O que é fotografia? Tipos e Fotografia como Crítica Social e Arte

Dá-se o nome “fotografia” à técnica de captação e registro de imagens em superfícies sensíveis por meio da exposição de luz. O primeiro registo fotográfico foi feito pelo francês Joseph Nicéphore Niépce, no ano de 1826, fruto de um longo processo de invenções e inovações tecnológicas de diversos inventores, ao longo dos séculos.

Como arte, entretanto, a fotografia é um pouco mais jovem e, como todas as técnicas de manifestação artística, passou por uma série de mudanças, movimentos e vertentes diferentes. Hoje em dia, a fotografia é considerada a 8.ª arte dentre as 11 existentes.

Confira tudo a respeito da fotografia enquanto arte neste artigo do Gestão Educacional!

Fotografia como arte: o que é?

A fotografia passou a ser considerada arte apenas no final do século XIX e começo do século XX, com o surgimento do chamado “pictorialismo”, movimento artístico que se desenvolveu na França, na Inglaterra e nos Estados Unidos em que os fotógrafos objetivavam tirar fotografias que se assemelhassem ao estilo das pinturas.

Rapidamente, os fotógrafos começaram a organizar exposições artísticas de fotografias, como Alfred Stieglitz (1864-1946), fundador do grupo Photo-Secession, que expôs suas obras no National Arts Club, em Nova Iorque, no ano de 1902. Diferentemente de exposições anteriores, em que pintores avaliavam as obras, nesta, as fotografias eram avaliadas apenas por outros fotógrafos.

Após a Primeira Guerra Mundial, os fotógrafos começaram a incorporar aspectos do Modernismo em suas obras, como a celebração da mecanização e da velocidade, como as fotografias de Paul Strand (1890-1976), como Abstraction, Twin Lakes, Connecticut (1916).

A fotografia, entretanto, nem sempre se limitava ao simples fotografar. Muitos fotógrafos aplicavam técnicas às suas obras, a fim de alcançar algum efeito. É o caso, por exemplo, da fotografia The Flatiron (1904), de Edward Steichen (1879-1973), em que o artista aplicou pigmentos sobre a fotografia, dando a ela aspectos de cor, antes mesmo da fotografia colorida existir, e a aproximando da xilogravura. Ou, já no contexto da arte digital, a obra Reno II (1999), de Andreas Gursky (1955-), que retrata o Rio Reno, na França, mas sem os edifícios de fundo, que foram retirados digitalmente.

Algumas outras vertentes de fotógrafos, entretanto, como os do grupo “F/64”, defendiam que a fotografia deveria retratar a realidade da maneira mais fidedigna possível, afastando-se do pictorialismo e indo contra a manipulação de fotografias, o que mostra a multiplicidade de estilos e técnicas da fotografia, como Savoy Cabbage (?) e Cabbage Leaf (1931), ambas do fotógrafo estadunidense Edward Weston (1886-1958).

A fotografia como crítica social

Enquanto arte, a fotografia também teve um papel muito importante enquanto forma de representar a pobreza, a desigualdade social, a violência etc., servindo, portanto, como ferramenta para críticas sociais.

Alguns exemplos são Street Gang, Finsburry Park (1958), de Don McCullin, ou, no Brasil, a importante e premiada coletânea fotográfica de Sebastião Salgado (1944-), denunciando diversas mazelas da história do Brasil, como as condições dos trabalhadores de minas de ouro a céu aberto.

Nesse sentido, a fotografia tem, também, um importante papel histórico, fazendo com que determinada cena sobreviva ao tempo e possa ser contemplada por pessoas de outras gerações.

Fotografia é, mesmo, arte?

Porém, ao longo de toda a sua existência enquanto arte, a fotografia foi alvo de questionamentos. Muitos não a consideram como tal, uma vez que, na visão de uma parcela da população, a fotografia é uma técnica facilmente realizável em comparação com outras técnicas artísticas, como a pintura, o desenho e a escultura, que demoram mais tempo para serem realizadas.

Enxergar a fotografia como um mero disparar de câmera é uma visão muito simplista, pois desconsidera uma série de fatores envolvidos com a técnica, como a sensibilidade e a visão estética e/ou crítica do fotógrafo, o tratamento da imagem etc.

Tipos de fotografia

Há diversos tipos de fotografia, cabendo ao fotógrafo escolher o que melhor se encaixa às suas necessidades. Alguns dos principais tipos são os seguintes:

  • Fotografia artística;
  • Fotografia astronômica;
  • Fotografia científica;
  • Fotografia de culinária;
  • Fotografia de moda;
  • Fotografia de paisagem;
  • Fotografia de retrato;
  • Fotografia de viagens;
  • Fotografia documental;
  • Fotografia erótica;
  • Fotografia esportiva;
  • Fotografia infantil;
  • Fotografia publicitária;
  • Fotografia subaquática;
  • Fotojornalismo.

Alexandre Garcia Peres

Alexandre Garcia Peres, formado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), gosta de arte, literatura, língua portuguesa, poesia e do seu gato.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content