Tipos de energia – Fontes, Características e Exemplos

A energia é a capacidade que uma substância ou um corpo tem de utilizar para realizar um trabalho. De maneira mais prática, é o que move os seres humanos e as máquinas.

Ela se origina de diferentes fontes. Quando olhamos os setores produtivos, veremos o emprego de energia nas diferentes atividades, seja no içamento de uma peça até no acender de uma lâmpada.

Tipos de energia

A energia é diferenciada por mais de um tipo, sendo:

  • Térmica;
  • Mecânica;
  • Química.

Confira, a seguir no Gestão Educacional, cada uma dessas energias e suas características.

Energia Nuclear

Também conhecida como atômica, provém da separação do núcleo do átomo do urânio enriquecido. É uma energia de alto desempenho e, entre suas vantagens, está o fato de não provocar problemas atmosféricos e não precisar de uma enorme área para ser produzida.

Por outro lado, ambientalistas se preocupam com os resíduos liberados após o processo de fissão do urânio.

[LEIA MAIS SOBRE A ENERGIA NUCLEAR, AQUI]

energia nuclear

Energia Térmica

Esta fundamenta-se na troca de energia, que é acompanhada da mudança de temperatura. Ela pode ocorrer por condução, convecção e irradiação, sem contar com o Sol.

Nesse tipo de indústria energética, é preciso queimar alguns materiais para se chegar ao recurso energético. Tem alto potencial, porém seu custo de manutenção e instalação é alto, além de que agride bastante o meio ambiente.

[CONFIRA TAMBÉM: ENERGIA SOLAR]

Energia Mecânica

É o tipo de energia que chega a partir de movimento ou posição dos corpos. Ela é classifica como cinética e potencial. Um dos melhores exemplos da aplicação da energia mecânica é nos sistemas de usinas hidrelétricas, que transformam o movimento dos dínamos (movidos pela força da água) em eletricidade.

[VEJA TAMBÉM: ENERGIA ELÉTRICA]

Energia Química

Aqui são reações químicas que dão origem a esse tipo de energia. Os processos mais comuns, neste caso, são a combustão de matérias e a oxirredução. A partir dessas formas, chega-se à eletricidade.

A energia química é eficiente, porém com muitos riscos à natureza. A oxirredução, por exemplo, é o processo que pilhas e baterias utilizam para gerar eletricidade, e fazer equipamentos funcionarem – e sabemos o quanto é complexo o descarte desses materiais.

Principais fontes de energia

A geração de eletricidade é o cerne que nos leva a conhecer os tipos de energia. Mover indústrias, comércios, serviços e casas é a função dos recursos energéticos.

As fontes energéticas são classificadas como renováveis e não-renováveis. Confira:

Fontes de energia renováveis

Denomina-se assim os recursos energéticos extraídos da natureza, e que conseguem se regenerar, sem o risco de provocar danos. Para nosso consumo, é usado equipamentos ou criam-se estruturas industriais para geração deste tipo de energia. Entre elas estão:

  • Usinas hidrelétricas – obtida pela força das águas, trata-se do processo mecânico;
  • Placas fotovoltaicas – captação dos raios solares; temos como exemplo a energia térmica;
  • Turbinas eólicas – a força dos ventos transformada energia elétrica – novamente o processo mecânico;
  • Biomassa – por meio da decomposição de matéria orgânica e dos gases que se formam e são convertidos em energia – bom exemplo de energia química.

[CONFIRA TAMBÉM: ENERGIA EÓLICA]

Fontes de energia não-renováveis

Aqui, como o próprio nome indica, trata-se das fontes energéticas que a natureza não oferece com abundância; sua extração e utilização pode causar degradação ao meio ambiente. As apresentações mais conhecidas dessas fontes são:

  • Petróleo – a forma mais comum é a gasolina, que, pelo processo de combustão, faz com que veículos se locomovam. É uma reação química, porém, nessa queima de combustível, são liberados agentes poluentes.

Um ponto curioso é que a formação de petróleo leva milhares de anos, e muitas jazidas já estão em seu limite;

  • Carvão mineral – algumas termoelétricas utilizam o carvão mineral em suas caldeiras, para gerar energia. Mas, esse é outro processo que agride a natureza. É outro tipo de combustível fóssil que demora muito tempo para ser gerado;
  • Elementos radiativos – o urânio é um dos elementos usados como combustível para se chegar à energia nuclear. Além do impacto provocado pelos seus rejeitos, a substância não é encontrada facilmente na natureza.

As fontes energéticas são pautas de muitos debates pelo mundo. Mesmo as que sejam consideradas renováveis, têm sido alvo de muitos estudos e diversas discussões sobre seu possível esgotamento.

Muitos pesquisadores se desdobram para descobrir novos tipos de energia, ou encontrar novas soluções para elementos tão importantes na vida das pessoas.


Marcela Mazetto

Marcela Mazetto

Jornalista formada pela PUCPR, tem 21 anos e é viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Conheça Mais Sobre o Autor

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply