Tratado de Versalhes – O que é? Punições, Importância e Consequências

O Tratado de Versalhes é tema recorrente quando se trata da Primeira e Segunda Guerra Mundial. Mas, afinal, o que é e qual a real importância desse documento? A seguir, explicamos essas questões. Confira tudo, aqui no Gestão Educacional!

O que é o Tratado de Versalhes

Tratado de Versalhes é um armistício, ou seja, um acordo de paz que foi assinado em junho de 191,  após oTratado de Versalhes o que foi fim da Primeira Guerra Mundial. O documento possui esse nome porque foi celebrado em Paris, no Palácio de Versalhes.

[CONFIRA TAMBÉM: O QUE FOI A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL?]

Todos os países que participaram do combate (Alemanha, Áustria-Hungria, França, Inglaterra e Estados Unidos) aderiram ao documento, que é extremamente controverso.

O motivo disso é que, embora colocasse fim à Primeira Guerra e acabasse (ao menos teoricamente) com a hostilidades entre as principais potências da Europa, ele foi considerado desproporcional no que se refere à aplicação de penalidades.

Para os participantes da guerra, estava claro que era preciso penalizar severamente algum país e o eleito foi a Alemanha. O Tratado de Versalhes foi imposto aos alemães e o país recebeu a responsabilidade total pelo conflito.

Punições aos alemães no Tratado de Versalhes

Tratado Versalhes

Como punição por ser a responsável pela guerra, a Alemanha teve de arcar com os prejuízos causados pelo combate, o que inclui perdas econômicas (que deveriam ser ressarcidas) e indenizações às vítimas, por exemplo.

Esse ponto foi extremamente importante, porque o país já não andava com as finanças em dia por conta da guerra, o que agravou ainda mais a economia alemã, causando uma profunda crise interna.

Outras sanções e penalidades impostas à Alemanha foram a perda de territórios previamente conquistados, como a Alsácia Lorena (que inicialmente pertencia à França e havia passado para os alemães). Com o tratado, voltou aos franceses.

Além desse caso, o país perdeu territórios para a Dinamarca e Bélgica, Lituânia e Polônia. Antigas colônias também foram perdidas, transformando o império em número reduzido.

Todas essas medidas tinham como finalidade não somente punir severamente os alemães, como também evitar que eles reestruturassem sua força militar e se armassem, o que poderia provocar uma nova guerra.

Importância do Tratado de Versalhes

O Tratado de Versalhes é importante porque é um marco do fim da Primeira Guerra Mundial, acabando definitivamente com o conflito que durou anos entre as principais potências europeias.

Além disso, o armistício ajudou a redesenhar o mapa do mundo, seja anexando, criando ou dividindo países, alterando, consideravelmente, o tamanho territorial das potências – o que, claramente, causou diversas tensões.

Outra importância desse documento é que ele lançou e solidificou uma base robusta para que novos conflitos territoriais e de poder se desenvolvessem. A indignação com as retaliações sofridas pela Alemanha, por exemplo, serviu como argumento para a Segunda Guerra Mundial.

Consequências do Tratado de Versalhes

O Tratado de Versalhes chama a atenção por provocar três consequências históricas muito representativas. A seguir, apresentamos todas elas e esclarecemos a relevância de cada uma.

Criação da Liga das Nações

A Liga das Nações foi um órgão internacional que tinha como função regular a política mundial, atuando também como um mediador de conflitos e disputas, com foco na manutenção da paz. Em outras palavras, sua finalidade era evitar uma nova guerra.

O órgão foi idealizado por Thomas Woodrow Wilson, que era, na época, presidente dos Estados Unidos. A Liga teve êxito em seu papel durante, aproximadamente, 27 anos. Em abril de 1946, foi definitivamente extinto.

Surgimento da República de Weimar

República de Weimar foi um sistema de governo que se estabeleceu na Alemanha após o Tratado de Versalhes, permanecendo ativo até 1933, com a ascensão de Adolf Hitler e do nazismo ao poder.

A proposta da República era reorganizar o país para sanar consequências do pós-guerra e evitar crises internas, especialmente as econômicas. Para isso, estabeleceu-se uma nova carta constitucional e novos cargos políticos.

Mesmo com todo esforço, a Alemanha passou por grandes oscilações inflacionárias, elevadas taxas de desemprego e recessão, acentuados pela Crise de 1929 e pela Quebra da Bolsa de Nova York.

Esse quadro fez com que forças políticas contrárias à República de Weimar ganhassem força, como o radicalismo nazista, levando a outra guerra mundial.

Início da Segunda Guerra Mundial

Tratado de Versalhes

As punições do Tratado de Versalhes causaram um golpe na Alemanha: a sensação geral era de injustiça. Essa situação fez com que um sentimento de revanche crescesse entre os alemães, bem como o surgimento de políticos que souberam se aproveitar bem disso, como Adolf Hitler, que utilizava o nazismo como justificativa para reerguer a Alemanha, gerando a Segunda Guerra Mundial.

Gostou? Então, continue descobrindo mais informações no conteúdo sobre a Segunda Guerra Mundial!

Marcela Mazetto

Jornalista formada pela PUCPR, tem 21 anos e é viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content