Interjeição – O que é? Classificação, Tipos, Locução interjetiva e Exemplos

Dá-se o nome “interjeição” a uma classe de palavras responsável por exprimir algum tipo de sentimento, tal como alegria, espanto, dor, desejo, impaciência etc.

A interjeição vem sempre acompanhada de uma exclamação, e não desempenha função sintática, sendo considerada, por isso, uma “palavra frase”.

O que é interjeição?

Interjeição é toda palavra que exprime alguma emoção, sensação, ordem, apelo ou que descreva algum ruído. Confira alguns exemplos:

  • Oba! Amanhã é feriado!
  • Hum! Não aguento mais essa sua indecisão!
  • Psiu! É proibido falar durante o exame!

Nestes exemplos, perceba que as interjeições, em negrito, não estão atuando como meros sons: elas trazem consigo um significado afetivo. No primeiro exemplo, está expressando alegria. No segundo, impaciência. Já no terceiro, de repreensão, pedindo por silêncio.

Convém observar que a interjeição vem sempre acompanhada de uma exclamação e não desempenha uma função sintática, tratando-se de uma palavra-frase.

Classificação das interjeições e exemplos

São várias as interjeições da língua portuguesa. Elas são classificadas de acordo com o sentimento que exprimem. Por exemplo, se exprimem um sentimento de alegria, trata-se de uma interjeição de alegria. Se terror, uma interjeição de terror.

São as mais utilizadas em português as interjeições:

  • De alegria: ah! oh! oba! opa! olá!
  • De animação: avante! coragem! eia! vamos!
  • De aplauso: bis! bem bravo! viva!
  • De desejo: oh! oxalá! tomara!
  • De dor: ai! ui!
  • De espanto ou de surpresa: ah! chi! ih! oh ué! puxa!
  • De impaciência: hum! hem!
  • De invocação (ou “chamamento”): alô! ô! ó! olá! psiu! psit!
  • De silêncio: psiu! silêncio!
  • De suspensão: alto! basta! alto lá!
  • De terror: ui! uh!
  • De advertência: cuidado! alerta!
  • De incredulidade: que! qual! ora! adeus!
  • De admiração: puxa! que coisa! caramba!
  • De alívio: ufa! ainda bem! arre!
  • De apelo: alô! oh! socorro!
  • De estímulo: ânimo! força! coragem!
  • De desculpa: perdão! desculpa! desculpe!
  • De dúvida: hum? hem? hã?
  • De saudade: ah! oh! saudade! ai!
  • De interrogação: hei!? como!? quê!? oi!?

Locução interjetiva

Diz-se que ocorre uma locução quando duas ou mais palavras desempenham uma única função; no caso de uma locução interjetiva, quando desempenham a função de uma interjeição.

Confira o exemplo abaixo:

  • Ai de mim! Como sofro por estar sozinho!

Os termos em negrito desempenham uma única função sintática: a de uma interjeição, expressando dor, tristeza ou espanto. Trata-se, portanto, de uma locução interjetiva.

Outros exemplos de locução interjetiva são: ora, bolas! raios te partam! valha-me Deus! Valha-me Nossa Senhora! etc.

Diferença entre interjeição e onomatopeia

Embora a interjeição também possa representar sons, da mesma maneira como as onomatopeias, ambas se diferenciam pelo fato de a interjeição sempre estar associada à expressão de algum sentimento, não sendo apenas uma representação gráfica de um som, como a onomatopeia, que pode representar um ruído, uma batida etc.

Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres, formado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), gosta de arte, literatura, língua portuguesa, poesia e do seu gato.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content