Nicolau Copérnico – Quem foi? Biografia e Principais Fatos

Nascido na Polônia, durante o século XV, Nicolau Copérnico foi um importante astrônomo e matemático, considerado uns dos principais nomes da Astronomia Moderna, por desenvolver a Teoria Heliocêntrica, que coloca o Sol no centro do Sistema Solar.

A Teoria Copernicana revolucionou a concepção da humanidade sobre o universo, já que substituía a teoria adotada pela Igreja Católica, o Geocentrismo, que colocava a Terra como o centro de todo o universo.

Biografia de Nicolau Copérnico

Nascimento e Infância

Nicolau Copérnico nasceu na cidade polonesa de Torún, no norte do país, em 19 de fevereiro de 1473. Era filho de comerciante, sendo o caçula entre quatro filhos.

Com apenas 10 anos de idade, Copérnico ficou órfão e passou a viver com o seu tio bispo.

Juventude

No ano de 1491, Copérnico inicia seus estudos no curso de Medicina, na Universidade de Cracóvia, localizada na cidade natal de seu pai. Na instituição, ele também estuda Astronomia, Matemática e Filosofia. Oito anos depois, passa a estudar Direito na Universidade de Bolonha, na Itália, onde aprende grego e continua seus estudos matemáticos e astronômicos.

Em 1501, Copérnico volta para a Polônia e se torna padre, tendo o cargo de cônego da Catedral de Frauenburg. Porém, apenas 5 anos mais tarde, retorna para Itália para aprofundar e desenvolver seus estudos em astronomia, com a observação de corpos celestes.

Vida Adulta

A partir do ano de 1513, Copérnico desenvolve cálculos para sua teoria matemática sobre o sistema heliocêntrico. Em 1530, o astrônomo publica seu primeiro livro sobre seus estudos do ano de 1507, “Pequeno Comentário sobre as Hipóteses de Constituição do Movimento Celeste”.

Tal demora na publicação de seu primeiro livro se deu por conta do contexto histórico, uma vez que a Igreja Católica era a instituição com maior poder e, assim, poderia tirar seu livro de circulação, por ir contra a concepção religiosa da época sobre o universo.

No ano de 1539, Copérnico conhece Georg Joachim von Lauchen, conhecido como Rheticus, um jovem matemático alemão e professor da Universidade de Witterberg. Assim, em 1540, com os incentivos do jovem alemão, Copérnico publicam o “Prima Narratio” em parceria com o colega.

Copérnico e a Teoria Heliocêntrica

Apesar de ter sido desenvolvida décadas antes do ano de sua publicação, a Teoria Heliocêntrica de Copérnico foi publicada apenas em 1543, mesmo ano da morte do astrônomo, no livro “Das Revoluções dos Corpos Celestes” (em latim, De revolutionibus orbium coelestium).

Após muitos cálculos e estudos, o astrônomo polonês conseguiu perceber que a Terra realiza o movimento de translação em torno do Sol, o que contrariava o sistema Geocêntrico, no qual o Sol e os outros corpos celestes giravam em torno da Terra. Assim, com essa teoria, Copérnico apresentou uma oposição à teoria do astrônomo alexandrino Ptolomeu (90 d.C. – 168 d.C.).

Além disso, Copérnico descobriu o movimento de rotação terrestre, ou seja, que a Terra gira completamente em torno de seu eixo, o que proporciona e explica o movimento aparente de todos os corpos celestes observado no planeta e a passagem do dia e da noite.

Com essas descobertas, Copérnico revolucionou o pensamento ocidental, já que colocou pela primeira vez a visão de que o homem e a Terra não estavam no centro do universo, causando uma grande ruptura e o surgimento de uma nova concepção.

Morte

Nicolau Copérnico morreu aos 70 anos, no dia 24 de maio de 1543, na cidade polonesa Frombork, mesmo ano em que sua principal obra é publicada. Com suas pesquisas, o astrônomo é considerado um dos grandes nomes da Astronomia, sendo colocado como o pai da Astronomia Moderna.

Curiosidades

  • Copérnico, além de astrônomo e matemático, era médico, tradutor, clérigo, diplomata, político e jurista;
  • A primeira observação astronômica de Copérnico ocorreu no dia 9 de março de 1497;
  • Os estudos sobre o Heliocentrismo de Copérnico foram fundamentais para o desenvolvimento dos trabalhos dos astrônomos, como Johannes Kepler e Galileu Galilei, e do físico Isaac Newton;
  • Frase famosa do astrônomo: “A sabedoria da natureza é tal que não produz nada de supérfluo ou inútil”;
  • O monge alemão Matinho Lutero, fundador da Igreja Protestante, foi contra a teoria de Copérnico;
  • O nome não latinizado de Copérnico é Mikolaj Kopernik.

Natália Alves

Graduanda em licenciatura e bacharelado em Matemática pela Universidade Estadual Paulista (UNESP).

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content