Érico Veríssimo – Obras, Biografia e Curiosidades

A literatura brasileira possui grandes nomes, conhecidos por suas inúmeras obras. Entre eles, Érico Veríssimo (1905 – 1975). Érico foi um escritor brasileiro premiado, da segunda fase modernista ou, como também ficou conhecida, fase da consolidação. Conheça sua biografia e todos suas obras, a seguir.

[CONFIRA TAMBÉM: O QUE É MODERNISMO?]

Biografia de Érico Veríssimo

Nascido em 17 de dezembro de 1905, no interior do Rio Grande do Sul, na cidade de Cruz Alta, Érico começou a trabalhar desde cedo, principalmente quando os pais perderam boa parte de seus bens.

Seu interesse pela literatura podia ser observado desde muito novo, lendo grandes escritores brasileiros, como Euclides da Cunha, Aluísio de Azevedo, Joaquim Manoel de Macedo, Monteiro Lobato, Oswald de Andrade, Mario de Andrade e Coelho Neto. Também, era um leitor ávido de alguns autores estrangeiros, como Eça de Queirós, Friedrich Nietzsche, Oscar Wilde, entre outros.

erico verissimo biografia

Em 1920, mudou-se para Porta Alegre e, dois anos depois, seus pais divorciaram-se. Após esse período, Érico começou a trabalhar como balconista e, posteriormente, no Banco Nacional do Comércio. Em 1926, voltou para sua cidade natal e abriu a Pharmacia Central, que foi à falência em 1930 – período em que decidiu voltar para Porto Alegre e dedicar-se exclusivamente à literatura.

Linha do tempo da vida literária de Érico Veríssimo

  • Trabalhou como secretário de redação da “Revista do Globo”;
  • Foi promovido a diretor da revista e indicado para gerente de departamento editorial da “Livraria do Globo”;
  • Atuou como colaborador nos jornais “Diário de Notícias” e “Correio do Povo”;
  • Foi eleito presidente da Associação Rio-grandense de Imprensa;
  • Casou-se, em 1931, com Mafalda Halfen Volpe e teve dois filhos: Clarissa (1935) e Luís Fernando (1936), esse último seguiu a carreira do pai;
  • Publicou, em 1932, sua estreia, uma coletânea de contos denominada “Fantoches”;
  • Publicou, em 1933, seu primeiro romance: “Clarissa”;
  • Passou, em 1940, um tempo nos Estados Unidos, para conferências;
  • Mudou-se, em 1943, para os Estados Unidos com a família, devido à censura imposta pelo Estado Novo;
  • Lecionou Literatura e História do Brasil (1943-1945) no Mills College, em Oakland, Califórnia;
  • Recebeu, em 1944, o Título Doutor Honoris Causa na mesma instituição;
  • Voltou para o Brasil, em 1950, para a praia de Torres, no Rio Grande do Sul;
  • Voltou para os EUA, entre 1953 e 1956, para atuar como Diretor do Departamento de Assuntos Culturais da União Pan-Americana, em Washington;
  • Voltou, em 1957, para Porto Alegre;
  • Sofreu o primeiro infarto no miocárdio, em 1961;
  • Morreu vítima de infarto, em 28 de novembro de 1975, aos 69 anos, em Porto Alegre.

erico verissimo

Prêmios de Érico Veríssimo

Entre todos os prêmios que recebeu, destacam-se:

  • “Prêmio Machado de Assis” (1954), pela Academia Brasileira de Letras;
  • “Prêmio Jabuti” (1965), pelo romance “O Senhor Embaixador”.

Vale destacar que o Prêmio Jabuti é o mais importante prêmio literário do Brasil.

Todas as obras de Érico Veríssimo

Durante toda a sua carreira literária, o autor escreveu contos, romances, autobiografias e obras de literatura infantojuvenil. Alguns escritos foram feitos ainda no Brasil, outros nos Estados Unidos.

Suas obras foram traduzidas para inúmeros idiomas – inclusive, o romance “Olhai os lírios do campo” (1938) foi traduzido do inglês ao indonésio. Segundo o próprio Veríssimo, foi com essa obra que ele se consolidou como escritor.

O autor faleceu sem terminar a obra “Solo de clarineta – Memórias 2º volume”, que foi organizada e publicada por Flávio L. Chaves, em 1976.

Conheça todas as obras de Érico Veríssimo:

Contos de Érico Veríssimo

  • Fantoches (1932);
  • As mãos de meu filho;
  • O ataque;
  • Os devaneios do general;
  • Chico

Romances de Érico Veríssimo

  • Clarissa (1933);
  • Caminhos cruzados (1935);
  • Música ao longe (1936);
  • Um lugar ao sol (1936);
  • Olhai os lírios do campo (1938);
  • Saga (1940);
  • O resto é silêncio (1943);
  • O tempo e o vento (1ª parte) — O continente (1949);
  • O tempo e o vento (2ª parte) — O retrato (1951);
  • O tempo e o vento (3ª parte) — O arquipélago (1962);
  • O senhor embaixador (1965);
  • O prisioneiro (1967);
  • Incidente em Antares (1971).

Novela de Érico Veríssimo

  • Noite (1954).

Literatura infantojuvenil de Érico Veríssimo

  • A vida de Joana d’Arc (1935);
  • As aventuras do avião vermelho (1936);
  • Os três porquinhos pobres (1936);
  • Rosa Maria no castelo encantado (1936);
  • Meu ABC (1936);
  • As aventuras de Tibicuera (1937);
  • O urso com música na barriga (1938);
  • A vida do elefante Basílio (1939);
  • Outra vez os três porquinhos (1939);
  • Viagem à aurora do mundo (1939);
  • Aventuras no mundo da higiene (1939);
  • Gente e bichos (1956).

Narrativas de viagens de Érico Veríssimo

  • Gato preto em campo de neve (1941);
  • A volta do gato preto (1946);
  • México (1957);
  • Israel em abril (1969).

Autobiografias de Érico Veríssimo

  • O escritor diante do espelho (1966) (em “Ficção Completa”);
  • Solo de clarineta – Memórias (1º volume) (1973);
  • Solo de clarineta – Memórias (2º volume) (1976) (ed. póstuma, organizada por Flávio L. Chaves).

Ensaios de Érico Veríssimo

  • Brazilian Literature – an Outline (1945);
  • Mundo velho sem porteira (1973);
  • Breve história da literatura brasileira (1995) (tradução de Maria da Glória Bordini).

Biografia de Érico Veríssimo

  • Um certo Henrique Bertaso (1972).

[GOSTOU? CONFIRA TAMBÉM O CONTEÚDO COMPLETO DE LUÍS FERNANDO VERÍSSIMO]


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply