para o Egito.

Ao saber da chegada de César, Cleópatra viu a oportunidade de reverter a sua situação, buscando a ajuda do general romano. Impedida de se aproximar do palácio real, ela precisa elaborar um plano para que o encontro aconteça.

De acordo com o historiador grego Plutarco, Cleópatra marcou um encontro secreto com César, a fim de lhe entregar um presente. Um servo da rainha aparece trazendo um grande tapete e, ao desenrolá-lo, mostra que o presente era a própria Cleópatra enrolada dentro dele.

Independente da veracidade da história, fato é que o encontro com entre eles foi arrebatador. César volta para Roma deixando Cleópatra como governante do Egito (ao lado do irmão mais novo, Ptolomeu XIV) e grávida de um filho seu.

Cleópatra

A vida em Roma

Um ano após partir do Egito, César convida Cleópatra para viver em Roma, apesar do fato de ser casado. A presença da rainha do Egito, amante do general, provoca escândalo e reprovação na população. Mas, isso não impede que Cleópatra seja homenageada por César com estátuas pela cidade.

Cleópatra estava em Roma quando César foi assassinado, em 44 a.C. Temendo qualquer represália, ela foge da cidade e volta para o Egito. Com a morte do irmão (possivelmente assassinado, segundo alguns historiadores), ela agora reina sozinha.

O encontro com Marco Antônio

Dois anos após a morte de César, Marco Antônio procura por Cleópatra, em busca de apoio e recursos financeiros para equipar seu exército. Ele agora governa Roma ao lado de Otávio e Lépido (o segundo Triunvirato).

Antônio e Cleópatra se encontram em Tarso, na atual Turquia. Os dois se tornam amantes e passam o inverno juntos. Quando Antônio volta para Roma, Cleópatra está grávida, dando à luz a gêmeos no ano seguinte.

Quatro anos depois, em 37 a.C., Antônio passa a viver em Alexandria. O casal faz planos de construir juntos um grande império. Antônio nomeou os filhos como governantes de terras pertencentes à Roma, causando indignação por parte do Senado e de Otávio, com quem dividia o governo romano. O segundo Triunvirato termina oficialmente em 33 a.C. Agora, Marco Antônio é um inimigo de Roma.

A morte de Cleópatra

Em 31 a.C., Roma declara guerra a Antônio e Cleópatra. No mesmo ano, os dois exércitos se enfrentam na batalha de Actium, na Grécia. As tropas de Otávio vencem, mas Antônio e Cleópatra conseguem fugir de volta para Alexandria. Diante da derrota e da perspectiva de serem capturados, optam pelo suicídio. A lenda diz que ela foi morta por uma picada de cobra venenosa, mas não há comprovação histórica desse fato.

Curiosidades

O nome Cleópatra vem do grego, e significa “glória do pai”.  Era um nome muito comum na dinastia ptolomaica. A Cleópatra famosa foi, possivelmente, a sétima a utilizar esse nome.

Muito se fala sobre a beleza de Cleópatra, mas, de fato, pouco se sabe sobre sua verdadeira fisionomia. Cleópatra era uma mulher inteligentíssima, carismática, falante de várias línguas e possuidora de profundos conhecimentos sobre política e administração.

Apesar do apoio de dois dos mais poderosos generais de Roma, esse conhecimento foi fundamental para que ela conseguisse governar o Egito por mais de 20 anos, e deve ter sido o principal fator que lhe permitiu chamar a atenção de César e Marco Antônio.


Umberto Oliveira

Umberto Oliveira

Bacharel em História pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Conheça Mais Sobre o Autor

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply