Desse ou deste? Significado e Exemplos

Desse e deste costumam gerar dúvida quando falamos ou escrevemos. Afinal, qual é a palavra certa a ser utilizada em um bate-papo ou na redação de um vestibular, por exemplo?

Curiosamente, ambos os termos são gramaticalmente corretos. Portanto, é perfeitamente possível falar “quero um pedaço desse bolo” ou “quero um pedaço deste bolo”.

No entanto, não se engane: embora estejam corretas e a escrita dessas palavras seja semelhante (só uma letra é diferente), elas querem dizer coisas distintas, e é justamente nisso que reside a principal diferença entre ambas.

Na gramática, as palavras desse e deste são classificadas como pronomes demonstrativos, que são termos com finalidade de situar pessoas ou coisas em um tempo ou espaço.

Desse ou deste

Desse e deste são formados pela contração da preposição “de” com os pronomes “esse” e “este”, respectivamente, e são variáveis em número, passando a apresentar as formas plurais “desses” e “destes”.

Um detalhe relevante: é importante não confundir o pronome demonstrativo “desse” com o verbo “dar” conjugado na primeira ou terceira pessoa do pretérito imperfeito do subjuntivo. Nesse caso, a forma verbal também se escreve desse (se eu desse; se ele/a desse).

A seguir, esclarecemos essas informações, apresentamos exemplos e um teste para fixar esse conhecimento. Confira e aprenda a usar desse ou deste de uma vez por todas, só aqui no Gestão Educacional!

Significado “desse”

Desse é derivado da preposição “de” (que relaciona termos com uma ideia anterior, remetendo a relações de origem, posse, entre outros) e do pronome demonstrativo “esse”.

Tal pronome refere-se a algo que está próximo da pessoa a quem se fala (receptor) e longe de quem está falando (interlocutor), como pode ser notado nos seguintes exemplos:

  • Levante desse sofá e vá estudar;
  • João quer preparar uma receita desse livro;
  • Ana gostou desse vestido;
  • Fuja desse problema;
  • Saia desse

O pronome demonstrativo “desse” também pode remeter ao passado, a um tempo distante do interlocutor, como nesses exemplos:

  • Gostei desse dia;
  • Em qual dia desse mês trabalhou?;
  • Começou a estudar em algum dia desse mês.

A forma “desse” está no singular e masculino, mas também é possível encontrar flexões no plural (desses), de gênero (dessa) e a forma “disso” (contração da preposição “de” com o pronome demonstrativo “isso”):

  • Comi um pedaço desses chocolates;
  • Li os livros dessa autora;
  • Falou muito bem disso.

Significado “deste”

“Deste” é formado pela preposição “de” e pelo pronome demonstrativo “este”. Trata-se de um termo que se referirá a algo ou alguém que está próximo de quem fala (o interlocutor) e longe de quem recebe a mensagem (receptor), como nos seguintes exemplos:

  • Gostei deste casaco;
  • Quero um carro deste;
  • Comi deste salgado;
  • João pagou uma parcela deste carnê;
  • Fez uma prova deste

“Deste” pode ser utilizado para se referir ao tempo presente ou um futuro muito próximo. Tal característica é facilmente notada nos exemplos listados, a seguir:

  • Viajarei dia 5 deste mês;
  • Deste mês em diante, estou em um novo trabalho;
  • Mudarei de apartamento dia 10 deste mês.

O pronome demonstrativo deste está no singular, mas também há outras variações, como a flexão desta (gênero), destes/destas (plural) e disto (contração da preposição “de”com o pronome demonstrativo “isto”).

  1. Complete as lacunas com desse ou deste
  2. a) Gosto _____ livro que está em minhas mãos.
  3. b) Maria está com um mapa antigo _____ em sua casa.
  4. c) ____ réveillon de 2017 não me lembro mais.
  5. d) A partir _____ mês, trabalho em casa.

Respostas:

  1. a) Deste (refere-se a um livro próximo ao interlocutor).
  2. b) Desse (refere-se a um mapa que está distante do interlocutor).
  3. c) Desse (refere-se a um tempo passado).
  4. d) Deste (refere-se a um tempo presente, identificado pelo verbo “trabalho”).

Rafaela Mustefaga

Graduada em Letras Português/Inglês, pela PUCPR, é revisora e editora de textos informativos, apaixonada por línguas e literatura e professora nas horas vagas.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content