Sistema reprodutor feminino – Função, Órgãos e Importância

Dá-se o nome de sistema reprodutor feminino ao conjunto de órgãos responsáveis pela produção dos gametas femininos chamados de óvulos. Porém, esse não será o único processo realizado por esse conjunto de órgãos. Deve-se lembrar que, tanto a fecundação quanto a gestação ocorrem no interior do corpo feminino, e as estruturas que compõe esse sistema serão essenciais para a execução dessas tarefas.

Nota-se que, ao contrário do sistema reprodutor masculino, o feminino não terá somente a função de produzir as células reprodutivas. Sua importância para a reprodução humana se torna ainda mais considerável e complexa, uma vez que a fecundação do óvulo e o desenvolvimento do novo ser irão ocorrer no interior do útero, um dos órgão que compõe esse sistema.

Sistema reprodutor feminino2

Funções do sistema reprodutor feminino

O sistema reprodutor feminino possui duas funções primordiais. A primeira delas é a produção de gametas femininos, chamados de óvulos. São essas as células que, em contato com os espermatozoides, irão gerar o embrião.

A segunda função essencial desse conjunto de órgãos é proporcionar um ambiente favorável para a fecundação do óvulo pelo espermatozoide. Além de garantir o desenvolvimento desse novo ser no interior do útero.

Após a fecundação, o óvulo passa a se chamar ovo ou zigoto. Ele percorre todo o caminho da tuba uterina até chegar e se implantar no útero (nidação) – local onde ocorrerá o desenvolvimento do feto até o seu nascimento.

Os ovários também são os responsáveis por produzir os hormônios femininos estrógeno e progesterona. Tal sistema também é regulado por outros hormônios chamados de FSH e o LH. São eles que controlam os ciclos menstruais, a maturação dos gametas e a liberação dos óvulos ou da ovulação.

No entanto, esses processos terão início por volta dos 10 a 12 anos, quanto a mulher atinge a puberdade, promovendo alterações no corpo feminino, como o crescimento de pelos pubianos e mamas.

Órgãos que fazem parte do sistema reprodutor feminino

Sistema reprodutor feminino

O sistema reprodutor feminino é formado pelo conjunto de órgão internos e externos. Eles são os ovários, as trompas de falópio ou tubas uterinas, o útero, a vagina e o pudendo feminino ou vulva. Cada uma dessas estruturas terá uma função diferente no processo reprodutivo:

  • Ovários: localizados à direita e à esquerda no abdome. Essas glândulas em formato amendoado são responsáveis pela produção dos hormônios femininos estrógeno e progesterona, além de serem os responsáveis pelo desenvolvimento dos óvulos;
  • Trompas de falópio: também conhecidas como tubas uterinas, são estruturas que ligam o ovário ao útero e possuem cerca de 10cm de comprimento, sendo revestidas por cílios. Elas são as responsáveis por conduzirem o óvulo até o útero. É no interior das trompas que a fecundação do óvulo pelo espermatozoide ocorre, sendo levado até o útero para a fixação;
  • Útero: o útero é uma estrutura em formato de pera invertida e oca, onde ocorrerá a implantação do zigoto (nidação), se o óvulo tiver sido fecundado durante o seu caminho pelas trompas. É nesse órgão que ocorrerá todo o desenvolvimento do feto, possuindo uma incrível capacidade de crescimento para acomodar o novo ser. Ele é formado por três camadas denominadas de serosa, miométrio e endométrio;
  • Vagina: é um canal com grande elasticidade que faz a ligação do exterior até o colo do útero. Além de permitir a passagem do pênis, será o canal pelo qual o bebê passará durante o parto normal. O PH presente nessa estrutura é bastante alto e funciona como uma defesa para evitar a proliferação de bactérias e fungo;
  • Pudendo feminino ou vulva: essa é a parte externa do sistema reprodutor feminino, sendo composta por várias estruturas, como monte pubiano, grandes lábios, pequenos lábios, hímen e clitóris, além de glândulas secretoras de muco, capazes de facilitar a relação sexual.

Importância para o corpo humano

O sistema reprodutor feminino é de extrema importância. Além da função biológica de ser o responsável pela perpetuação da espécie humana, ele terá papel fundamental no desenvolvimento do corpo feminino e na regulação hormonal.

Qualquer alteração nesse sistema, terá forte impacto na fertilidade e na vida sexual da mulher, podendo levar não só a problemas físicos, como também a problemas psicológicos, que deverão ser acompanhados por profissionais competentes.

Além disso, o fim do funcionamento pleno desse sistema, com a chegada da menopausa, gera inúmeros sintomas desagradáveis que só são parcialmente reversíveis com o tratamento de reposição hormonal.


Marcela Mazetto

Marcela Mazetto

Jornalista formada pela PUCPR, tem 21 anos e é viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Conheça Mais Sobre o Autor

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply