Arte Barroca – Características nas obras e esculturas e principais artistas

A arte barroca é um estilo artístico bastante rebuscado, que surgiu entre os séculos XVI e XVIII, na Itália – tanto que a Igreja Católica aderiu a esse fenômeno nas construções dos templos e, com isso, ditou o estilo em diversos países da Europa e do mundo.

Os novos padrões estéticos surgiram para valorizar os elementos da antiguidade, que também eram muito valorizados pelo Renascimento. Nessa época, ocorreram muitas mudanças no mundo, entre elas, reformas sociais e políticas envolvendo as reformas protestantes e contrarreformas da Igreja Católica.

Nessa onda, o catolicismo estava perdendo inúmeros membros, já que Martin Lutero estava se fortalecendo cada vez mais no protestantismo. As reformas protestantes causaram muitas guerras civis em todo o continente europeu. Enquanto isso, a igreja católica elaborou medidas para não perder fiéis para o avanço protestante.

Não se pode ignorar o fato de que foi justamente nesse período que a Monarquia foi estabelecida, ou seja, muitos países passaram a ser governados por reis.

arte barroca

Características da Arte Barroca nas pinturas e esculturas

Com o surgimento da arte barroca, notou-se que não existia preocupação com as formas e linhas utilizadas na criação das pinturas e esculturas. Os formatos eram totalmente distorcidos, tensos e sem uma alinhamento de precisão.

No entanto, é necessário ressaltar que o principal destaque desse estilo, sem dúvida nenhuma, era as cores fortes, vivas e com contraposição de luzes e sombras, que evidenciavam os gestos e o emocional do ser humano.

É impossível não mencionar a semelhança das pinturas ou esculturas com o ser humano: os traços e os sentimentos representados em cada obra faziam desse estilo, uma arte emotiva. As expressões das pinturas e também das esculturas eram tidas como “dramáticas”, pois relatavam a sua forma real.

As pinturas eram focadas em temas sacros, por isso muitas igrejas católicas possuem o estilo barroco, entretanto, não era uma exclusividade, pois temas como mitologia grega também foram comuns.

Com relação, às esculturas, os temas também são, em sua maioria, sacros, sendo utilizados cedro, pedra sabão e barro cozido para a confecção.

Principais obras da arte barroca

arte barroca estatua

É fato que o estilo barroco evidenciava um trabalho rico e bem trabalhado, na tentativa de mostrar os detalhes pelas pinturas e esculturas.

No Brasil, o movimento barroco chegou em XVIII, pelos imigrantes europeus. Nessa época, o país baseava sua economia em ouro branco e açúcar. Como as lavouras eram, em grande parte, na região nordeste, foi de lá que saíram os maiores escritores barrocos brasileiros.

As principais obras da arte barroca foram:

Pinturas:

  • 1578 – Cristo em Casa de Marta e Maria – Tintoretto;
  • 1579 – Espólio – El Grego;
  • 1602 – Deposição de Cristo – Michelangelo;
  • 1632 – A lição de Anatomia do Doutor Tulp – Rembrandt Harmenszoon van Rijn;
  • 1665 – Moça com brinco de pérola – Johannes Vermeer.

Esculturas e arquitetura:

  • 1645 – 1652 – Êxtase de Santa Teresa – Gian Lorenzo Bernini;
  • 1656 – 1657 – Igreja de Santa Maria Della Pace – Projetada por Pietro de Cortona e San Carlo Alle Quattro Fontane.

Pintores e escultores brasileiros de destaque:

  • Aleijadinho (Antônio Francisco Lisboa) – Escultor;
  • Francisco das Chagas – Escultor;
  • Agostinho de Jesus – Escultor;
  • Jesuíno do Monte Carmelo – Pintor, Arquiteto e Escultor;
  • Eusébio de Matos e Guerra – Pintor;
  • José Joaquim da Rocha – Pintor;
  • José Teófilo de Jesus – Pintor;
  • Manuel de Jesus Pinto – Pintor;
  • Mestre Ataíde – Pintor.

Aleijadinho foi um dos principais artistas da arte barroca no Brasil, sendo um grande escultor e projetista de diversas igrejas, em especial no estado mineiro.

O movimento barroco permaneceu no Brasil até o final do período colonial e deixou de herança diversas igrejas trabalhadas nesse estilo – é importante frisar que o movimento serviu para facilitar o doutrinamento católico.

O objetivo das obras era captar a realidade em pleno movimento, dando uma ornamentação muito diferenciada para portas, janelas, paredes, colunas, teto e púlpitos de igrejas.

arte barroca igreja

Os críticos de arte desse período não aprovavam a arte barroca, pois diziam que esses artistas queriam depreciar as imagens, devido às pinturas e esculturas serem com formatos tortuosos.

No entanto, nada foi capaz de mudar esse movimento, uma vez que ele surgiu decorrente de impactos políticos e sociais promovidos pelas reformas protestantes e pela contrarreforma do catolicismo.

[QUER SABER MAIS SOBRE O PERÍODO BARROCO NO BRASIL? CONFIRA, AQUI, O CONTEÚDO COMPLETO]


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply