O que é Sustentabilidade? Guia Completo!

A sustentabilidade é um conceito muito em voga nos dias atuais e que versa sobre o desenvolvimento de atividades e ações que objetivem suprir as necessidades dos seres humanos, sem prejudicar o futuro das gerações vindouras.

A palavra vem do latim “sustentare”, que tem como significado sustentar, defender, favorecer, apoiar, conservar e cuidar.  Dentro disso, projetos, estratégias e ações são buscadas com a preocupação de preservar as riquezas naturais, garantindo que o planeta Terra continue existindo em sua plenitude.

Um exemplo da busca de alternativas que visem a preservação do meio ambiente e garantam a sustentabilidade é a luta pela redução no uso de agrotóxicos nas plantações. Isso porque os elementos químicos afetam o solo e o lençol freático, além de causarem diversas doenças para as pessoas que ingerem alimentos com esses produtos nocivos à saúde.

economia verde

A sustentabilidade também é responsável por procurar alternativas econômicas mais viáveis, além de maior justiça social – tudo isso para que haja menor desigualdade, levando a um maior respeito e equilíbrio entre os diferentes povos e culturas. Sendo assim, a sustentabilidade se baseia no equilíbrio dos recursos humanos e naturais para promover o bem-estar de todos.

Como se vê, a importância da sustentabilidade está no fato de ela ajudar a fazer a conscientização quanto à necessidade de serem criadas soluções que possibilitem um melhor aproveitamento dos recursos naturais oferecidos pelo mundo, de forma que seja levada em conta a preservação do espaço natural, para que as sociedades futuras também tenham condições de usufruir da natureza. Importar-se com a sustentabilidade é dar a chance dos nossos filhos e netos viverem nesse planeta.

Os três pilares da sustentabilidade

A sustentabilidade pode ser dividida em três pilares fundamentais: social, econômico e ambiental. Muitas empresas, inclusive, têm adotado essas práticas para terem uma ação mais sustentável, aliando desenvolvimento e cuidados com o meio ambiente. Confira informações sobre cada um:

  • Social: aqui, o foco é nos seres humanos e em como criar mecanismos que proporcionem uma melhor qualidade de vida às pessoas, seja a partir de leis ou com o desenvolvimento de políticas públicas em áreas como saúde, educação, segurança e lazer. A ideia desse pilar é que, para existir uma sociedade estável, faz-se necessário que os indivíduos sejam bem cuidados e estejam saudáveis;
  • Econômico: esse pilar vai além da questão financeira e diz respeito ao impacto das decisões e ações das empresas e dos governos no meio ambiente, levando em conta o aspecto econômico. Ou seja, o progresso não deve prescindir de uma preocupação com relação ao ecossistema ao seu redor. Por exemplo, a empresa não pode lucrar explorando seus funcionários ou degradando alguma área, pois isso está longe de um modo de vida sustentável e justo;
  • Ambiental: o foco aqui é voltado à preservação dos recursos naturais e do meio ambiente em geral, além de uma preocupação latente com o desperdício de materiais, que também é uma forma de desgastar a Terra e suas riquezas. Nesse pilar, estudam-se as melhores formas de elaborar projetos que causem o menor impacto ambiental possível, além de buscar soluções sustentáveis e práticas levando em conta o contexto de cada região.

Como desenvolver práticas sustentáveis no dia a dia?

Além das missões que governos e empresas precisam seguir para promover um desenvolvimento sustentável e, assim, garantir os recursos naturais às gerações seguintes, é importante que cada cidadão reveja algumas atitudes do dia a dia, para que possa contribuir para um mundo mais sustentável. A seguir, apresentamos algumas dicas que podem ser incorporadas ao seu cotidiano e que vão fazer uma grande diferença no meio ambiente:

  • Diminuir o uso do carro, evitando a emissão de gases que geram o efeito estufa;
  • Separar o lixo reciclável do orgânico – você pode, por exemplo, fazer uma compostagem com os restos de alimentos;
  • Não jogar óleo de cozinha em ralos de pias, pois esse produto contamina a água e prejudica os ecossistemas presentes nela;
  • Preferir energia renovável -caso da energia solar, por exemplo;
  • Procurar economizar energia, pois isso impacta também na redução do uso de água;
  • Buscar produtos reciclados ou tente reciclar as próprias embalagens;
  • Analisar a infraestrutura de sua casa para ver se há algum vazamento de água, ar condicionado ligado sem necessidade, etc.

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply