Compostagem: entenda o seu funcionamento e saiba como fazer uma em casa

Em tempos em que a reciclagem ganha cada vez mais espaço na sociedade, conhecer formas de reciclar o lixo e aproveitar melhor os produtos que consumimos é uma ótima maneira de ajudar a preservar o planeta Terra. Por isso, neste artigo, abordaremos sobre a compostagem, para que ela serve e como fazer uma em sua própria casa.

compostagem

O que é e para que serve a compostagem?

A compostagem nada mais é do que um processo biológico que aproveita a matéria orgânica de origem doméstica, industrial, agrícola e florestal, fazendo a reciclagem desses detritos.

Esse processo é totalmente natural, pois os micro-organismos, como bactérias e fungos, alimentam-se da matéria orgânica e a transformam em húmus, que é muito fértil e rico em nutrientes. Esse material pode ser usado de várias maneiras. Por exemplo, serve como adubo orgânico para a agricultura, o que faz com que se reduza o uso de fertilizantes químicos nocivos aos seres humanos na plantação.

O trabalho de compostagem serve para diminuir as sobras de alimentos, proporcionando uma maneira mais prática de reciclagem de resíduos produzidos em casa. Entre as vantagens, podemos destacar que o processo de decomposição do lixo orgânico não produz gás metano, que normalmente é gerado pelo lixo acumulado nos aterros sanitários, que, por sua vez, não recebem nenhum tipo de tratamento.

Vale lembrar que o gás metano é extremamente nocivo ao meio ambiente, pois ele é um gás 25 vezes mais potente do que o gás carbônico e, além disso, é um dos gases do efeito estufa, responsável pelas mudanças climáticas e diversos malefícios à atmosfera da Terra.

[CONFIRA TAMBÉM: O QUE É O EFEITO ESTUFA?]

Outro ponto que mostra a utilidade proporcionada pela compostagem é a redução na produção de lixo, o que vai afetar na consequente diminuição do transporte e emissão de gás carbônico no ar, além de um menor uso dos aterros sanitários para armazenamento de lixo.

Parte desse trabalho de reaproveitamento do material orgânico é feito pelas usinas de compostagem, que transformam toneladas de lixo em material que pode ser reutilizado. Essas empresas manipulam o material orgânico em decomposição e estimulam a produção de micro-organismos, fazendo com que esses dejetos sirvam de alimento para plantas e possam ser usados na lavoura, nos jardins e nas hortas.

Saiba como fazer compostagem na sua casa

Sabia que é possível realizar a compostagem em casa, aproveitando os restos de alimentos para transformar em adubo de alta qualidade? Isso mesmo, essa produção ainda pode ser usada nas plantas do seu jardim ou até para adubagem de alguma horta em seu quintal. Abaixo, indicamos seis passos para o procedimento caseiro:

Passo a passo para fazer uma compostagem

  • 1º passo: de início, você precisa adquirir uma composteira doméstica, que é facilmente encontrada em diversas lojas especializadas e também pela Internet;
  • 2º passo: deixe a composteira em local bem arejado, mas sem ficar exposta ao sol, ao vento ou à chuva;
  • 3º passo: no fundo das caixas digestoras, você deve colocar terra misturada com serragem. Em seguida, insira minhocas e deixe as caixas “descansando”, por cerca de duas semanas, para as minhocas se acostumarem com o ambiente;
  • 4º passo: coloque os restos de alimentos que vão servir de comida para os bichinhos (podem ser folhas secas, borra de café, cascas de banana e de mandioca, além de vegetais que não sejam cítricos nem apimentados). Lembre-se de acrescentar somente pedaços pequenos e que estejam frescos;
  • 5º passo: chegou o momento de inserir os resíduos orgânicos. Eles devem permanecer em um canto da composteira e não espalhados pela caixa. Depois, cubra tudo com serragem fina, para que não haja prejuízo na oxigenação do local. Esse material seco pode ser formado por folhas, grama e palha, que proporcionarão um maior equilíbrio entre carbono e oxigênio na composteira;
  • 6º passo: Para coletar o húmus formado a partir da composteira doméstica, você precisará deixar a caixa cheia exposta ao sol. Isso fará com que as minhocas se escondam e permitirá a retirada de forma mais fácil. A partir disso, extraia o material, até ficar dois dedos de terra, que servirá como uma espécie de cama para as minhocas novamente. O material coletado é tão rico em nutrientes que pode, até mesmo, recuperar solos degradados.

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply