Revolução Americana – O que foi? Contexto, Antecedentes, Batalhas, Personagens

Revolução Americana é o nome que se dá ao conflito entre a Inglaterra e suas colônias na América do Norte, que viriam a se tornar os Estados Unidos da América, posteriormente.

Também conhecida como Guerra de Independência dos Estados Unidos, o conflito envolveu outros países, inimigos da Inglaterra, que tomaram parte na guerra a favor das colônias, contribuindo para a derrota inglesa.

Contexto da Revolução Americana

A colonização inglesa começou em 1607, com a criação da colônia de Virgínia. Com o tempo, outras colônias foram surgindo, totalizando treze. A colonização se deu de três formas:

  • Concessão de terras às companhias comerciais para exploração e implantação de colônias;
  • Doação de terras a famílias nobres ou da alta burguesia;
  • Colonização de terras por grandes grupos de peregrinos.

Antecedentes

A partir de 1750, o governo britânico tomou uma série de medidas consideradas impopulares pela população das colônias. Entre elas, foi proibida a fundição de ferro por parte dos colonos e a fabricação de tecidos. Em 1763, após a vitória inglesa na Guerra dos Sete anos contra a França, os colonos foram impedidos de realizar novas explorações nos territórios recém conquistados.

Em 1765, foi aprovado um decreto que obrigava os colonos a sustentar tropas inglesas em solo americano, além da criação de outros impostos e da proibição aos colonos de fazer comércio com outros países que não a Inglaterra. Economicamente, a Inglaterra era um peso que os colonos não aguentavam mais carregar. Dessa forma, as tensões se tornaram inevitáveis.

Em 1774, representantes de todas as colônias se reuniram no Primeiro Congresso Continental, que resultou em um documento pedindo à coroa britânica o fim de determinadas medidas. Um segundo congresso resultou na criação de um exército sob comando de George Washington, um importante fazendeiro que já liderava algumas milícias armadas.

A revolução

Os primeiros embates aconteceram em 1775, mas o conflito se intensificou após 4 de julho de 1776, quando representantes das treze colônias declararam independência junto à coroa britânica, provocando uma reação militar por parte do governo inglês.

Batalha de Saratoga

As Batalhas de Saratoga ocorreram entre 19 de setembro e 7 de outubro de 1777, e foi o confronto no qual a guerra começou a virar em favor dos Estados Unidos. Foram duas grandes batalhas, travadas com oito dias de diferença no mesmo local, a 14km de Saratoga, Nova Iorque, terminando com a rendição do exército inglês.

Após essa batalha, os colonos norte-americanos tiveram ajuda fundamental de inimigos históricos dos ingleses: franceses, espanhóis e prussianos enviaram tropas para combater ao lado dos colonos.

Batalha de chesapeake

Em 1781, os norte-americanos conseguiram outra importante vitória, que praticamente selou o destino da guerra. Os ingleses tentavam chegar até a cidade de Yorktown, onde o grosso do exército britânico estava cercado pelas tropas coloniais. Foram barrados pela marinha francesa, que impõe uma pesada derrota aos ingleses, impedindo-os de prestar auxílio às tropas sitiadas.

No final desse mesmo ano, o exército inglês, comandado pelo general Charles Cornwallis, rende-se ao exército norte-americano, pondo fim ao conflito. Somente em 1783, em Paris, foi assinado o tratado no qual o Reino da Grã-Bretanha reconheceu formalmente a independência dos Estados Unidos.

Grandes personagens

A revolução teve participação direta de homens cujos nomes estão marcados na história norte-americana, entre eles:

George Washington

George Washington era uma figura política importante, e um grande fazendeiro da colônia da Virgínia. Foi um dos representantes da Virgínia durante o Primeiro Congresso Continental, sendo escolhido para chefiar as tropas coloniais durante a guerra.

Em 1789, George Washington tornou-se o primeiro presidente eleito dos Estados Unidos da América.

John Adams

Figura central no conflito, foi um dos representantes durante a assinatura do tratado de reconhecimento da independência norte-americana, em Paris. Foi o segundo presidente dos Estados Unidos.

Benjamin Franklin

Mais conhecido por suas descobertas no campo da eletricidade, Benjamin Franklin também esteve em Paris para a assinatura do tratado com os ingleses. Foi o primeiro embaixador norte-americano na França.

Thomas Jefferson

Homem de notável saber, Thomas Jefferson foi o encarregado de redigir a Declaração de Independência dos Estados Unidos. Foi o terceiro presidente norte-americano e é considerado, até hoje, um dos maiores líderes do país.

Conclusão

A Revolução Americana é um evento de grande importância para a história recente, pois, além de dar fim ao domínio britânico na América do Norte e permitir o surgimento daquela que é a maior potência política e econômica do mundo atual, serviu como estopim para outros conflitos que questionavam os antigos regimes absolutistas, como a Revolução Francesa.

Umberto Oliveira

Bacharel em História pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content