Passa ou paça – Significado e Exemplos

A palavra “paça”, com “ç”, está errada. A grafia correta é “passa”, com “ss”. Essa palavra pode indicar tanto um substantivo como um verbo. Para saber em qual situação ela é empregada em cada sentença, é necessário compreender o contexto que deseja expressar.

Entenda as diferenças da palavra “passa” como verbo e como substantivo, só aqui no Gestão Educacional!

Passa ou paça

Quando usar o verbo “passa”

Como verbo, pode ser usado em 2 tempos verbais:

  • 3ª pessoa do singular do presente do indicativo:
    • (Eu) passo;
    • (Tu) passas;
    • (Ele) passa;
    • (Nós) passamos;
    • (Vós) passais;
    • (Eles) passam.
  • 2ª pessoa do singular do imperativo afirmativo:
    • (Tu) passa;
    • (Ele) passe;
    • (Nós) passemos;
    • (Vós) passeis;
    • (Eles) passem.

O verbo “passa” significa o ato de andar, atravessar ou mudar de um lugar para outro ou determinada situação. É considerado sinônimo de algumas palavras como andar por, aplicar, estar, passar, comunicar entre tantas outras.

Veja alguns exemplos de aplicação do verbo “passa”:

  • Isso é uma fase ruim! Logo passa!
  • Passa aqui em casa a hora que for ao trabalho.

Quando usar o substantivo “passa”

A palavra “passa” é aplicada como substantivo quando deseja indicar que algo está seco, desidratado ou até mesmo quando a pele já está enrugada, por exemplo. Nesse último caso, o sentido é figurado.

Para facilitar a compreensão, veja alguns exemplos de como usar o substantivo “passa”:

  • No final do ano, há sempre a discussão sobre colocar ou não uva-passa no arroz;
  • A vovó está parecendo uma passa, toda enrugada e magrinha.

Como saber qual usar?

A grafia, seja verbo ou substantivo, sempre escrita da mesma forma: passa com ss. Portanto, quanto a isso, não há erro! Para saber qual forma está sendo usada, basta compreender o significado da sentença.

Se está relacionada à posição de algo ou a uma situação, por exemplo, “passar pela rua do mercado”, é um verbo. Mas, se está sendo usada no sentido de algo estar “passado” e seco, é um substantivo.

Rafaela Mustefaga

Graduada em Letras Português/Inglês, pela PUCPR, é revisora e editora de textos informativos, apaixonada por línguas e literatura e professora nas horas vagas.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content