Interpretação de texto: exercícios com gabarito de todos os anos e dicas para treinar

A interpretação de texto é a capacidade de compreender ideias transmitidas em diversos tipos textuais e pensar sobre elas de forma individual. Em provas de português, vestibulares e concursos os exercícios de interpretação são uma forma de avaliar esta habilidade por parte do estudante ou candidato.

A interpretação de texto é algo que começa a ser estudado ainda na infância e abrange justamente as situações cotidianas verbais e não-verbais. Na realidade, tal assunto será aplicado durante toda a vida do indivíduo desde o ensino fundamental até o médio e, para o restante da vida. Afinal, num panorama geral, conseguir absorver informações é requisito para qualquer atividade, sobretudo para uma comunicação transparente.

Aprenda dicas para interpretar um texto e pratique com exercícios indicados para todos os anos. Será que você acerta todas?

interpretação de texto

O que é interpretação de texto?

A interpretação de texto pode ser conceituada facilmente como o elemento-chave na compreensão de todo e qualquer discurso ou texto, ampliando-se o entendimento de sua ideia principal, isto é, de sua finalidade.

Como competência, a interpretação de texto é imprescindível para os resultados acadêmicos e profissionais. Isso acontece justamente pela maior eficiência na resolução de exercícios e na própria compreensão de situações do dia a dia.

A interpretação de texto envolve certas características, tais como:

 

Tais peculiaridades devem estar dispostas em um texto da maneira correta para que assim a interpretação seja feita de forma concreta. Além disso, elementos necessários como coerência, coesão e estrutura semântica precisam estar bem definidos, pois são eles que irão expor as ideias do conteúdo abordado.

O principal objetivo da interpretação de texto é identificar a ideia principal dele. Quando isso é feito, é possível localizar as ideias secundárias, que podem ser argumentações, fundamentações ou explicações que irão esclarecer questões.

📚 VEJA TAMBÉM → Como fazer uma boa redação?

Dicas de como fazer uma interpretação de texto atenta

A interpretação de texto se torna uma tarefa imprescindível para quem trabalha com a escrita, assim como para aquelas pessoas que estão estudando para prestar concurso público.

Existem algumas técnicas e medidas que você pode adotar para melhorar sua interpretação de texto. Confira quais são e procure implementá-las o mais rápido possível para se sair bem em uma redação ou em conversas:

Esteja com um dicionário sempre por perto

 

dicionário

Certos textos podem apresentar um vocabulário mais difícil de ser entendido – isso vale para artigos acadêmicos, relatórios técnicos e produções científicas. O uso exagerado de termos desconhecidos pela maioria das pessoas acaba exigindo a busca pelos significados, para melhorar a interpretação.

Para ajudar nisso, nada melhor que o dicionário, não?

Faça da leitura um hábito

livros

 

Quanto mais você lê, mais conhecimento da língua você terá. Separe um tempo para as leituras, pois interpretar um texto não pode ser feito às pressas.

Uma dica é que você faça a leitura de gêneros diferentes, para engrandecer o seu vocabulário. Por isso, aposte em revistas, livros de literatura, jornais, publicações científicas, blogs e outros meios.

Leia tirinhas e charges

interpretação de tirinha da mafalda

Ter o hábito de ler charges e tirinhas é fundamental para manter-se atualizado e para interpretar situações mais complexas, quais envolvem duplo sentido, trocadilhos, metáforas ou outras figuras de linguagem que podem confundir a leitura.

Faça a releitura do texto quantas vezes forem necessárias

As releituras podem confirmar ou rejeitar aquelas hipóteses que você já cria na primeira leitura do texto.

Portanto, retome a leitura desde o começo para assimilar novamente o assunto – repita isso até que você se sinta apto(a) a explicar com as suas próprias palavras o que o texto apresenta.

Grife as partes importantes do texto

marca texto

A melhor forma de identificar pegadinhas no texto e prestar atenção nos detalhes de informação  é grifar termos e linhas importantes do texto. Assim, na hora de responder às questões pode evitar ter de ler todo o conteúdo novamente para encontrar a resposta.

Importância de uma boa interpretação de texto

Somente pelo conceito é possível determinar a tamanha importância de uma interpretação textual. Basicamente, essa ação procura permitir que uma pessoa estenda o seu domínio sobre a linguagem (tanto escrita quanto falada), tornando-se mais eficiente em relação às informações que são transmitidas e recebidas.

Isto é, a interpretação de texto serve para favorecer a compreensão, o maior entendimento e a assimilação de conteúdos e ideias.

É ainda importante mencionar que a interpretação de texto é uma aptidão que pode proporcionar mais conhecimento de mundo aos indivíduos, bem como pensamento crítico.

No mundo acadêmico ou no âmbito profissional, uma boa interpretação melhora a capacidade de comunicação, abastece de argumentos e desenvolve as competências de qualquer profissional e seu uso da linguagem.

Agora que você já sabe como interpretar o texto teste seu conhecimento nos exercícios que preparamos! Tem atividades desde o 1° ano até o ensino médio ou para concurseiros

 

Rafaela Cortes

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e pós-graduanda em Negócios Digitais. Tem mais de 600 artigos publicados em sites dos mais variados nichos e quatro anos de experiência em marketing digital. Em seus trabalhos, busca usar da informação consciente como um instrumento de impacto positivo na sociedade.

Conheça Mais Sobre o Autor

Teste seus conhecimentos sobre Interpretação de texto: exercícios com gabarito de todos os anos e dicas para treinar

1) Exercício de concurso - Se uma nave extraterrestre invadisse o espaço aéreo da Terra, com certeza seus tripulantes diriam que neste planeta não habita uma civilização inteligente, tamanho é o grau de destruição dos recursos naturais. Essas são palavras de um renomado cientista americano. Apesar dos avanços obtidos, a humanidade ainda não descobriu os valores fundamentais da existência. O que chamamos orgulhosamente de civilização nada mais é do que uma agressão às coisas naturais. A grosso modo, a tal civilização significa a devastação das florestas, a poluição dos rios, o envenenamento das terras e a deterioração da qualidade do ar. O que chamamos de progresso não passa de uma degradação deliberada e sistemática que o homem vem promovendo há muito tempo, uma autêntica guerra contra a natureza. Afrânio Primo. Jornal Madhva (adaptado). Segundo o texto o cientista americano está preocupado com:

  • a) a vida neste planeta.
  • b) a qualidade do espaço aéreo.
  • c) o que pensam os extraterrestres.
  • d) o seu prestígio no mundo.

2) Exercício de 8° ano - (FCC-2013) esta vida é uma viagem pena eu estar só de passagem

  • a) da fugacidade da vida.
  • b) demonstra preferir a vida espiritual à terrena.
  • c) revolta-se contra o seu destino.
  • d) sugere que a vida não tem sentido.

3) Exercício de 7° ano - Qual é o melhor amigo do homem? Apesar de o ditado popular ter consagrado o cachorro como dono desse título, esse é o tipo de questão que depende da preferência de cada um. Mas, quando falamos do nosso amigo mais antigo, não cabe discussão: o primeiro animal a ser domesticado foi mesmo o cão. Ou, para ser mais preciso, um ancestral comum dos lobos e cachorros atuais. A relação começou na pré-história, há cerca de 30 mil anos, em diferentes partes do mundo – como China, Europa e América do Norte. Era uma troca: os cachorros ganhavam comida, e os humanos, proteção. Com o tempo, o vínculo se aprofundou e se estendeu às várias outras espécies de animais de estimação. Hoje, no Brasil, é mais comum ter bichos do que filhos. De cada 100 famílias, 62 abrigam algum animalzinho, enquanto só 36 têm crianças, segundo os dados mais recentes do IBGE, de 2013. E essa relação traz uma série de benefícios para o corpo e a mente: “O convívio com animais produz um efeito antiestresse, fortalece o sistema imunológico e aumenta as chances de sobrevida para quem tem problemas cardíacos. Além disso, eleva as possibilidades de interação social”, explica a pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP), Carine Redígolo, estudiosa do comportamento animal. A ligação entre os humanos e os bichos é tão poderosa que chega a interferir nos nossos hormônios. Pesquisadores da Universidade de Azabu, no Japão, descobriram que basta uma simples troca de olhares entre o cão e o dono para aumentar o nível da ocitocina – a substância que ajuda a formar os laços entre mães e filhos. Se você gosta de animais, conhece na prática essas descobertas da ciência. Interagir com essas criaturas amorosas enche nossa rotina de alegria, das mais variadas formas. Referência: Revista Todos – A vida é feita de histórias. Qual é a sua? – Outubro/Novembro, p.14. Em todas as alternativas, são apresentados, à luz da ciência, os benefícios advindos da relação do humano com o cão, exceto em:

  • a) “[…] os cachorros ganhavam comida, e os humanos, proteção.”
  • b) “[…] produz um efeito antiestresse, fortalece o sistema imunológico […]”
  • c) “[…] eleva as possibilidades de interação social […]”
  • d) […] aumenta o nível da ocitocina […]”

4) Exercício de 5° ano - “Ele era o inimigo do rei”, nas palavras de seu biógrafo, Lira Neto. Ou, ainda, “um romancista que colecionava desafetos, azucrinava D. Pedro II e acabou inventando o Brasil”. Assim era José de Alencar (1829-1877), o conhecido autor de O guarani e Iracema, tido como o pai do romance no Brasil. Além de criar clássicos da literatura brasileira com temas nativistas, indianistas e históricos, ele foi também folhetinista, diretor de jornal, autor de peças de teatro, advogado, deputado federal e até ministro da Justiça. Para ajudar na descoberta das múltiplas facetas desse personagem do século XIX, parte de seu acervo inédito será digitalizada. História Viva, n.° 99, 2011. Com base no texto, que trata do papel do escritor José de Alencar e da futura digitalização de sua obra, depreende-se que

  • a) a digitalização dos textos é importante para que os leitores possam compreender seus romances.
  • b) o conhecido autor de O guarani e Iracema foi importante porque deixou uma vasta obra literária com temática atemporal.
  • c) a divulgação das obras de José de Alencar, por meio da digitalização, demonstra sua importância para a história do Brasil Imperial.
  • d) a digitalização dos textos de José de Alencar terá importante papel na preservação da memória linguística e da identidade nacional.

5) Vestibular Unifesp (2017) - Enquanto fugia de caçadores, uma raposa viu um lenhador e lhe pediu que a escondesse. Ele sugeriu que ela entrasse em sua cabana e se ocultasse lá dentro. Não muito tempo depois, vieram os caçadores e perguntaram ao lenhador se ele tinha visto uma raposa passar por ali. Em voz alta ele negou tê-la visto, mas com a mão fez gestos indicando onde ela estava escondida. Entretanto, como eles não prestaram atenção nos seus gestos, deram crédito às suas palavras. Ao constatar que eles já estavam longe, a raposa saiu em silêncio e foi indo embora. E o lenhador se pôs a repreendê-la, pois ela, salva por ele, não lhe dera nem uma palavra de gratidão. A raposa respondeu: “Mas eu seria grata, se os gestos de sua mão fossem condizentes com suas palavras.” (Fábulas completas, 2013.) A moral mais apropriada para fechar a fábula seria:

  • a) esta fábula pode ser dita a propósito de homens desventurados que, quando estão em situações embaraçosas, rezam para encontrar uma saída, mas assim que encontram procuram evitá-las
  • b) desta fábula pode servir-se uma pessoa a propósito daqueles homens que nitidamente proclamam ações nobres, mas na prática realizam atos vis
  • c) esta fábula mostra que os homens desatentos prestam atenção nas coisas de que esperam tirar proveito, mas permanecem apáticos em relação àquelas que não lhes agradam
  • d) assim, alguns homens se entregam a tarefas arriscadas, na esperança de obter ganhos, mas se arruínam antes mesmo de chegar perto do que almejam

6) Exercício de 3° ano - Se o homem cuidar da natureza _______ mais saúde. A forma verbal que completa corretamente a lacuna é:

  • a) teve
  • b) tivera
  • c) têm
  • d) terá

7) Exercício de ensino médio - (UERJ - 2016/1) “Todo abacate é verde. O incrível Hulk é verde. O incrível Hulk é um abacate.” Todo argumento pode se tornar um sofisma: um raciocínio errado ou inadequado que nos leva a conclusões falsas ou improcedentes. O último parágrafo do texto é um exemplo de sofisma, considerando que, da constatação de que todo abacate é verde, não se pode deduzir que só os abacates têm cor verde. Esse é o tipo de sofisma que adota o seguinte procedimento:

  • a) enumeração incorreta
  • b) generalização invertida
  • c) representação imprecisa
  • d) exemplificação inconsistente

2 Comentários

  • Evy Abrahão disse:

    Fiquei Muito Interessado pelo seu post.Vou acompanhar seu Blog que é muito bom. É TOP ! Esse tipo de conteúdo tem me agregado muito conhecimento.Grato !

  • Laurineide de oliveira disse:

    achei muito bom pois como sou formada e pós- graduada em matemática e pedagogia,venho em busca de aprimorar mais o meu conhecimento e busca de melhor aprendizado para alem de ensinar os meus alunos mais também quero passar no concurso publico GRATA!!!

Deixe seu Comentário

WebGo Content