Cnidário – Características, Classes e Mais

Animais do filo Cnidaria, os cnidários ou celenterados, como também chamados, são organismos pluricelulares, que vivem comumente em ambientes aquáticos, por isso, sua maioria é marinha. São mais de 11 mil espécies de cnidários no planeta Terra, sendo que os mais conhecidos são caravelas, anêmonas, medusas, hidras e outros.

São poucas as espécies que vivem em água doce, ademais, não existe nenhuma que seja terrestre. O seu nome advém do fato de que são os primeiros animais com registro de uma cavidade digestiva no corpo, enaltecendo essa evolução presente na maioria dos animais.

Principais características dos cnidários

Cnidário: características, classes e mais

Caravela, uma espécie dos cnidários.

Essa espécie possui um tipo único de célula nos tentáculos, chamada de cnidócito. Elas lançam o nematocisto, um tipo de cápsula com espinhos e um líquido que queima.

Esse nematocisto é que libera substâncias tóxicas no momento de defesa e captura da presa, é comum que em humanos aconteçam as queimaduras, quando em contato direto. Os cnidários possuem dois tipos morfológicos, entre eles as medusas e os pólipos. Algumas das espécies acabam passando pelas duas fases em momentos diferentes da vida.

As medusas contam com organismos natantes, corpo gelatinoso, em forma de sino e com tentáculos, além da boca central. São animais que possuem simetria radial, além de tecidos verdadeiros, mas sem órgãos.

Já os pólipos possuem organismos sésseis, ou seja, que são colados a um substrato. Possuem formato tubular, podem viver isolados ou em colônias. Não têm sistema circulatório, digestório e nem respiratório.

Forma de alimentação

Os cnidários possuem o sistema digestório incompleto, faltando o ânus. Ele é formado por uma cavidade com apenas uma abertura, servindo para entrada dos alimentos e saída dos dejetos.

O alimento é absorvido com a ajuda dos tentáculos, depois, quando fracionados pelas enzimas, os excrementos são eliminados pela mesma localidade. O animal só se alimenta de novo depois de eliminar os dejetos por completo.

Esses animais são carnívoros, comendo partículas suspensas na água e animais aquáticos de pequeno porte.

Respiração

Esses animais não possuem um sistema respiratório, as trocas de gases acontecem direto nas células, por meio da difusão.

Sistema nervoso

Cnidário: características, classes e mais

Água viva.

Esses são os primeiros animais que apresentam neurônios, ou seja, células nervosas. Mas é importante saber que mesmo com a presença do sistema nervoso, ele ainda é bem simples.

Ele é difuso, onde as células nervosas possuem uma rede em contato com as células sensoriais e contráteis.

Sistema reprodutor

Podem ter a reprodução tanto assexuada quanto sexuada. A primeira acontece por meio do brotamento: são desenvolvidos brotos em cima do corpo, gerando, assim, novos indivíduos. Já a segunda acontece nos cnidários dioicos – que possuem sexos separados – ou nos monóicos – hermafroditas. Nessa reprodução, existem os gametas masculinos e femininos, sendo que o macho libera os espermas na água, que fecundam o óvulo feminino, presente na superfície do corpo do animal.

A forma mais comum é por meio da fecundação externa, onde os gametas se encontram na água, desenvolvendo o zigoto em fase de larva. Ainda, existem algumas espécies de cnidários que alternam de gerações – uma fase é pólipo, com reprodução assexuada, e outra com reprodução sexuada.

Classes dos cnidários

Anthozoa

Cnidário: características, classes e mais

A classe que engloba o maior número de espécies é a dos pólipos. O animal que melhor representa essa classe é a anêmona-do-mar, que tem forma cilíndrica, com base fixa em um substrato. Em sua extremidade, encontramos a boca, rodeada de tentáculos flexíveis.

Nessa classe, também encontramos os corais, que são, basicamente, uma colônia de pólipos com mais de 100 mil uniões.

Hydrozoa

Cnidário: características, classes e mais

As hidras costumam não se mexer, o que faz com que sejam comumente confundidas com vegetação marinha. Ao movimentar seus tentáculos, é possível encontrar suas presas e, no meio delas, a pulga d’água.

As espécies escassas de água doce são todas classificadas como Hydrozoa.

Scyphozoa

Cnidário: características, classes e mais

Marcada principalmente pela água viva ou pela caravela, possuem tentáculos, além das células urticantes, responsáveis pelas queimaduras na pele e, no caso dos animais, pela morte.

Cubozoa

Cnidário: características, classes e mais

Cnidários no formato de medusas e com o corpo incolor, são super venosos, super predadores e excelentes nadadoras. Possuem apenas 20 espécies, sendo a mais letal a vespa-do-mar, que, com sua toxina, pode matar 60 humanos adultos.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply