Jorge Amado – Biografia completa, Características literárias e Resumo de Vida e Obra

Jorge Amado foi um escritor, tradutor e político brasileiro. Com obras de grande sucesso, como Capitães da Areia (1937), Gabriela, Cravo e Canela (1958) e Dona Flor e Seus Dois Maridos (1966), Jorge conta com uma série de prêmios e adaptações de suas obras para o cinema, para a televisão e para o teatro.

Com uma obra marcada por uma extensa militância política, Jorge Amado sofreu perseguição política, foi preso e teve que buscar exílio em outros países.

Biografia de Jorge Amado

Confira a seguir uma breve biografia de Jorge Amado, com algumas características com os principais acontecimentos da vida deste grande escritor brasileiro.

Jorge Amado Biografia

Nascimento e primeiros anos

Jorge Amado de Faria nasceu em 10 de agosto de 1912, na fazenda Auricídia, na atual Itabuna, Bahia. Foi filho do Coronel João Amado de Faria e de Eulália Leal. Um ano após o seu nascimento, uma praga de varíola na região obrigou a família a mudar-se para Ilhéus, onde Jorge Amado passou os seus primeiros anos.

Jorge Amado fez o curso primário justamente em Ilhéus. Já o secundário, alternou entre Salvador e, posteriormente, Rio de Janeiro. Aos 14 anos de idade, começa sua carreira na literatura, sendo um dos fundadores da Academia dos Rebeldes.

Jorge Amado Vida e Obra

Jorge amado com suas duas filhas no colo

Ida para o Rio de Janeiro, Direito e o Comunismo

Em 1931, Jorge Amado muda-se para o Rio de Janeiro, onde ingressa na Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro. Sendo esta um centro de discussões políticas, Jorge Amado tem, ali, seu primeiro contato com o movimento comunista.

Formou-se bacharel em Direito em 1935, mas nunca chegou a exercer a profissão.

Anos de Guerra, casamento, perseguição política e exílio

Nos anos da Segunda Guerra Mundial, Jorge Amado faz da sua literatura propaganda política. Além disso, envolve-se com a oposição ao Estado Novo, o que faz ser perseguido politicamente e preso em 1942.

Em 1945, Jorge Amado casa-se com a também escritora Zélia Gattai, com quem teve dois filhos. Ele ainda teve uma outra filha, com Matilde Garcia Rosa, com quem se casou anteriormente.

Em 1946, é eleito Deputado Federal pelo Partido Comunista Brasileiro. Foi autor de duas importantes emendas enquanto deputado: a de direitos autorais e a de liberdade religiosa.

Entre 1948 e 1950, Jorge Amado busca exílio em Paris e entre 1951 e 1952 em Praga. Suas obras são traduzidas e vendem muito bem em países socialistas.

Volta ao Brasil e nomeação à Academia Brasileira de Letras

Voltando ao Brasil, Jorge Amado afasta-se em 1955 da militância política, embora ainda permanecesse ativo no Partido Comunista.

A partir de 1956, volta a escrever romances com temáticas mais regionais e menos politicamente engajadas. A linguagem empregada é menos polêmica e mais estilizada.

No dia 06 de abril de 1961, Jorge Amado é nomeado à Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira de número 23, cujo patrono é José de Alencar e primeiro ocupante Machado de Assis.

Morte

Jorge Amado morreu em Salvador, no dia 06 de agosto de 2001. Foi cremado e teve suas cinzas enterradas no jardim de sua residência. A causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória. Ele já estava com a saúde debilitada havia alguns anos.

Confira mais detalhes sobre a vida e obra do autor no video sobre a biografia resumida de Jorge Amado, disponível abaixo:

Principais características literárias

  • Temas constantes envolvem problemas e injustiças sociais, folclore, sensualidade, crenças e tradições regionais;
  • Parte de sua obra é marcada por uma forte militância política comunista;
  • Obra com traços do modernismo regionalista (segunda geração do modernismo);
  • Linguagem simples, popular e coloquial.

Lista de Obras

Algumas das obras foram disponibilizadas na íntegra por reservatórios de Universidades, Instituições colaborativas e/ou pela lei de Domínio Público. Na lista, elas estão com links disponíveis, basta clicar para visualizar e fazer download em PDF.

Confira a seguir uma lista com as obras de Jorge Amado em ordem cronológica.

 

Rafaela Cortes

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e pós-graduanda em Negócios Digitais. Tem mais de 600 artigos publicados em sites dos mais variados nichos e quatro anos de experiência em marketing digital. Em seus trabalhos, busca usar da informação consciente como um instrumento de impacto positivo na sociedade.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content