Pronomes interrogativos – O que são? Quais são? Exemplos e Exercícios

O pronome é uma classe de palavra responsável por indicar as pessoas do discurso, ou seja, o indivíduo que fala, o indivíduo com quem se fala ou o indivíduo ou a coisa de que se fala.

São vários os tipos de pronome: pessoais, demonstrativos, relativos, possessivos indefinidos.

Neste artigo, tratamentos de um tipo de pronome bem fácil e interessante: o interrogativo.

O que são pronomes interrogativos?

Pronomes interrogativos

Dentre os vários tipos de pronomes, esse é um dos mais fáceis de se entender. Os pronomes interrogativos são aqueles usados para a formulação de perguntas diretas ou indiretas (se não sabe a diferença, tenha calma que explicaremos ao longo do texto).

Veja um exemplo de uso de um pronome interrogativo para a formulação de uma pergunta:

  • “Qual é o seu livro favorito?”.

Diferente dos pronomes relativos, os pronomes interrogativos não fazem referência a algo já mencionado, uma vez que a pergunta é feita geralmente por não se saber a resposta. Nesse sentido, os pronomes interrogativos aproximam-se dos pronomes indefinidos, embora nos interrogativos a resposta geralmente esclareça o que foi perguntado.

Quais são os pronomes interrogativos?

Os pronomes interrogativos são “que”, “quem”, “qual” e “quanto”, quando empregados para formular perguntas diretas ou indiretas. Esses mesmos pronomes aparecem em listas de outros pronomes, como na dos pronomes relativos. O que os definem, portanto, são as suas utilizações na formulação de perguntas.

Pergunta direta x pergunta indireta

Como mencionado, os pronomes interrogativos podem ser empregados tanto em perguntas diretas, quanto em perguntas indiretas.

Perguntas diretas são aquelas que terminam com pontos de interrogação, que altera a entonação, como em:

  • “Que vestido fica melhor em mim?”

Perguntas indiretas, por sua vez, não possuem pontos de interrogação, mas a escolha dos constituintes, especialmente do verbo, induz a indagação. Por exemplo:

  • “Quero saber que vestido fica melhor em mim”.

Pronomes interrogativos

Exemplos

Que: “—Tu, João Batista, e tu também, Francisco de Paula, e todos vós haveis de sorrir comigo; e, pela minha, parte, posso fazê-lo, pois já intercedi e alcancei do Senhor aquilo mesmo que me veio pedir esta pessoa.

Que pessoa?” (ASSIS, M. de., 2011, p. 279).

Quem: “— Conhecia-o antes? perguntou Garcia.

— Não, nunca o vi. Quem é?” (ASSIS, M. de., 2011, p. 257).

Qual: “Prometeu — E qual foi o meu crime? Fiz de lodo e água os primeiros homens, e depois, compadecido, roubei para eles o fogo do céu.” (ASSIS, M. de., 2011, p. 296).

Quanto: “— Quanto tinha ele? perguntava-me meu irmão.

— Não sei, mas era rico.” (ASSIS, M. de., 2011, p. 2019).

Exercícios resolvidos

1. Assinale as alternativas em que o pronome destacado é um pronome interrogativo.

a) Posso denunciar quem me ofender?

b) Quero saber qual foi o meu erro.

c) Alô? Quem está na linha?

d) A moça que me ligou ontem tornou a ligar?

e) Pergunte ao moço quantos reais custa a dúzia do pão.

2. As sentenças abaixo estão na forma de perguntas indiretas. Transforme-as em perguntas diretas, usando pronomes interrogativos. Não repita os pronomes.

a) Quero saber o seu nome. ____________________

b) Quero saber a sua idade. ____________________

c) Quero saber quando você vai chegar. ____________

d) Quero saber quem é o responsável. _____________

RESPOSTAS

b, c, e.

2.

a) Qual é o seu nome?

b) Quantos anos você tem? / Qual a sua idade?

c) Que dia/mês/ano/horas você vai chegar?

d) Quem é o responsável?


Referências utilizadas neste conteúdo:

ASSIS, Machado de. Seus trinta melhores contos. Ed. Especial. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2011.
CUNHA, Celso. Novo gramática do português contemporâneo. 7. ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2017.
ROCHA LIMA, Carlos Henrique da. Gramática normativa da língua portuguesa. prefácio de Serafim da Silva Neto. 33. ed. – Rio de Janeiro: José Olympio, 1996.


Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres, formado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), gosta de literatura, língua portuguesa e do seu gato.

Conheça Mais Sobre o Autor

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply