Cultura do Sul – Formação, Festas, Dança, Música, Culinária e Roupas

O Brasil é um país imenso, com uma cultura amplamente diversa. Cada região nacional apresenta aspectos culturais próprios, influenciados pela história local e pela presença de imigrantes que contribuíram com elementos de sua própria cultura para a formação de uma nova.

Na região Sul, a cultura é fortemente marcada pelas imigrações, sobretudo alemã e italiana, com grande contribuição na língua, nos costumes, na culinária, etc.

Imigração alemã

Os primeiros imigrantes alemães chegaram ao sul do país no início do século XIX. Era um grupo numeroso, que vinha em busca de uma nova vida. Eles introduziram vários aspectos de sua cultura na região e deram importante contribuição à expansão da ocupação econômica.

As cidades que receberam o maior número de imigrantes alemães foram São Leopoldo e Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul; Blumenau, Joinville, Brusque e São Bento do Sul, em Santa Catarina; Londrina, Rio Negro e Cruzeiro do Oeste, no Paraná, entre outras.

Uma das principais contribuições culturais desses povos pode ser vista na arquitetura. Cidades como Blumenau, Joinville e Pomerode são exemplos de lugares que foram fortemente marcadas pela arquitetura germânica das casas.

Imigração italiana

Os italianos começaram a chegar por volta de 1870, fixando-se inicialmente na áreas rurais. Ocuparam posição de inegável destaque na formação da cultura da Região Sul. Dedicando-se à agricultura, sobretudo ao cultivo do vinho, e foram responsáveis pelo surgimento de várias cidades, como Caxias do Sul e Bento Gonçalves, em Porto Alegre, e Nova Trento, em Santa Catarina.

Açorianos

No final do século XVIII, vários imigrantes portugueses, oriundos do Arquipélago dos Açores, vieram para o sul do país, fugindo das péssimas condições de vida pelas quais passavam nas ilhas. Estabelecidos principalmente no Rio Grande do Sul, dedicavam-se à agricultura, cultivando trigo, algodão, cevada e arroz, e contribuindo com novas técnicas de plantio.

Outros povos

Além de alemães e italianos e portugueses, poloneses e ucranianos também emigraram para a região sul do país. Todos esses povos contribuíram com aspectos de sua própria cultura, como a língua, culinária, entre outros, para, junto à cultura que já existia na região, formar o quadro cultural que hoje conhecemos.

Muito da cultura do sul, sobretudo no Rio Grande do Sul, vem também da influência do gaúcho, nome que se dá ao habitante dos pampas, área que se estende até o Uruguai e norte da Argentina.

Quer conhecer mais sobre cada um dos estados da Região Sul? Então, clique nos botões abaixo para conferir:
MAPA DO RIO GRANDE DO SUL, CLIQUE AQUI! MAPA DE SANTA CATARINA, CLIQUE AQUI! MAPA DO PARANÁ, CLIQUE AQUI!

 

As festas

Oktoberfest

A Oktoberfest é uma festa de tradições germânicas, realizada todos os anos no mês de outubro, na cidade de Blumenau, Santa Catarina. Originalmente celebrada em Munique, a festa acontece desde 1984, e é considerada a maior festa alemã das Américas. Trata-se de uma grande celebração da cultura germânica, apresentando um festival de cerveja, shows, desfiles, danças típicas e gastronomia variada.

Festa da uva

A Festa Nacional da Uva é um evento realizado atualmente a cada dois anos em Caxias do Sul, no estado do Rio Grande do Sul, que celebra a história, a cultura e a produção agroindustrial da cidade e da região. É uma festa que, além de promover os produtos típicos locais, busca também enaltecer a imigração italiana, que foi muito numerosa na região.

Danças e músicas

A região sul do país apresenta uma grande variedade de danças e ritmos, fruto da mescla cultural resultante de habitantes de origens diferentes. Entre as danças e músicas típicas, podemos destacar:

  • Dança das fitas: de origem portuguesa, a dança de fitas consiste em um mastro no qual são atreladas diversas fitas coloridas que são seguradas pelos dançarinos, enquanto estes dançam e giram formando desenhos com as fitas;
  • Chula: consiste em uma dança masculina, na qual os participantes dançam em torno de um bastão de madeira executando saltos e sapateados;
  • Na música: há vários estilos musicais que se destacam nessa região do país, sobretudo, fandango, vanerão, xote, facão, tatu, balaio, chamamé e chimarrita.

Culinária

Entre os pratos típicos da região, podemos destacar o churrasco, a polenta, o barreado, a cuca e o chimarrão, entre muitos outros.

Roupas

Entre as roupas típicas, temos:

  • Bombacha: calças largas, por vezes usadas por dentro de botas, que são abotoadas na altura do tornozelo;
  • Poncho: peça de roupa típica, encontrada em todo o sul do continente, muito utilizada como proteção contra o frio;
  • Vestido de prenda: vestido, geralmente sem decote ou com decote muito discreto, adornado com rendas, bordados e fitas, entre outros.

Vale destacar que a maioria dessas vestimentas são para ocasiões específicas, como no caso de festas e eventos típicos, não sendo comum utilizá-las no dia a dia.

Umberto Oliveira

Bacharel em História pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content