O que é arte digital? Quando surgiu? Tipos de arte digital e Características

A arte digital é relativamente recente. Embora sua origem remeta às décadas de 60 e 70, o termo só foi cunhado na década de 80, com o advento da computação gráfica e a sua utilização para a produção de obras de arte em formato digital.

E é justamente nisso que consiste a arte digital: no uso de plataformas eletrônicas, tais como computadores, notebooks, tablets, smartphones etc., para a produção de pinturas, desenhos, pixel arts, animações etc. em formato digital.

Ficou interessado e quer saber um pouco mais? Pois confira este artigo do Gestão Educacional sobre arte digital e tire todas as suas dúvidas!

O que é arte digital?

Dá-se o nome “arte digital” a toda aquela produzida por meio de computação gráfica. A isso inclui-se, por exemplo, ilustrações, desenhos, pinturas e modelagens realizadas digitalmente, por meio de programas especializados nisso, vídeos editados digitalmente, animações computadorizadas, fotografias e vídeos digitais etc.

Embora o nome “computação gráfica” dê a entender que a arte digital possa ser feita apenas por meio do uso de computadores, com o advento da tecnologia, outros aparelhos eletrônicos passaram a ser utilizados com este intuito, tais como tablets, smartphones, mesas digitalizadoras etc.

Com isso, deve-se encarar a arte digital de maneira abrangente, considerando esses outros aparelhos e enxergando a arte digital como toda manifestação artística realizada por meios digitais, sejam eles quais forem.

A internet tem grande relevância quando o assunto é arte digital. Isso porque, embora alguns artistas transponham suas obras para o mundo real, imprimindo-as em papéis, por meio das impressoras, ou em plástico, com as impressoras 3D, por exemplo, a arte digital geralmente permanece apenas em meios digitais, circulando em plataformas, fóruns e sites criados especialmente para isso.

Quando surgiu a arte digital?

Embora em décadas passadas já tenham surgido algumas artes envolvendo processos digitais, como a obra Nude (1967), em que se traduziu para a linguagem ASCII uma fotografia, o termo “arte digital” apareceu pela primeira vez na década de 1980, para se referir ao tipo de arte produzido no programa de computador chamado “AARON”, inventado pelo artista digital Harold Cohen (1928-2016).

Porém, com os avanços da tecnologia, que se torna cada vez mais acessível, diversos outros programas surgiram e muitos artistas passaram a fazer uso dos meios digitais para comporem suas obras.

Um exemplo é Richard Hamilton (1922-2011), autor da célebre obra de Pop Art Just what is it that makes today’s home so different, so appealing? (1965) que, em 1992, foi refeita, com o nome Just what is it that makes today’s home so different? (1992), realizada de maneira digital em um “Quantel Paintbox”, um hardware dedicado à computação gráfica, e refletindo sobre o papel da tecnologia na contemporaneidade.

Tipos de arte digital

São vários os tipos de arte digital. Alguns dos principais deles são os seguintes:

  • Edição de fotos e imagens, em que se edita uma foto ou uma imagem com o intuito de realçar ou alterar detalhes, produzir colagens, ocultar ou acrescentar elementos etc., como a fotografia digital Reno II (1999), de Andreas Gursky, em que o artista fotografou o rio francês Reno, retirando digitalmente os edifícios industriais do fundo;
  • Ilustração, desenho ou pintura digital, realizados por meio de programas especializados nisso, que disponibilizam uma série de ferramentas digitais, tais como pinceis, carvões, lápis, baldes de tinta etc., que tentam ao máximo simular o resultado real desses materiais;
  • Pixel art, que envolve a criação de imagens com pixels, pequenos pontinhos que, juntos, formam uma imagem;
  • Desenho vetorial, que envolve, como o nome sugere, vetores, em forma de linha, curva, formas geométricas, polígonos etc., que podem ser ampliados, diminuídos ou movidos de lugar;
  • Animação digital, que consiste na criação digital de imagens em movimento, semelhantes às filmagens, podendo resultar numa obra 3D ou 2D, sendo utilizada especialmente na produção de filmes e jogos eletrônicos;
  • Modelagem 3D, assemelhando-se bastante à escultura, só realizada, obviamente, de maneira digital; consiste na produção de esculturas ou projetos arquitetônicos em ambiente virtual;
  • Arte fractal, produzida por meio de funções matemáticas (os fractais) que são traduzidas para imagens, animações, músicas etc.

Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres, formado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), gosta de arte, literatura, língua portuguesa, poesia e do seu gato.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content