Pronomes – Pessoais, Possessivos. Classificação e exemplos. Aprenda

Pronome é a palavra que se usa para substituir o nome do objeto ou da pessoa já indicados anteriormente em uma frase. Toda expressão que tem o papel de retomar o sujeito da sentença é considerada um pronome. Portanto, as frases com palavras como ele, ela, que, neste e tantas outras podem ser consideradas pronominais.

Cada tipo de pronome exerce uma função e, por conta disso, existe uma classificação dos tipos de pronomes. Entenda para que serve cada um deles e exemplos de frases em que podem ser utilizados:

Pronomes Pessoais

Os pronomes pessoais retomam pessoas coisas. Eles podem ser divididos em retos, oblíquos átonos ou oblíquos tônicos, conforme mostram os exemplos (as palavras em negritos são os pronomes da sentença)

  • O caderno foi emprestado a Maria. Ela faltou na aula passada, por isso precisava copiar o conteúdo;
  • Eu gosto muito da Ana;
  • Acho que ela não gosta muito de mim;
  • Acho que ela não gosta muito de vós.

pronomes pessoais

Pronomes Possessivos

Os pronomes possessivos são aqueles que passam a ideia de posse sobre algo. Por exemplo:

  • Essa carteira é sua;
  • Eu gosto do seu cabelo;
  • Que a palavra toque vossos corações;
  • Ele emprestou o lápis para mim.

pronomes possessivos

Pronomes Demonstrativos

Os pronomes demonstrativos são usados para indicar alguma coisa que já foi dita anteriormente em uma situação. Também pode ser usado para representar a posição de um objeto ou alguém num cenário. Veja nos exemplos:

  • Esta casa é muito bonita;
  • Aqueles cachorros são muito velozes;
  • Este é o casaco de qual lhe falei;
  • Perdi aqueles brincos que você me deu .

pronomes demonstrativos

Pronomes de Tratamento

Os pronomes de tratamento são usados principalmente para situações formais, no momento de chamar pessoas de poder social ou que indicam algum tipo de autoridade, tais como:

  • Vossa Senhoria gostaria de anotar o número;
  • O senhor aceita um pedaço de bolo?
  • Vossa reverendíssima é muito inspiradora.

pronomes de tratamento

Pronomes Indefinidos

São os pronomes que acompanham a ideia de imprecisão, geralmente substituem um substantivo que denota um tom vago.  Veja, abaixo, alguns exemplos:

  • Não se preocupe, haverá outras oportunidades;
  • Alguém precisa me ajudar aqui;
  • Cada um com o que sente.

Pronomes Relativos

Os pronomes relativos são aqueles que se referem a um substantivo já dito anteriormente na frase. Eles ajudam a retomar aquele elemento sem precisar o repetir. Confira alguns exemplos:

  • Eu vou repetir quantas vezes forem necessárias;
  • Encontrei os temperos cujo lhe falei;
  • Entreguei a carta a João, cuja saúde estava péssima.

pronomes relativos

Pronomes Interrogativos

Os pronomes interrogativos têm um tom variável, sendo usados para fazer perguntas diretas ou indiretas, tais como:

  • Quanto foi o caderno que você comprou?
  • Quais são os nomes dos candidatos?
  • Quem é você?
  • A professora quer saber quem faltou.

Como você pode perceber, a maior parte dos pronomes não possuem um significado fixo. As palavras só ganham um significado dentro do contexto em que são empregados, por isso, não existe pronomes fixos – todos variam conforme a necessidade de cada frase.

Exemplos de frases erradas comuns

Dependendo da forma com que o pronome é usado, o sentido da frase pode ficar confuso. É o que acontece nos exemplos abaixo:

  • Encontrei minha irmã perto da sua casa ontem (a casa do interlocutor ou da irmã? o pronome possessivo “sua” deixou a frase ambígua);
  • Falei com a mãe da noiva que se acidentou (foi a noiva que se acidentou ou a mãe dela? Aqui, o melhor é trocar a frase).

Agora que você já conhece os pronomes possessivos, observe os momentos certos do texto para usá-los!


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply