Cristóvão Colombo – Quem foi? Biografia e Como chegou às Américas

Dentro da história mundial, em especial tratando-se do continente americano, existem personalidades importantes e que marcaram época, como é o caso de Cristóvão Colombo: indivíduo que possui o “título” de primeiro europeu a chegar às Américas.

Em 12 de outubro de 1492, Cristóvão Colombo chegou ao continente, com uma frota de navios, sob as ordens dos reis católicos da Espanha. Muito embora seja fundamental para a história, a vida de Colombo tem várias incertezas.

Conheça mais sobre essa personalidade histórica, quem foi, qual sua biografia, seus feitos e como chegou até a América!

Quem foi Cristóvão Colombo?

Cristóvão Colombo

Cristóvão Colombo foi um explorador e navegador italiano, muito embora fosse confundido como espanhol. Acredita-se que ele tenha nascido em Gênova, na Itália, no ano de 1451, mas o dia exato não é sabido.

Desde sua infância, Colombo foi marinheiro e, quando adulto, um brilhante cartógrafo. Seu primeiro emprego foi de tecelão, mas, aos quatorze anos de idade, começou a trabalhar com navegação, área de grande interesse, afinal, Colombo compreendia a sua importância.

Na infância, aprendeu a ler e a escrever, tendo preferência por assuntos como Geografia e Astronomia. Historiadores supõem que Cristóvão Colombo viveu mais de nove anos em Portugal, mais ou menos, entre os anos de 1576 e 1485. Durante esse período, fez viagens para a Inglaterra e Islândia, além de realizar traslados carregados de açúcar entre a capital de Portugal (Lisboa) e a Ilha da Madeira.

Em 1482, Cristóvão Colombo trabalhou na navegação, junto à frota portuguesa, ganhando uma vasta experiência nessa área. Durante essa época, é importante lembrar que o comércio com o Oriente era feito por uma rota feita pelo famoso explorador Marco Polo, ao leste.

Contudo, como o caminho era árduo, poucos navegadores – assim como o próprio Colombo – tinham fé de que seria possível chegar ao Oriente viajando pela direção oeste. Colombo foi um navegador que quis provar essa argumentação, mas existia um empecilho: o financiamento de sua viagem.

A concepção de seu projeto de viagem para o Oriente, atravessando o Atlântico, foi recusada por ambos os governos italiano e português – tendo em vista que Portugal era a nação com os melhores e mais experientes marinheiros. Com as recusas, Colombo buscou o apoio espanhol – e conseguiu.

[CONFIRA TAMBÉM: QUAIS SÃO OS PAÍSES DA EUROPA]

De acordo com informações do segundo filho de Cristóvão Colombo, Fernando Colombo, muitas passagens da vida de Cristóvão foram ocultadas para que fosse possível somente realçar a sua personalidade, evitando características que pudessem criar críticas ou desonrar o nome dele.

Como Cristóvão Colombo chegou à América?

O plano de Colombo era cruzar o Atlântico em direção à Ásia. O objetivo era um só: vencer os monopólios comerciais que existiam na época.

A empreitada planejada por Cristóvão Colombo recebia muito encorajamento, graças aos debates que abordavam a esfericidade da Terra – além da leitura de obras de Aristóteles, Plínio e outros autores, pois esses autores discutiam a distância entre os continentes europeu, africano e a Índia.

Entre 1480 e 1484, Cristóvão Colombo descobriu o “Mapa da Tascanelli”, o que, na realidade, vem a ser uma carta que revela a possibilidade de chegar à China pela direção ocidental, porém era necessário que se tivesse a coragem de desbravar um oceano até então desconhecido.

Com essa carta e com todas as suas vontades, Cristóvão Colombo planejou sua rota e apresentou sua expedição à coroa espanhola. Em 1492, o acordo entre Colombo e os reis católicos foi assinado, garantindo a execução da expedição, que seria custeada pela própria coroa espanhola e os banqueiros.

Exatamente no dia 3 de agosto de 1492, Cristóvão Colombo partiu com três navios: Nina, Pinta e Santa Maria.

As descobertas de Cristóvão Colombo

Com o financiamento para chegar às índias contornando a Terra, Colombo acabou, por engano, descobrindo nada mais nada menos do que a América.Cristóvão Colombo

No dia 12 de outubro de 1492, ele aportou na ilha de Guanaani, que recebeu o nome de batismo de San Salvador, localizada na América Central. Por mais de três meses, Colombo percorreu a região, desbravando as ilhas, mas não encontrou sinais de riquezas, como previa e que foram descritas por Marco Polo.

Mesmo assim, ele estava diante de habitantes nus e que não viviam em palácios. Para o explorador, esse local deveria ser o Japão, acreditando que realmente havia chegado às índias. Por culpa desse erro geográfico, os nativos americanos ficaram conhecidos como índios.

Ao retornar para a Espanha, Colombo foi bem recebido pelos reis e ganhou um novo financiamento para uma nova viagem, que ocorreria em 1493. A terceira viagem aconteceu em 1498, mas ele não chegou às índias. Nem na quarta expedição, ocorrida em 1502, teve resultados positivos na busca.

Nesse período, Vasco da Gama foi o que atingira as índias, no ano de 1498, enquanto que Pedro Álvares Cabral tomava posse do Brasil, em 1500.

Cristóvão Colombo foi o primeiro homem a comprovar que o planeta Terra era redondo de verdade. O nome do explorador foi inspiração para o nome do país Colômbia, além de outras duas regiões na América do Norte: a Colúmbia Britânica, no Canadá e o Distrito de Colúmbia, nos Estados Unidos.

Sem prestígio e honras oficiais, Cristóvão Colombo morreu em 1506, na cidade de Valladolid, acreditando que ele havia atingido a Ásia.

[CONFIRA TAMBÉM: PAÍSES DA AMÉRICA DO SUL]


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply