Maurício de Sousa – Biografia, Obras e Prêmios

Cartunista e empresário conhecido por criar a “Turma da Mônica”, Maurício de Sousa é uma das personalidades mais marcantes na infância de muita gente, sendo o mais famoso e premiado autor brasileiro de histórias em quadrinhos.

Sua carreira começou nos jornais ainda cedo, com 19 anos, como um repórter policial. Algum tempo depois, teve sua primeira tirinha publicada no mesmo jornal em que trabalhava. Conheça mais sobre a história e a carreira de Maurício de Sousa, só aqui no Gestão Educacional!

Mauricio de Souza

Conheça Maurício de Sousa

Maurício Araújo de Sousa nasceu em 27 de outubro de 1935, filho do casal de poetas Antônio Mauricio de Sousa e Petronilha Araújo de Sousa. Seu pai, além da poesia, também era pintor e compositor.

Isso proporcionou a Maurício uma infância repleta de cultura, sempre sendo incentivado a criar. Quando criança, viveu em Mogi das Cruzes, onde seus desenhos foram fortemente incentivados.

Seus cadernos eram repletos de desenhos criados por ele. Com o passar do tempo, passou a criar cartazes para os comerciantes locais. Após completar 18 anos, mudou-se para São Paulo, levando seu trabalho consigo em busca de oportunidades como cartunista.

Aos 19 anos, em 1954, conseguiu um emprego no Jornal Folha da Manhã, como repórter policial. Durante essa fase de sua vida, escrevia as notícias trágicas acompanhadas de seus próprios desenhos, para ilustrá-las.

Foi aí que ele criou seus 2 primeiros personagens famosos até hoje: o cãozinho Bidu e seu dono Franjinha. Nessa época, o artista convenceu o dono do jornal de, semanalmente, publicar uma tirinha da dupla. E foi aí que sua vida como cartunista começou a ganhar fama.

Durante esse período, deu vida a outros personagens queridinhos até os dias atuais, como Cebolinha e Chico Bento. Na década de 70, publicou a primeira “Revista da Mônica”, pela editora Abril, onde ficou até 1986, quando saiu e foi para a Editora Globo.

A partir daí, passou a publicar as conhecidas revistas em quadrinhos da Turma da Mônica. Em 2006, levou todos os seus personagens para a editora italiana Panini.

Proprietário da Empresa Maurício de Sousa Produções, o autor tem 10 filhos. Seus personagens foram criados em homenagem a cada um deles. Inclusive, o próprio já recebeu diversas homenagens, como nomes de prédios, ruas, praças e até virou tema de Escola de Samba no Carnaval de São Paulo, pela Unidos do Peruche.

Principais obras e personagens

A principal obra do cartunista Maurício de Souza é a Turma da Mônica. A personagem principal, “dentucinha e gordinha”, foi criada em 1963, sendo inspirada por uma de suas filhas. Na época, Mônica era uma personagem secundária, mas seu sucesso foi tanto que, em 1970, ganhou sua própria revista.

Além dela, também outros personagens na turminha ganharam uma revista própria. Cebolinha nasceu em 1960, inspirado em um garoto da cidade em que passou a infância. Sua primeira revista foi lançada em 1973.

Cascão é conhecido por não gostar de água e muito menos de banho. Ganhou o coração dos leitores logo que surgiu, em 1961. Sua própria revista saiu em 1982. Já Magali, assim como Mônica, nasceu em 1963, e também foi inspirada em uma de suas filhas. A revistinha da Magali foi lançada em 1989.

Além desses, Maurício deu vida a vários personagens que ganharam o coração da criançada (e dos adultos também). Entre eles, Chico Bento, Rosinha, Jotalhão, Tina, Horácio e muitos outros.

Os personagens de Maurício de Sousa já alcançaram mais de 50 países com mais de 1 bilhão de revistas publicadas. Além das revistas, há livros ilustrados, revistas de atividades, álbuns de figurinhas, livros em 3D e em braile e também CD’s.

Em 2008, foi lançada a Turma da Mônica Jovem, que alcançou mais de um milhão e meio de vendas nos quatro primeiros números da revista.

Principais títulos e homenagens de Maurício de Sousa

Não é só o cartunista que ganhou vários reconhecimentos. Mônica, em 2007, foi “Embaixadora da UNICEF”, sendo a primeira personagem a receber esse título. No mesmo ano, Maurício de Sousa foi homenageado como “Escritor para Crianças do UNICEF”. No ano seguinte, Mônica ainda recebeu o título de “Embaixadora do Turismo Brasileiro”, pelo Ministério do Turismo.

Além dessas nomeações, Maurício também recebeu:

  • Prêmio Gran Guinigi, pela revista Mônica (Itália, 1971);
  • Troféu Yellow Kid, o Oscar dos Quadrinhos Mundiais (Itália, 1971);
  • Prêmio de Literatura Infantil da ABL (Brasil, 1999);
  • Doutor Honoris Causa da Universidade La Roche (Pittsburgh, 2001);
  • Medalha do Vaticano (Washington, DC, 2004);
  • Homenagem da Escola de Samba Unidos do Peruche (São Paulo, 2007);
  • Medalha de Vermeil (França, 2008);
  • Prêmio Pulcinella, pelo conjunto da obra (Itália, 2011).

Rafaela Cortes

Rafaela Cortes

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Revoltada por natureza, vê na comunicação uma oportunidade de extravasar a sua paixão por curiosidades, arte e conhecimento.

Conheça Mais Sobre o Autor

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply