Diferença entre ética e moral – O que são? Origens e Exemplos

O estudo filosófico se divide entre vários campos de estudo, entre eles a Ética e a Moral, dois conceitos fortemente presentes na vida de cada um de nós.

Embora sejam muito parecidos e estejam relacionados, o que causa certa confusão, ética e moral são conceitos distintos. Para compreende-los, é preciso analisar o significado de cada um para, a partir daí, traçar um paralelo entre eles e entender de que maneira afetam a vida em sociedade.

O que é ética?

Dentro da filosofia, a ética é o estudo do conjunto de valores morais no comportamento de um grupo ou indivíduo, de forma racional, fundamentada e científica. Trata-se de uma reflexão filosófica acerca dos princípios que devem guiar a conduta do ser humano.

A palavra ética vem do grego ethos, que pode ser traduzida como caráter, costume ou habito. Na Grécia Antiga, os filósofos refletiam sobre a ética na tentativa de encontrar a melhor maneira de viver, e de conviver uns com os outros, tanto na vida pública quanto na privada.

Trazendo o conceito para os dias atuais, é possível compreender melhor a ideia ao examinarmos as condutas do nosso dia a dia e como ele se aplica a todos os setores da sociedade.

Além da ética individual, temos, por exemplo, um código próprio de ética para cada profissão, ética política, ética comercial, etc.

O que é moral?

A palavra moral vem do latim moralis, que significa costume. Moral é o conjunto de valores e normas adquiridas por meio da cultura, educação e tradição dentro de uma determinada sociedade. Trata-se de uma noção do que é certo ou errado, proibido e permitido, que cria regras fundamentais para o convívio social.

A moral está ligada aos valores que regem a ação humana, baseada em uma consciência social coletiva construída por convenções, e que mudam de acordo com a sociedade e o contexto no qual os indivíduos estão inseridos.

Os conceitos de imoral e amoral estão diretamente ligados à ideia de moral. Imoral é tudo aquilo que é contrário ao que se considera moral. Por outro lado, pessoas que desconhecem qualquer código de conduta ou não apresentem senso moral são consideradas amorais.

Diferenças entre ética e moral

Em uma explicação bem sucinta, enquanto a moral orienta o comportamento do homem com base em normas instituídas pela sociedade, a ética propõe uma reflexão a fundo a respeito desse comportamento. Os itens abaixo ajudam a entender melhor.

Origem e percepção

Enquanto a ética tem origem no indivíduo, a moral parte do sistema social onde o indivíduo está inserido.

A ética parte da percepção entre o que é certo e o que é errado, enquanto na moral é a sociedade que define o certo e o errado.

A ética, embora influenciada pela cultura e pela sociedade, é um princípio pessoal, criado a partir das percepções de cada indivíduo. A moral, por sua vez, é formada pela cultura ou pelo sistema social ao qual cada indivíduo pertence.

Consistência

A ética tende a ser algo consistente, embora, por ser individual, possa mudar ao longo do tempo, caso se mudem também as crenças desse indivíduo, ou de acordo com determinadas situações. A moral também tende a ser consistente, porém, dentro de um contexto determinado, comum e aplicado da mesma forma a todos.

Assim, a noção de moral pode variar de cultura para cultura, e de época para época.

Exemplos

Os exemplos de ética e moral vão desde coisas simples, como jogar lixo na rua ou furar uma fila, até questões mais complexas, como a ética médica. Um exemplo que pode ajudar a entender, de forma prática, a ideia de ética e moral, é a forma como os animais são tratados. Do ponto de vista da moral, maus-tratos aos animais não são aceitos. Porém, do ponto de vista da ética, podem ser permitidos testes de laboratório em alguns animais, desde que seguindo regras estabelecidas em seu respectivo código.

Conclusão

Como vimos, ética e moral são conceitos com os quais convivemos no nosso dia a dia e, às vezes, nem nos damos conta. Ambos são valores fundamentais em uma sociedade livre, baseada em respeito pela vida, convivência pacífica e compreensão. Sem esses valores a vida em sociedade se tornaria muito mais difícil.

Umberto Oliveira

Bacharel em História pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content