Ligação covalente – O que é? Características, Composição e Exercícios

A ligação covalente ocorre em elementos eletronegativos, ou seja, naqueles que possuem a tendência a receber elétrons, e, consequentemente, ficar com carga negativa.

Em termos gerais, pode-se dizer que ocorre o compartilhamento de elétrons nesta ligação, pois um único elétron é “aproveitado” para dois elementos ao mesmo tempo.

A seguir, entenda tudo sobre o assunto, só aqui no Gestão Educacional!

Ligação covalente2

O que é ligação covalente?

Assim como sugerido anteriormente, a ligação covalente caracteriza-se pelo compartilhamento de elétrons. Basicamente, assim como os demais elementos, existe uma busca pela estabilidade, que seria conquistada quando se mantêm oito elétrons na camada de valência. Tal regra é conhecida como Teoria do Octeto.

Quando os átomos estão nesta busca por preencher a última camada eletrônica, podem encontrar outros elementos, com o objetivo em comum, e, portanto, estabelecer tal ligação.

Os envolvidos na ligação covalente são os ametais, os semimetais e o hidrogênio (cuidado, pois este último fica estável com dois elétrons na camada de valência, fugindo da Teoria do Octeto).

[CONFIRA TAMBÉM: LIGAÇÕES QUÍMICAS – O QUE SÃO?]

Características

As ligações covalentes não possuem características tão específicas, pois:

  • Os compostos podem ser encontrados em qualquer estado físico na temperatura ambiente;
  • Os pontos de fusão e ebulição tendem a ser baixos (principalmente quando comparados às ligações iônicas);
  • Ligações covalentes puras não são capazes de conduzir eletricidade.

Para ampliar o entendimento sobre o assunto, deve-se conhecer, também, o tipo de atração existente dentre os átomos. Para isso, existe a seguinte diferenciação:

  • Ligação covalente polar: ocorre dentre átomos diferentes, portanto há diferença de eletronegatividade;
  • Ligação covalente apolar: existente dentre átomos de um mesmo elemento, não havendo diferença de eletronegatividade.

Ligação covalente

Composição

Agora que você já sabe o que são, como são formadas e as principais características das ligações covalentes, é interessante entender a composição. Para isso, definem-se as ligações covalentes em:

  • Simples: ocorrem quando há o compartilhamento de um único par de elétrons;
  • Dupla: como é de se esperar, ocorre quando se compartilham dois pares de elétrons;
  • Tripla: ligação entre átomos com compartilhamento de 3 pares de elétrons;
  • Ligação do metano: é uma ligação covalente da molécula de metano, em que há o compartilhamento de 4 pares de elétrons.

[VEJA TAMBÉM: LIGAÇÕES METÁLICAS]

Exemplos

Para facilitar o entendimento das ligações covalentes, veja alguns exemplos, a seguir:

1) H2

A ligação de dois hidrogênios ocorre por ligação covalente. Lembra-se que este átomo, com apenas dois elétrons na camada de valência já se torna estável?

Portanto, trata-se de uma ligação simples e apolar – afinal, ocorre dentre elementos iguais, e não há diferença de eletronegatividade.

2) HCl

O cloreto de hidrogênio é formado por um átomo de hidrogênio, e outro de cloro, por meio de uma ligação covalente.

Novamente, deve-se lembrar que o hidrogênio precisa de apenas dois átomos para tornar-se estável. O cloro, possui 7 elétrons na camada de valência, e também precisa de apenas mais um elétron para adquirir estabilidade.

Portanto, estabelece-se uma ligação simples, mas, desta vez, apolar, pois há diferença de eletronegatividade dentre os elementos.

[LEIA TAMBÉM: LIGAÇÕES IÔNICAS]

Gostou? Então, veja, também, o conteúdo completo sobre Modelo atômico de Dalton – O que é? Características, Composição e Exercícios!

Agora que você já sabe um pouco mais a respeito da ligação covalente, que tal testar os seus conhecimentos nos exercícios que preparamos para você? Basta rolar até o final da página e se divertir! Ah, e não deixe de compartilhar com os seus amigos, desafiando eles também.

Nicole Alessi

Sou Nicole Alessi, tenho 20 anos, estou cursando o 4º ano de medicina nas Faculdades Pequeno Príncipe e sou apaixonada pelo que faço! Nas horas vagas, gosto de transformar em palavras todo o conhecimento que adquiro na graduação, com o intuito de promover a educação em saúde e, consequentemente, gerar bem-estar e qualidade de vida!

Conheça Mais Sobre o Autor

Teste seus conhecimentos sobre Ligação covalente – O que é? Características, Composição e Exercícios

1) (Adaptado UEMS-MS) Analise as seguintes afirmações e assinale a alternativa correta. Os ânions formados por elementos dos metais alcalinos e alcalino-terrosos apresentam oito elétrons na camada de valência. Os cátions de calcogênios e halogênios apresentam configuração eletrônica estável. III. Na formação da ligação covalente, quando um átomo recebe elétrons, transforma-se em um ânion. Na formação da ligação iônica, quando um átomo da família dos halogênios cede elétrons, transforma-se em um ânion com configuração eletrônica semelhante à de um gás nobre. Com relação às afirmativas está(-ão) correta(s):

  • a) I, II e III.
  • b) I e III.
  • c) II, III e IV.
  • d) nenhuma das afirmativas.

2) (Adaptado FEI-SP) A fórmula N ≡ N indica que os átomos de nitrogênio estão compartilhando três:

  • a) prótons.
  • b) elétrons.
  • c) c) pares de prótons.
  • d) pares de elétrons.

Deixe seu Comentário

WebGo Content