Pronome – O que é? Tipos de pronomes com exemplos e exercícios!

Pronome é a palavra que se usa para substituir o nome do objeto ou da pessoa já indicados anteriormente em uma frase. Toda expressão que tem o papel de retomar o sujeito da sentença é considerada um pronome. Portanto, as frases com palavras como ele, ela, que, neste e tantas outras podem ser consideradas pronominais.

Cada tipo de pronome exerce uma função e, por conta disso, existe uma classificação dos tipos de pronomes. Entenda para que serve cada um deles e exemplos de sentenças em que podem ser utilizados, a seguir no Gestão Educacional! 

Ao final do artigo, teste os seus conhecimentos nos exercícios de pronomes com gabarito! Será que você acerta todas?

O que é um Pronome?

Os pronomes são palavras usadas para substituir algum termo que já tinha sido utilizado anteriormente na fala. Esses termos geralmente acompanham substantivos para ajudar a retomar um assunto sem deixar o texto repetitivo.

Por exemplo, quando você diz: “eu estou muito triste, preciso de um abraço” só usa o pronome “eu”para substituir seu nome, percebe? Essa é só uma das situações em que o pronome aparece. Mas são várias as formas com que ele pode surgir, daí a necessidade de classificá-los em vários tipos.

Quais são os tipos de Pronomes? Classificação completa

Os pronomes são classificados em vários tipos de acordo com a função que exercem na oração. Desse modo, pode-se dizer que os pronomes podem ser usados como:

Para entender melhor qual a função de cada tipo de pronome confira, abaixo, a breve explicação sobre cada um deles com exemplos. Clique sobre os links da lista para obter uma explicação mais detalhada e ver mais demonstrações de como podem ser usados.

Pronomes Pessoais

Os pronomes pessoais retomam pessoas coisas. Eles podem ser divididos em retos, oblíquos átonos ou oblíquos tônicos, conforme mostram os exemplos (as palavras em negritos são os pronomes da sentença)

  • Eu → mim, me, comigo;
  • Tu → te, ti, contigo;
  • Ele → se, o, a, lhe, si, consigo;
  • Nós → nos, conosco;
  • Vós → vos, convosco;
  • Eles → si, os, as, lhes, se, consigo.

Exemplos:

  • O caderno foi emprestado a Maria. Ela faltou na aula passada, por isso precisava copiar o conteúdo;

  • Eu gosto muito da Ana;

  • Acho que ela não gosta muito de mim;

  • Acho que ela não gosta muito de vós.

pronomes pessoais

Pronomes Possessivos

Os pronomes possessivos são aqueles que passam a ideia de posse sobre algo. Por exemplo:

  • Eu → meu, minha, meus, minhas.
  • Tu → teu, tua, teus, tuas.
  • Ele → seu, seus sua, suas.
  • Nós → nosso, nossos, nossa, nossas.
  • Vós → vossa, vosso, vossos, vossas.
  • Eles → seu, sua, seus, suas.

Exemplos:

  • Essa carteira é sua;

  • Eu gosto do seu cabelo;

  • Que a palavra toque vossos corações;

  • Ele emprestou o lápis para mim.

pronomes possessivos

Pronomes Demonstrativos

Os pronomes demonstrativos são usados para indicar alguma coisa que já foi dita anteriormente em uma situação. Também pode ser usado para representar a posição de um objeto ou alguém num cenário. Veja nos exemplos:

  • 1ª pessoa → isto, este, esta, estes, estas.
  • 2ª pessoa → isso, esse, essa, esses, essas.
  • 3ª pessoa → aquilo, aquele, aquela, aqueles, aquelas.

Exemplos

  • Esta casa é muito bonita;

  • Aqueles cachorros são muito velozes;

  • Este é o casaco de qual lhe falei;

  • Perdi aqueles brincos que você me deu.

pronomes demonstrativos

Pronomes de Tratamento

Os pronomes de tratamento são usados principalmente para situações formais, no momento de chamar pessoas de poder social ou que indicam algum tipo de autoridade, tais como:

  • Vossa Senhoria gostaria de anotar o número;

  • O senhor aceita um pedaço de bolo?

  • Vossa reverendíssima é muito inspiradora.

pronomes de tratamento

Pronomes Indefinidos

São os pronomes que acompanham a ideia de imprecisão, geralmente substituem um substantivo que denota um tom vago.  Veja, abaixo, alguns exemplos:

  • Não se preocupe, haverá outras oportunidades;

  • Alguém precisa me ajudar aqui;

  • Cada um com o que sente.

Pronomes Relativos

Os pronomes relativos são aqueles que se referem a um substantivo já dito anteriormente na frase. Eles ajudam a retomar aquele elemento sem precisar o repetir. Confira alguns exemplos:

  • Eu vou repetir quantas vezes forem necessárias;

  • Encontrei os temperos cujo lhe falei;

  • Entreguei a carta a João, cuja saúde estava péssima.

Pronomes Interrogativos

Os pronomes interrogativos têm um tom variável, sendo usados para fazer perguntas diretas ou indiretas, tais como:

  • Quanto foi o caderno que você comprou?

  • Quais são os nomes dos candidatos?

  • Quem é você?

  • A professora quer saber quem faltou.

Como você pode perceber, a maior parte dos pronomes não possuem um significado fixo. As palavras só ganham um significado dentro do contexto em que são empregados, por isso, não existe pronomes fixos – todos variam conforme a necessidade de cada frase.

pronomes relativos

Erros mais comuns com uso de pronomes

Dependendo da forma com que o pronome é usado, o sentido da frase pode ficar confuso. É o que acontece nos exemplos abaixo:

  • Encontrei minha irmã perto da sua casa ontem (a casa do interlocutor ou da irmã? o pronome possessivo “sua” deixou a frase ambígua);

  • Falei com a mãe da noiva que se acidentou (foi a noiva que se acidentou ou a mãe dela? Aqui, o melhor é trocar a frase).

Agora que você já conhece os pronomes possessivos, observe os momentos certos do texto para usá-los! Aproveite para rolar até o final da página e fazer o teste de conhecimentos!

Rafaela Cortes

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Revoltada por natureza, vê na comunicação uma oportunidade de extravasar a sua paixão por curiosidades, arte e conhecimento.

Conheça Mais Sobre o Autor

Teste seus conhecimentos sobre Pronome – O que é? Tipos de pronomes com exemplos e exercícios!

1) Nas sentenças "Quem estava com você noite passada?" e "Como foi o trabalho essa semana?" que tipo de pronome se manifesta em ambos os casos?

  • a) Indefinido.
  • b) Pessoal.
  • c) Interrogativo.
  • d) De tratamento.

2) Em "Esta casa, que já teve muitas reformas, foi comprada por quais clientes?", quais os pronomes presentes, respectivamente?

  • a) Interrogativo e relativo.
  • b) Relativo e possessivo.
  • c) Interrogativo e indefinido.
  • d) Relativo e interrogativo.

3) Qual a ambiguidade gerada pelo mau emprego dos pronomes nas sentenças: "Comprei o carro desse homem que estava sujo" e "Cumprimentei Julia na festa enquanto ela estava com a mãe"?

  • a) O homem ou o carro estava sujo e a mãe de Julia ou a mãe do interlocutor.
  • b) O homem ou o carro estava sujo e a festa de Julia ou de outra pessoa.
  • c) O carro ou o homem foi comprado e a mãe de Julia ou a mãe do interlocutor.
  • d) O carro ou o homem foi comprado e a festa de Julia ou de outra pessoa.

4) "Os órgãos possuem muitas funções no organismo humano - as quais, muitas vezes, são involuntárias - cada um correspondendo a uma ação" (Gestão Educacional, 2018). Nesse trecho, quais os pronomes utilizados, respectivamente?

  • a) Relativo e interrogativo.
  • b) De tratamento e indefinido.
  • c) Relativo e indefinido.
  • d) Indefinido e pessoal.

5) "Caro João, solicito que providencie melhorias para a região do bairro Boa Vista, pois há muitas ruas esburacadas e lixo jogado ao rio que corta a cidade". No trecho, qual deveria ser o pronome de tratamento empregado? Imagine que essa é uma sentença que compõe uma carta formal!

  • a) Vossa magnificência.
  • b) Vossa excelência.
  • c) Você.
  • d) Senhor.

6) Em "Ela devia ter mais atenção com as filhas" e "Joana gosta de mim", quais os pronomes empregados, respectivamente?

  • a) Relativo, de tratamento e pessoal.
  • b) Pessoal, pessoal e possessivo.
  • c) Possessivo, pessoal e possessivo.
  • d) Pessoal, de tratamento e demonstrativo.

7) "Fabiana, entregue estes documentos no escritório, depois traga as correspondências para mim". Nessa sentença, quais os pronomes respectivamente empregados?

  • a) Pessoal e possessivo.
  • b) Demonstrativo e relativo.
  • c) Possessivo e demonstrativo.
  • d) Demonstrativo e possessivo.

3 Comentários

  • INARA COUTO disse:

    Em “Encontrei os temperos cujo lhe falei” o emprego de “cujo” me parece incorreto. Aqui, eu diria “Encontrei os temperos dos quais lhe falei”, ou ainda, “Encontrei os temperos de que lhe falei”. Qual a explicação gramatical para o uso de “cujo” aqui?

    • Gestão Educacional disse:

      Oi Inara! Obrigado por compartilhar a sua dúvida conosco. De fato, o uso do pronome “cujo” nesta frase está errado. A palavra “cujo” só deve ser empregado quando indica posse, isto é, quando pertence a alguém. Nesse caso, a sua sugestão de correção “Encontrei os temperos dos quais lhe falei” é válida. Você pode tirar mais dúvidas sobre esse assunto no nosso conteúdo sobre conjunções aditivas, no seguinte link: https://www.gestaoeducacional.com.br/conjuncoes-aditivas-o-que-sao-exemplos/. Esperamos ter ajudado. Sempre que tiver dúvidas, pode contar conosco!

  • Alsop.Stanford disse:

    The only way to achieve happiness is to cherish what you have and forget what you don’t have

Deixe seu Comentário

WebGo Content