Sistema reprodutor masculino – O que é? Funções e Órgãos

O sistema reprodutor masculino é um conjunto de órgãos que desempenham papel importante na reprodução humana. São esses os que darão origem aos gametas masculinos, denominados espermatozoides. Esse sistema complexo também tem importante função hormonal, pois é responsável pela produção do hormônio masculino testosterona.

Composto por órgãos tanto internos quanto externos, que atingem sua maturidade com a puberdade, o sistema reprodutor masculino não nasce nos homens em pleno funcionamento. A produção de células sexuais fica latente e só passa a ser efetiva quando os meninos atingem a puberdade, em razão da atuação de hormônios como o FSH e o LH.

Quais as funções do sistema reprodutor masculino?

Sistema reprodutor masculino2

Como o próprio nome dado ao sistema indica, a sua função primordial é o da reprodução humana. O objetivo do conjunto de órgãos é produzir gametas (espermatozoides) capazes de fecundar o óvulo e gerar uma nova vida.

Além dos gametas, os testículos também são os responsáveis pela produção do hormônio masculino testosterona. Esse atua desde o desenvolvimento embrionário e fetal, sendo o responsável por conferir as características masculinas ao sistema reprodutor do bebê ainda na barriga da mãe, em razão da presença do cromossomo Y.

Após o nascimento, a testosterona continua a atuar no corpo humano, a fim de conferir características sexuais secundárias masculinas, como a barba e a voz mais grossa. Outra função desempenhada pelo sistema reprodutor masculino é a proteção dos espermatozoides com a produção de um líquido capaz de nutrir e facilitar a mobilidade dos gametas. Esse líquido é chamado de sêmen, capaz de alterar o PH vaginal, evitando que a acidez do interior da vagina cause danos às células reprodutoras.

Quais órgãos fazem parte do sistema reprodutor masculino?

Sistema reprodutor masculino

Para desempenhar todas as funções necessárias à produção dos gametas masculinos e à reprodução, é preciso a atuação de vários órgãos. A esse conjunto dá-se o nome de sistema reprodutor masculino. Ele é composto por testículos, vesícula ou glândula seminal, próstata, ductos genitais (canais deferentes, epidídimo e uretra) e pênis.

  • Testículos: essas estruturas estão localizadas no interior da bolsa escrotal e possuem forma ovalada. São eles os responsáveis pela produção dos espermatozoides. Mas, só ocorrerá após a puberdade. Essas células possuem uma cabeça ovalada e uma cauda para facilitar a movimentação. Também são responsáveis pela produção do hormônio masculino testosterona;
  • Vesícula ou glândula seminal: é uma das responsáveis pela produção do sêmen. Um líquido capaz de nutrir os espermatozoides, garantindo a qualidade dos gametas;
  • Próstata: ela complementa a produção do sêmen, conferindo ao líquido a capacidade de reduzir a acidez do canal da uretra e vaginal. Isso garante a sobrevivência dos espermatozoides até que entrem em contato com o óvulo;
  • Ductos genitais: essas estruturas têm por função guiar os gametas masculinos até o exterior. Elas são compostas pelo epidídimo, pelos canais deferentes e pela uretra.
    • Epidídimo: armazena o espermatozoide até estar completamente desenvolvido;
    • Canais deferentes: são canais responsáveis por guiar os espermatozoides do epidídimo até a uretra;
    • Uretra: esse tubo é o responsável por levar os espermatozoides ao meio externo. É o mesmo tubo que atina na eliminação da urina, porém tais funções não são realizadas simultaneamente. O tubo sai da bexiga, se encontra com os canais deferentes e percorre todo o pênis.
  • Pênis: essa estrutura possui forma cilíndrica e é composta pela glande, localizada na extremidade do órgão e é recoberta pelo prepúcio (pele). O órgão tem a função de facilitar o processo da reprodução, sendo introduzido no interior da vagina. Para que esse processo ocorra, durante a excitação, uma quantidade maior de sangue se desloca para o pênis, deixando-o rígido e ereto. Quando estimulado, o órgão libera o esperma, dando a esse processo o nome de ejaculação.

Qual a sua importância para o corpo humano?

Em uma visão biológica, a importância do funcionamento correto dos sistema reprodutor está ligado à perpetuação de nossa própria espécie. No entanto, muito além dessa visão, os problemas de infertilidade, ereção e baixa produção de testosterona podem afetar a qualidade de vida do homem. O que leva a transtornos não só físicos como psíquicos.

Por essa razão, quaisquer problemas relacionados a esse sistema, muitas vezes, dependerão tanto de acompanhamento de um médico quanto de um psicólogo, envolvendo questões mais complexas do que um simples problema físico.

Gostou? Confira, também, o conteúdo completo sobre órgãos do corpo humano!

Marcela Mazetto

Jornalista formada pela PUCPR, tem 21 anos e é viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Conheça Mais Sobre o Autor

2 Comentários

Deixe seu Comentário

WebGo Content