Tabela Periódica Completa Atualizada – Elementos. Como funciona?

A tabela periódica é o documento atualizado que organiza todos os elementos químicos conhecidos e suas propriedades. A tabela os coloca em ordem crescente ao número de prótons. Ela é composta por 119 elementos químicos, sendo 32 deles naturais e 26 artificiais, a última vez que ela foi atualizada foi em março de 2018 com o descobrimento do Rutênio (Ru) como um quarto elemento de propriedades magnéticas.

Este tipo de organização é adotado mundialmente na Química desde 1869, quando o cientista siberiano, Dimitri Mandeleev, propôs a tabela periódica para organização dos elementos químicos – na época eram conhecidos somente 60. A primeira forma é mantida até hoje: são identificados conforme a massa, átomos, propriedade e categoria pertencente.

Tabela Periódica Atualizada Completa (2018)

tabela periódica atualizada 2018 completa

Acima você confere a tabela atualizada e completa. A última atualização foi com o Rutênio, em 2018. A descoberta foi feita por cientistas japoneses liderados pelo físico Hideto Enyo que comanda o acelerador de partículas de Tóquio.

O novo elemento inaugurou uma nova linha (a oitava) na tabela periódica. O elemento surgiu a partir de feixes de venádio, um metal com alvo de cúrio – um dos elementos mais pesados encontrados na Terra. A teoria é que o núcleo do átomo possui 23 prótons, do cúrio 96. Juntos, eles criam um elemento de 119 prótons.

O elemento eletromagnético pode contribuir para várias funções na sociedade, inclusive na melhoria de aparatos tecnológicos da indústria de eletrônicos e automobilística. A pesquisa completa está disponível no SCI News

Como funciona a tabela

Ela é organizada em várias informações. Cada uma delas ajuda no processo de identificação dos elementos. Confira como lê-la corretamente:

Período

As linhas horizontais são os períodos (correspondem as linhas) .Eles são separados num total de 7:

  • 1º período :2 elementos;
  • 2º período: 8 elementos;
  • 3° período: 8 elementos;
  • 4° período: 18 elementos;
  • 5° período: 18 elementos;
  • 6° período: 32 elementos;
  • 7° período : 32 elementos.

Famílias e Grupos

As famílias são as linhas verticais. Nessa posição são informados os números de elétrons e a camada de valência, elas são representadas com números. Enquanto isso os grupos são as letras que o acompanham e servem para identificar o tipo de material.

  • Família 1A: Metais Alcalinos (lítio, sódio, potássion, rubídio, césio e frâncio)
  • Família 2A: Metais Alcalino- Terrosos (berílio, magnésio, cálcio, estrôncio, bário e rádio)
  • Família 3A: Família do Boro (boro, alumínio, gálio, índio, tálio e unúntrio)
  • Família 4A: Família do Carbono (carbono, silício, germânio, estanho, chumbo e fleróvio)
  • Família 5A: Família do Nitrogênio (nitrogênio, fósforo, arsênio,antimônio,busmuto e ununpêntio)
  • Família 6A: Calcogênios (oxigênio, enxofre, sel~enio,telúrio,polônio,livermório)
  • Família 7A: Halogênios (flúor, cloro, bromo, iodo, astato e ununséptio)
  • Família 8A: Gases Nobres (hélio, neônio, argônio,criptônio,xenônio,radônio e ununóctio)

Já os pertencentes à família com grupo B são os metais de transição. A transição pode ser interna ou externa. Os representativos são aqueles que terminam em s ou p, já os de transição externa terminam em d ou f.

  • Família 1B: cobre, prata, ouro e roentgênio.
  • Família 2B: zinco, cádmio, mercúrio e copernício.
  • Família 3B: escândio, ítrio e sério de lantanídeos (15 elementos) e actinídeos (15 elementos).
  • Família 4B: titânio, zircônio, háfnio e rutherfórdio.
  • Família 5B: vanádio, nióbio, tântalo e dúbnio.
  • Família 6B: cromo, molibdênio, tungstênio e seabórgio.
  • Família 7B: manganês, tecnécio, rênio e bóhrio.
  • Família 8B: ferro, rutênio, ósmio, hássio, cobalto, ródio, irídio, meitnério, níquel, paládio, platina, darmstádio.

Classificação dos elementos

Os elementos são classificados conforme o tipo. Eles são separados como:

  • Metais: tem como característica conduzir bem o calor e a eletricidade. São sólidos (com exceção do mercúrio), tem boa maleabilidade e conduzem energia;
  • Não metais: tem como característica conduzir bem correntes elétricas e calor. No entanto, diferentemente dos metais, não têm uma forma física única:: assumem qualquer estado físico de acordo com a temperatura do ambiente que se encontram;
  • Semi-metais: tem propriedades intermediárias e todos eles são sólidos quando encontrados em temperatura ambiente. Têm características tantos de metais como de não-metais;
  • Gases Nobres: são considerados inertes e tem baixa reatividade, dificilmente conduzem eletricidade ou calor.

Elementos naturais e artificiais

A tabela difere os elementos naturais, ou seja, aquele naturalmente existentes na Terra com os fabricados em laboratórios por meio de pesquisas nucleares. O primeiro elemento sintético descoberto foi o tecnécio (número atômico 43).

Outros exemplos de elementos químicos descobertos por experimentações foi o frâncio, plutônio e urânio. As principais características destes elementos é que a grande maioria deles são radioativos e tem uma vida média muito pequena – rapidamente deixam de existir. Alguns não ficam no ambiente mais do que alguns segundos.

Informações dos elementos

Dentro das caixas de cada elementos também se organizam informações sobre aquele elemento em si. Ao lado superior esquerdo fica o número atômico (quantidade de átomos), no lado superior esquerdo a massa e nome por extenso. Ao centro fica o símbolo. No lado superior direito a distribuição eletrônica.

No exemplo abaixo você percebe como são distribuídas as informações do elemento Ferro (Fe):

como funciona tabela periódica

Este documento é utilizado para praticamente todos os estudos químicos, já que facilita – e muito – as operações, distribuição e organização dos elementos já mapeados.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply