Metamorfose dos animais – O que é? Como ocorre? Exemplos e Exercícios

O desenvolvimento é um dos processos mais interessantes do mundo animal. Enquanto algumas espécies já nascem muito parecidas com os pais, alguns animais sofrem grandes modificações até adquirem uma estrutura física mais semelhante aos seus progenitores. Assim, eles sofrem um processo chamado metamorfose, que é controlado por genes e hormônios.

Essas alterações sofridas pelos animais jovens não apenas modificam sua estrutura física externa, mas também sua fisiologia, sua bioquímica e até seu comportamento.

Quando os indivíduos estão no estágio larval, eles possuem adaptações para o ambiente em que vivem, como diferentes formas de se alimentar e até habitats diferentes dos adultos. Dessa forma, garante-se que larvas e adultos não competirão por recursos ou por espaços no ambiente, aumentando a chance de sobrevivência da espécie.

O que é metamorfose?

Metamorfose significa mudança. Ela caracteriza a transformação dos animais da fase inicial do desenvolvimento até a fase adulta.

Exemplos de metamorfose

Um exemplo de um grupo animal que sofre metamorfose são os sapos, que pertencente à classe Amphibia. Os sapos jovens passam pelo estágio larval, também chamado de girino.

As estrelas-do-mar, da classe dos Echinodermos, são outros seres que passam pela metamorfose, transformando seu formato de simetria bilateral para simetria radial nos adultos.

Outros grupos que possuem esse tipo de desenvolvimento são os caranguejos e as lagostas, do grupo dos artrópodes, e também os caracóis e os mexilhões.

Como acontece?

dois tipos de metamorfose:

Metamorfose incompleta ou gradual

É caracterizada pelo desenvolvimento hemimetábolo (hemi=meio). Nesse processo, o ovo dá origem à ninfa (ou imago), que é semelhante ao adulto, porém não possui asas ainda.

São exemplos de animais que sofrem esse tipo de metamorfose: barata, percevejo e gafanhoto.

Metamorfose completa

Esse processo é caracterizado pelo desenvolvimento holometábolo (holo=total), com quatro fases. Nesse tipo de metamorfose, o ovo dá origem a uma larva (ou lagarta) que possui uma morfologia totalmente diferente do indivíduo adulto. A larva não tem asas e passa por um período em que se alimenta ativamente. Depois disso, vai para o estágio de pupa, no qual o animal fica inativo e é quando ocorre a metamorfose. A larva passa a ter a morfologia do indivíduo adulto (ou imago).

São exemplos de animais que sofrem a metamorfose completa: borboleta, besouros, vespas, moscas e traças.

A duração de cada fase do desenvolvimento depende da espécie, podendo ser de alguns meses a um ano. Depois de adulto, o animal holometábolo não sofre mais transformações.

Metamorfose dos anfíbios

Em anfíbios, as fases desse processo são bastante visíveis e são dividias em três períodos:

  • Fase pré-metamórfica: nesse momento, a larva aumenta de tamanho e crescem as patas;
  • Fase pró-metamórfica: o crescimento das patas se torna mais acelerado e o corpo continua a crescer;
  • Clímax da metamorfose: nessa fase, as patas anteriores também tornam-se visíveis, a cauda desaparece num processo chamado de apoptose, e o animal possui aparência mais semelhante com o adulto.

O girino também sofre o encurtamento do intestino, a formação das patas e as brânquias são desfeitas, uma vez que o animal adulto passa a viver no ambiente terrestre a maior parte do tempo, não necessitando desses órgãos. Já nas salamandras, a metamorfose é mais simples. Os tecidos sofrem modificações, as brânquias também são perdidas e a cauda regride.

Referências utilizadas neste conteúdo:

http://www.qualibio.ufba.br/035.html

Bruna Manuele Campos

Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP (2016 e 2018), tem 25 anos e é apaixonada pela natureza e por explorar o mundo. Quando não está se aventurando por aí, gosta de aquietar as pernas com livros e séries.

Conheça Mais Sobre o Autor

Teste seus conhecimentos sobre Metamorfose dos animais – O que é? Como ocorre? Exemplos e Exercícios

1) (Adaptado Fuvest-SP) Metamorfose é a transformação do estágio jovem para o adulto. Alguns insetos têm metamorfose completa (holometábolos), em outros a metamorfose é incompleta (hemimetábolos). Quais insetos exemplificam o primeiro e o segundo tipo de metamorfose, respectivamente?

  • a) Gafanhoto e libélula.
  • b) Borboleta e barata.
  • c) Mariposa e abelha.
  • d) Percevejo e mosquito.

2) (Adaptado UNIR-RO) Sobre o desenvolvimento dos insetos, analise as afirmativas:

I. Os insetos ametábolos possuem desenvolvimento direto.
II. Durante o desenvolvimento dos ametábolos ocorre a metamorfose.
III. Os insetos hemimetábolos passam metade de seu desenvolvimento como pupas ou larvas e depois se transformam em adultos.
IV. Os insetos holometábolos apresentam estágios jovens vermiformes e depois se transformam em pupas que passarão por mudanças até se tornarem adultos.

Estão corretas as afirmativas:

  • a) II e IV, apenas.
  • b) I, II, III e IV.
  • c) II e III, apenas.
  • d) I e IV, apenas.

Deixe seu Comentário

WebGo Content