Jorge Amado – Biografia completa, Características literárias e Resumo de Vida e Obra

Jorge Amado foi um escritor, tradutor e político brasileiro. Com obras de grande sucesso, como Capitães da Areia (1937), Gabriela, Cravo e Canela (1958) e Dona Flor e Seus Dois Maridos (1966), Jorge conta com uma série de prêmios e adaptações de suas obras para o cinema, para a televisão e para o teatro.

Com uma obra marcada por uma extensa militância política, Jorge Amado sofreu perseguição política, foi preso e teve que buscar exílio em outros países.

Biografia de Jorge Amado

Confira a seguir uma breve biografia de Jorge Amado, com algumas características com os principais acontecimentos da vida deste grande escritor brasileiro.

Jorge Amado Biografia

Nascimento e primeiros anos

Jorge Amado de Faria nasceu em 10 de agosto de 1912, na fazenda Auricídia, na atual Itabuna, Bahia. Foi filho do Coronel João Amado de Faria e de Eulália Leal. Um ano após o seu nascimento, uma praga de varíola na região obrigou a família a mudar-se para Ilhéus, onde Jorge Amado passou os seus primeiros anos.

Jorge Amado fez o curso primário justamente em Ilhéus. Já o secundário, alternou entre Salvador e, posteriormente, Rio de Janeiro. Aos 14 anos de idade, começa sua carreira na literatura, sendo um dos fundadores da Academia dos Rebeldes.

Jorge Amado Vida e Obra

Jorge amado com suas duas filhas no colo

Ida para o Rio de Janeiro, Direito e o Comunismo

Em 1931, Jorge Amado muda-se para o Rio de Janeiro, onde ingressa na Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro. Sendo esta um centro de discussões políticas, Jorge Amado tem, ali, seu primeiro contato com o movimento comunista.

Formou-se bacharel em Direito em 1935, mas nunca chegou a exercer a profissão.

Anos de Guerra, casamento, perseguição política e exílio

Nos anos da Segunda Guerra Mundial, Jorge Amado faz da sua literatura propaganda política. Além disso, envolve-se com a oposição ao Estado Novo, o que faz ser perseguido politicamente e preso em 1942.

Em 1945, Jorge Amado casa-se com a também escritora Zélia Gattai, com quem teve dois filhos. Ele ainda teve uma outra filha, com Matilde Garcia Rosa, com quem se casou anteriormente.

Em 1946, é eleito Deputado Federal pelo Partido Comunista Brasileiro. Foi autor de duas importantes emendas enquanto deputado: a de direitos autorais e a de liberdade religiosa.

Entre 1948 e 1950, Jorge Amado busca exílio em Paris e entre 1951 e 1952 em Praga. Suas obras são traduzidas e vendem muito bem em países socialistas.

Volta ao Brasil e nomeação à Academia Brasileira de Letras

Voltando ao Brasil, Jorge Amado afasta-se em 1955 da militância política, embora ainda permanecesse ativo no Partido Comunista.

A partir de 1956, volta a escrever romances com temáticas mais regionais e menos politicamente engajadas. A linguagem empregada é menos polêmica e mais estilizada.

No dia 06 de abril de 1961, Jorge Amado é nomeado à Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira de número 23, cujo patrono é José de Alencar e primeiro ocupante Machado de Assis.

Morte

Jorge Amado morreu em Salvador, no dia 06 de agosto de 2001. Foi cremado e teve suas cinzas enterradas no jardim de sua residência. A causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória. Ele já estava com a saúde debilitada havia alguns anos.

Confira mais detalhes sobre a vida e obra do autor no video sobre a biografia resumida de Jorge Amado, disponível abaixo:

Principais características literárias

  • Temas constantes envolvem problemas e injustiças sociais, folclore, sensualidade, crenças e tradições regionais;
  • Parte de sua obra é marcada por uma forte militância política comunista;
  • Obra com traços do modernismo regionalista (segunda geração do modernismo);
  • Linguagem simples, popular e coloquial.

Lista de Obras

Algumas das obras foram disponibilizadas na íntegra por reservatórios de Universidades, Instituições colaborativas e/ou pela lei de Domínio Público. Na lista, elas estão com links disponíveis, basta clicar para visualizar e fazer download em PDF.

Confira a seguir uma lista com as obras de Jorge Amado em ordem cronológica.

 

Rafaela Cortes

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Revoltada por natureza, vê na comunicação uma oportunidade de extravasar a sua paixão por curiosidades, arte e conhecimento.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content