Células do corpo humano – Quais são? Funções e Exemplos

O corpo humano é formado por distintos órgãos e tecidos, que guardam particularidades e possuem diferentes funções. E, para que tudo isso seja possível, existem pequenas unidades trabalhando em sua formação: as células.

Elas podem ser entendidas como a menor unidade funcional dos seres vivos, contendo toda a informação genética, o metabolismo e as organelas necessárias para colocar o corpo em funcionamento.

A seguir no Gestão Educacional, conheça alguns tipos de células do corpo humano e suas respectivas funções!

Células

Células do sistema nervoso

Os neurônios são as células que compõe o sistema nervoso, tendo muitas particularidades, principalmente quando comparadas às demais do corpo.

Estas estruturas possuem como características e diferenciais:

  • Presença de corpo celular, o qual contém o núcleo e as demais organelas;
  • Dendritos, que são prolongamentos do corpo celular, nos quais ocorre a interação dentre os neurônios;
  • Axônio, que é um prolongamento do neurônio, responsável pela condução dos impulsos nervosos, podendo atingir até 1,5m de comprimento.

O tecido nervoso age sobre todo o organismo por meio dos neurônios. Assim sendo, pode-se dizer que tais células participam dos 5 sentidos (tato, visão, olfato, gosto e audição), do processamento de informações, do envio de estímulos para movimento, secreções, e outras funções específicas.

[CONFIRA MAIS SOBRE O SISTEMA NERVOSO, AQUI!]

Células do sangue

O sangue é composto por plasma e elementos figurados, que são diversas células responsáveis por carregar oxigênio e gás carbônico e por atuar no sistema imune.

Dentre as células do sangue, pode-se destacar:

  • Hemácias (eritrócitos): são as células “vermelhas”, possuindo tal coloração devido à presença de hemoglobina. São encarregadas pelo transporte de oxigênio, levando-o para todos os tecidos do corpo;
  • Leucócitos: fazem parte da chamada “série branca”, possuindo papel essencial na imunidade do organismo, lutando contra patógenos e atuando nas respostas inflamatórias. Dentre eles, estão neutrófilos, basófilos, eosinófilos, linfócitos e outros [Já falamos sobre os leucócitos, aqui];
  • Plaquetas: as plaquetas são células que curiosamente não possuem núcleo, estando responsáveis pela coagulação sanguínea (ou seja, agem como “tampão”, evitando hemorragias).

Células

Células musculares

O tecido muscular forma todos os músculos do corpo, além de compor vasos sanguíneos, coração e demais órgãos. Sendo assim, possui papel essencial na contratilidade e geração de movimento.

As células musculares contam, também, com particularidades, e, pelo fato de serem alongadas, podem ser chamadas de fibras. Dentre suas características, está a presença de actina e miosina, duas proteínas responsáveis por gerar o movimento e distender as células.

Células-tronco

O início da vida se dá a partir de uma célula com alta capacidade de diferenciação, chamada de célula-tronco. Mesmo após o nascimento e crescimento, você sabia que o corpo humano ainda contém uma série destas células? Basicamente, elas são encarregadas de renovar e regenerar tecidos.

A principal diferença das células-tronco no tecido adulto é que elas possuem certo grau de diferenciação, podendo dar origem apenas ao tipo de tecido em que são especializadas.

Células

Células epiteliais

As células epiteliais, quando unidas, formam o tecido epitelial, de extrema importância para a proteção de outras estruturas mais internas. Além da pele, pode-se destacar a presença de células epiteliais no trato respiratório, digestório, genital, vasos sanguíneos, etc.

Uma característica muito interessante destas células é a presença de especializações, que podem variar conforme o tipo de função que exercem. Por exemplo, no intestino, elas são encarregadas de absorver nutrientes. Por esse motivo, desenvolvem as microvilosidades, aumentando a sua área de superfície e, consequentemente, absorção.

Células ósseas

Os ossos são formados por complexas redes de minerais, que têm como função dar sustentação ao corpo e proteger a medula óssea, situada em seu interior – essa é encarregada da produção de células sanguíneas.

Basicamente, existem 3 tipos de células ósseas:

  • Osteoblastos: são células jovens, responsáveis pelo crescimento e pela maturação do osso;
  • Osteoclastos: são células responsáveis pela absorção óssea. Podem ser entendidas como células “velhas”;
  • Osteócitos: são encarregados de secretar a matriz óssea, e, assim, garantir a complexidade da estrutura.

Estas são apenas algumas das células que compõe o complexo corpo humano. Como pode ser visto, possuem variabilidade dentre as funções desempenhadas. Portanto, em cada tecido, serão encontradas células distintas, trabalhando de forma muito particular!

Nicole Alessi

Sou Nicole Alessi, tenho 20 anos, estou cursando o 4º ano de medicina nas Faculdades Pequeno Príncipe e sou apaixonada pelo que faço! Nas horas vagas, gosto de transformar em palavras todo o conhecimento que adquiro na graduação, com o intuito de promover a educação em saúde e, consequentemente, gerar bem-estar e qualidade de vida!

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content